Relatos de Gravidez com Mulheres Mesmo Acima do Peso

Oi Gente! bom, ainda recebi alguns relatos sobre gravidez mesmo a mulher estando acima do peso e resolvi postar a parte do texto original que você pode ler aqui. Engravidar mesmo estando acima do peso pode não ser tão fácil assim, e pode requerer alguns cuidados extras, como os casos das leitoras Bianca e Pollyana, que tiveram alguns problemas na gestação. Então, esses depoimentos servem de alerta, basta ficar atentas quanto a possíveis problemas que podem aparecer mesmo estando tudo em ordem com a saúde, cuidados redobrados não custam nada e podem detectar qualquer problema precocemente. Obrigada pelo depoimento meninas!

Relatos de Gravidez com Mulheres Mesmo Acima do Peso

Bianca Scapin

A Minha primeira gestação em 2009 foi depois de 2 anos e meio de tentativas. Estava com sobrepeso, nesse período descobri que tenho uma trompa obstruída e tomei 3 ciclos de Serophene. Tbm estava em dieta e cheguei a perder alguns quilinhos antes de engravidar, acho que ajudou bastante.

Não consegui perder peso e não adotei nenhum método contraceptivo até engravidar novamente em 2012. Minha segunda gestação foi de risco, foi preciso emagrecer e no geral não ganhei peso durante as 38 semanas.Na primeira gestação tive diabetes gestacional, só com dieta consegui manter.Na segunda foi confirmado diabetes e pressão alta, desde a 8ª semana, no total foram 4 internações. Pois minha diabetes descompensava e mesmo com medicação minha pressão ficava em 17 x10. Usava insulina 3 vezes por dia.

Pollyanna Sanz

Tinha 127k e cheguei a 131.Tomava anticoncepcional, mas a médica tinha falado que eu tinha ovários policísticos e que não precisava tomar pq não engravidaria fácil não. Aí parei de tomar,e não sabia que o anticoncepcional tinha regularizado meu ciclo e por isso voltei a ovular normal. Sentia o bico do seio arder muito, muito sono e muita cólica.

Fiz exame achando que estava com alguma infecção e acabei descobrindo que estava grávida. Chorei de desespero por causa do meu peso. Fui tendo todos os de sintomas de uma gravidez normal. Até que aos 3 meses tive contrações seguida de diarreia e fui internada. Voltei pra casa. Tinha sangramentos constantes que tive que tomar Dactil OB a gravidez toda para segurar. A pressão estava aumentando muito,tomava 2 remédios e ela continuava alta.

Tive diabetes gestacional tbm. Me encaminharam para o cardiologista, pois se a pressão não baixasse o médico ia tirar a criança com 6 meses e eu corria risco de vida e ele tbm.
Era um ou outro. Quando cheguei ao cardiologista a pressão estava altíssima, aí ele pediu que naquele dia eu não tomasse mais remédio da pressão e era pra voltar no dia seguinte para ver até quanto ela ia subir. Na época meu desespero foi tão grande que na mesma noite fui em uma igreja evangélica, pedi muito a Deus, chorei demais.

No dia seguinte minha pressão estava 13/9 nem acreditei e assim foi até o final. (passei a ir a igreja) mas hoje sou espírita. O final foi muito tranquilo, o médico marcou cesárea com 39 semanas.
Depois que meu ex marido tinha me falado que antes de entrar no bloco cirúrgico ele alertou ele que o pior podia acontecer. Mas tudo correu maravilhosamente. Em 2003 fiz redução de estômago. Em 2009 engravidei da minha filha (hj com 4 anos) pelo meu histórico fui encaminhada para gestação de risco da Unimed. Mas graças a Deus não tive nada,e só engordei 1k na gestação dela. Ela nasceu de cesárea tbm, mas com 38 semanas.

O importante como disse anteriormente é prestar atenção a qualquer sintoma anormal e manter uma alimentação saudável e controlar o sal e as gorduras ruins na gravidez pode ajudar e muito. Porém esses relatos apenas servem como um alerta para as mulheres ficarem atentas aos riscos e dar tudo certo no final.

Bjokas e até a próxima!

Veja também: Fertilidade- Como Engravidar acima do peso

Foto: http://www.flickr.com/photos/90695302@N00/3534934521/ carmen_seaby

Tagged: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado