Muitas mamães de primeira viagem não entendem bem quando as mamães mais experientes dizem a elas ainda quando grávidas, para aproveitarem o sono. Porém após o nascimento do bebê é mais do que uma prova prática de como a mamãe fica cansada após o nascimento do bebê, seja pelas mamadas noturnas, pelas cólicas etc. A especialista Michele Melão e Marcia Benalia contam o segredo de como passar por essa fase sem muito sofrimento.maternity coach 1Saímos da maternidade com uma série de instruções sobre como dar banho no bebê, trocar, limpar o coto e amamentar. Apesar destas instruções serem dadas rapidamente e a mãe ter praticamente nenhum tempo para se recuperar física e emocionalmente e aprender tudo, ainda conseguimos sair de lá com uma vaga ideia do que vai acontecer.

Mas e dormir? A única coisa que ouvimos com frequência é “aproveite para dormir antes do bebê nascer porque depois as coisas ficarão difíceis”. Não é isso? Mas ninguém pode acumular sono para “usar” esse descanso depois certo? Pense que com um bebê de até 3 meses, você terá sim tempo para dormir, mas nem sempre consegue ter um sono de qualidade e por horas seguidas. No post de hoje, Michele Melão e Marcia Benalia darão 5 dicas preciosas para as mães se prepararem para novos padrões de sono que farão parte da vida delas por um curto período (tempo necessário para que o bebê comece o acerto do seu ciclo circadiano e passe mais tempo dormindo à noite do que durante o dia).

  1. A primeira dica (e a mais importante) é: cochile durante o dia enquanto seu bebê também cochilar. Parece impossível, mas é algo que as mães devem se acostumar a fazer. Se você der sorte, seu bebê pode dormir de 90 à 120 minutos durante o dia e dormir pelo menos uma vez por dia junto com seu bebê pode ajudar bastante no combate ao seu cansaço.

  2. Peça ajuda: Se você pode contar com sua mãe, sogra ou qualquer outra pessoa de confiança, não deixe de pedir ajuda para conseguir pelo menos dormir por 2 horas durante o dia. Uma outra excelente alternativa é a contratação de uma doula pós parto, que é uma profissional preparada para dar o suporte necessário, sem interferir nas suas preferências, pois diferente da mãe ou sogra não está envolvida emocionalmente com você e portanto, conseguirá ajudá-la de forma imparcial. O importante é ter alguém com que você tenha 100% de confiança para certamente conseguir se “desligar” por alguns minutos.

  3. Se possível, ordenhe seu leite e peça para seu marido/companheiro dar uma mamada de madrugada. Isso irá garantir que você durma por pelo menos 5 horas seguidas. Para a maioria das mães, isso já é “uma noite toda” e o suficiente para acordar com disposição necessária para o resto do dia. Para não haver nenhum problema com a amamentação exclusiva por leite materno, a dica aqui é tentar um copinho, evitando assim o uso da mamadeira.
    Tente desde cedo criar hábitos saudáveis de sono para seu bebê. Uma grande dica neste caso é ensinar as diferenças entre o dia e a noite através da iluminação dos ambientes, sons, cores e estímulos. Ao final do dia, diminua o ritmo da casa para seu bebê perceber que é hora de descansar. Isso ajudará seu filho a esticar o sono noturno cada vez mais, podendo chegar aos 4 meses dormindo até 8 horas seguidas.

  4. Crie uma rotina para seu bebê. Durante o dia ou à noite, ter uma rotina dá segurança ao bebê, diminui o choro e a irritação e consequentemente ajuda no sono.

É importante saber que cuidar do sono da mãe está intimamente ligado à qualidade da relação entre mãe e filho. Mais descansada, a mãe consegue desempenhar melhor as atividades diárias com o bebê além de outro fator bastante importante: a produção de leite materno. A mãe estressada tem dificuldade na amamentação e consequentemente o bebê que não se alimenta direito dá muito mais trabalho. É formado assim um ciclo que parece não ter fim. Neste momento, mais importante do que cuidar da casa e manter as coisas em ordem, é cuidar da saúde e do bem estar da mãe para que ela possa se dedicar ao filho com amor e aproveitar todos os momentos com seu bebê!

Michele Melão é consultora de sono infantil e baby planner certificada pela International Academy of Baby Planner Professionals (IABPP) e International Maternity Institute (IMI), Califórnia. Marcia Benalia é doula, consultora de amamentação e instrutora de shantala certificada pelo GAMA (Grupo de Apoio a Maternidade Ativa), consultora de aromaterapia para gestantes e bebês, cursando pós-graduação em psicologia e maternidade. São sócias da Maternity Coach (www.maternitycoach.com.br) – uma consultoria especializada em diversos serviços para gestantes e bebês.

Veja também: Distúrbios de Sono em Crianças de 5 à 12 Anos

Foto: Etolane