Das minhares evoluções no universo feminino, uma das coisas que foram criadas para facilitar a vida das mulheres de forma prática e higienica, o absorvente interno foi criado.

O que é absorvente Interno

Absorvente interno é o método utilizado para absorver o fluxo menstrual de forma interna da vagina. É composto por ingredientes macios, pressionados juntos moldando uma forma semelhante a um cilindro.

Esse formato é especialmente desenvolvido para que possa ser facilmente inserido na abertura da vaginal. O absorvente interno retém o fluxo menstrual, ou sangue, antes que ele tenha a chance de deixar o corpo.

Eles possuem uma cordinha conectada para fácil remoção e às vezes um aplicador que permite que o absorvente interno seja colocado com maior facilidade.

Aplicadores

Os aplicadores são feitos de plástico ou papelão, e o seu design é semelhante a uma seringa: um pequeno tubo desliza para um tubo maior (onde o absorvente interno está localizado) e o empurra para dentro da vagina.

Absorventes interno que não incluem um aplicador são chamados de absorventes digitais e são simplesmente desembrulhados e empurrados para dentro da vagina com o dedo. São menores para transportar, mas exigem um pouco mais de esforço para colocá-los.

Qual o Tamanho de Absorvente Interno Devo Usar

Se for a sua primeira vez, o ideal é que escolha o absorvente interno menor (mini ou médio). Depois de se acostumar com o processo, pode utilizar os de maior absorção, mas esses absorventes internos geralmente são maiores no tamanho também.

É mais fácil coloca-lo quando o fluxo menstrual está moderado ou grande, pois isso permite que o absorvente interno deslize com mais facilidade. Outra dica é colocar um pouco de lubrificante íntimo na ponta do absorvente interno para facilitar sua aplicação.

Importante: Uo mais importante é usar o absorvente interno de acordo com seu fluxo menstrual. Não use um maior ou mais absorvente para um fluxo pequeno, e use somente quando estiver menstruando.

Estou nervosa! O que devo fazer para facilitar a aplicação do absorvente interno?

Não há muito segredo na hora de colocar o absorvente interno, basta seguir as instruções que estão na caixa. Antes de começar, tente relaxar. Quando se está nervosa, os músculos ficam tensos, o que torna muito mais difícil inserir o absorvente interno.

Conhecer um pouco do seu corpo também facilita. É uma boa ideia usar um espelho para ver sua vulva ou área externa, que é toda a parte de fora do órgão genital feminino.

A uretra que é por onde sai o xixi, o ânus e, entre eles está a abertura vaginal. É nela que deve ser inserido o absorvente interno. É normal sentir nervoso pela primeira vez que se usa um absorvente interno, mas com o tempo e a prática se torna extremamente fácil.

Como colocar um absorvente interno sem aplicador?

A forma de introduzir o absorvente interno não é nenhum mistério, mas para algumas mulheres pode ser um momento de dificuldade. O uso do aplicador é exatamente para isso, para facilitar a introdução, mas caso não tenha um, siga algumas dicas para conseguir sem problemas.

  • Lave as mãos com água e sabão. Com as mãos secas, desenrole o absorvente interno. Caso derrube o absorvente no chão, jogue-o fora imediatamente e comece novamente com um novo. O absorvente interno deve estar completamente selado em plástico. Caso contrário, não utilize, pegue outro e desembrulhe com mãos limpas.
  • Siga as instruções da caixa
  • Puxe a corda para certificar-se de que está firmemente presa ao absorvente interno.
  • Sente-se ou fique em uma posição confortável. Algumas mulheres preferem colocar uma perna sobre a tampa do vaso sanitário ou na borda da banheira, enquanto outras preferem agachar-se ou deitar-se. Depois de encontrar uma posição confortável, segure o absorvente interno com o polegar e o indicador, certifique-se de que a cordinha esteja visível.
  • Com a outra mão, abra os lábios (as dobras da pele ao redor da abertura vaginal) e posicione o absorvente interno na abertura vaginal.
  • Empurre suavemente o absorvente interno para dentro da abertura, visando a parte inferior das costas.
  • Uma vez que o absorvente interno estiver dentro da vagina, use o dedo médio para empurrá-lo. O dedo deve ser inserido quase inteiro no canal vaginal.
  • Certifique-se de que a cordinha esteja fora da sua abertura vaginal. Mais tarde, quando estiver pronta para remover, segure a cordinha e puxe-a suavemente para baixo até que o absorvente interno saia completamente.
  • Não se esqueça de lavar as mãos antes e depois de colocar e remover um absorvente interno.

Se o absorvente interno é colocado de maneira correta, não se deve sentir nenhum incômodo. Mas, se caso sentir qualquer desconforto, é possível que o absorvente tenha sido inserido incorretamente ou não está tão fundo na vagina.

Se isso acontecer, basta remover o absorvente interno e começar novamente com um novo. Entenda que a prática é que traz a perfeição. Se não conseguir na primeira tentativa, a segunda provavelmente será bem melhor. Em vez de ficar frustrada e desistir, relaxe e tente novamente!

E se eu ainda não tiver sucesso?

Se não conseguir colocar um absorvente interno após várias tentativas, marque uma consulta com o ginecologista. Um dos motivos para que não se consiga colocar um absorvente interno é que, mulheres virgens podem nascer com uma abertura muito pequena no hímen, o que impede a colocação do absorvente interno.

Isso acontece em cerca de 2% das adolescentes, mas pode ser um problema. Outro motivo pode ser o vaginismo (contração involuntária dos músculos pélvico) que não permite a inserção adequada do absorvente interno.

Posso ir para a piscina ou praia usando um absorvente interno?

Sem dúvida! Se aprender o jeito certo de usar, o absorvente interno pode ser um grande aliado. A recomendação é que quando esteja na praia ou piscina, que não ultrapasse o período de troca. No mais, pode usar aquele maiô ou biquíni sem medo.

Importante: O tempo de uso deve ser levado a risco não só visando o risco de escape de fluxo, mas sim de não contrair infecções pelo longo uso.

Riscos do Uso Incorreto do Absorvente Interno

O uso incorreto do absorvente interno pode acarretar em alguns problemas, um deles é a síndrome do choque tóxico. A síndrome do Choque Tóxico (em inglês Toxic Shock Syndrome) é uma doença rara, mas que pode ser fatal se não descoberta a tempo, e está associada principalmente ao uso de absorventes internos.

O absorvente interno em si não causa a TSS, a principal responsável pela síndrome é a bactéria Staphylococcus aureus, que em contato direto com o corpo começa a produzir toxinas.

O que acontece é que, desde sua criação, os absorventes mudaram a sua composição. De ingredientes naturais, como o algodão, as marcas passaram a usar ingredientes sintéticos, como plástico, carboximetilcelulose (CMC) e rayon. Essas fibras sintéticas, utilizadas para aumentar a absorção do absorvente, formam um ambiente ideal para a proliferação de bactérias.

Como Diminuir o Risco da Síndrome do Choque Tóxico

  • Tenha cuidado ao colocar o absorvente interno. Lave as mãos antes de inserir ou removê-lo. Observe se as unhas não são grandes ou irregulares para evitar ferimentos na pele).
  • Troque o absorvente interno a cada 4 ou no máximo 6 horas.
  • Escolha a absorção correta. Use absorvente interno de tamanho menor quando seu fluxo for mais leve.  A TSS ocorre mais frequentemente quando se utiliza absorventes com máxima absorção. Não utilize estes, a menos que seu fluxo menstrual seja muito forte.
  • Alternar entre o absorvente interno e o externo. Tente usar os externos durante a noite e os internos durante o dia.
  • Não use absorvente interno para absorver nada além do fluxo menstrual. Insira apenas quando o sangue menstrual estiver presente.

Os sintomas do TSS podem ser similares à gripe, portanto fique atenta se sentir um mal-estar como de uma gripe enquanto está no seu ciclo e fazendo uso de um absorvente interno, esses sintomas podem ser sinal de TSS. Caso contrário, pode significar que há outra infecção. De qualquer forma, deve consultar um médico.

Sintomas da Síndrome do Choque Tóxico

Os sintomas de TSS podem ocorrer repentinamente, durante a menstruação.

  • Esteja ciente deles, que não precisam estar presentes ao mesmo tempo.
  • Sintomas gripais (dores musculares, dor de cabeça, vermelhidão dos
  • olhos, boca e garganta
  • Febre alta repentina (39 ° C ou mais) Tonturas, desmaios ou vertigem
  • Confusão mental Vômito
  • Erupção cutânea que se parece com queimadura solar (a descamação da pele pode ocorrer dias mais tarde)
  • Diarreia

Caso sinta alguns desses sintomas enquanto estiver usando um absorvente interno, remova-o imediatamente e entre em contato com o médico ou vá diretamente à emergência o mais breve possível.

Opções Alternativas Para Quem não Deseja Usar Absorvente Interno

Se decidir não usar absorvente interno, existem outros produtos disponíveis para o mesmo fim. Esses produtos incluem opções descartáveis e reutilizáveis.

Descartável:

  • Absorvente externo
  • Absorvente orgânico (feito a partir de algodão 100%)

Reutilizável:

Curiosidades sobre o absorvente interno

  • Os primeiros absorventes internos foram feitos de ervas daninhas, lã e papiro.
  • Algumas mulheres americanas e europeias usaram fraldas para parar seu fluxo antes da Primeira Guerra Mundial.
  • Até  a  década  de  1970,  os  absorventes  internos  e  a  menstruação raramente eram discutidos em público para preservar a reputação da mulher.
  • Uma mulher usa 16.800 absorventes internos em sua vida As mulheres chinesas não usam absorvente interno
  • Lembre-se: usar absorvente interno é uma decisão pessoal com a qual você deve se sentir confortável e fazer sozinha!

Veja Também: Alergia a Absorvente – O que Fazer?

Fotos: Gsvadds, Winkpass Creations