Uma das dúvidas frequentes de quem está prestes a ter seu primeiro filho, é sobre o absorvente pós-parto. Quantos usam? Qual marca comprar? Ate quando usar? É realmente necessário? Então vamos elucidar todas essas dúvidas das mulheres que estão se preparando para o momento mais emocionante da vida!

É fato que todas as mulheres têm fluxos menstruais diferentes umas das outras, e na menstruação pós-parto é assim também. Algumas mulheres podem ter ciclos maiores que outras após o parto, e o segredo é saber quando e como usar os absorventes pós-parto.

O que é Absorvente Pós-Parto?

O absorvente normal é um adequado para fluxos moderados a menor. Já o absorvente noturno aguenta um pouco mais, por ser mais longo que o absorvente normal e também conter mais gel para absorver o sangue. Por isso, ele é indicado também para fluxos um pouco maiores e inclusive pode ser usado tranquilamente no pós-parto. Porém a indústria do ramo, já colocaram no mercado várias opções de absorventes ainda maiores que os noturnos.

O absorvente pós-parto é um absorvente bastante grande para aguentar o volume teoricamente maior que viria após o parto, principalmente o parto normal. Ele cujo seu tamanhopega desde o meio das nádegas até a parte superior da pelve. A sua grossura é também maior do que os absorventes comuns. Algumas marcas se assemelham ao forro da fralda para adultos. Aliás, alguns deles são a própria fralda, porém com algumas alterações.

Importante: fraldas para adultos são frequentemente utilizadas na maternidade. Além de práticas para as enfermeiras que cuidam da mulher que deu a luz recentemente, elas são bastante grandes e conseguem segurar o sangramento com coágulos das primeiras horas

Como Escolher o Absorvente Pós-Parto

Para escolher o absorvente pós-parto ideal ainda no primeiro parto é um tanto quanto complicado. Você não saberá quanto irá menstruar após o parto, e também não saberá se realmente será preciso usar o absorvente maior. Porém, o absorvente maior é necessário estar presente na mala maternidade da mamãe, a não ser que o hospital forneça o item (normalmente a maternidade fornece uma lista onde diz o que fornece ou não para mamãe e bebê). O fluxo menstrual tende a ser muito grande após o parto normal, ainda mais que no parto cesárea. Isso porque o parto cesariano terá grande parte do sangue retirado na hora da retirada da placenta, enquanto o parto normal irá expelir o restante do sangue através da vagina com desprendimento natural. Portanto podemos concluir que teoricamente mulheres que terão ou tiveram parto normal, irão precisar mais do absorvente pós-parto que outras mulheres que tiveram o parto cesárea.

O tipo de parto irá ajudar a decidir se o absorvente pós-parto, aquele mais grosso e maior será necessário, porém é sempre bom ter alguns de reserva em casa por segurança. O maior fluxo geralmente é nos três primeiros dias após o parto, portanto não adianta fazer estoque do absorvente maior, mas algumas unidades são sempre boas, ainda mais em períodos em que a mulher precisar se ausentar de casa. O absorvente tradicional para pós-parto são os estilos Modes sem abas, grossos e bastante longos. Eles são ótimos também!

O Absorvente Noturno dá Conta? ExistemAlternativas?

Sim, porém a frequência da troca é muito maior. O absorvente noturno é uma mão na roda já naqueles dias em que não é tão necessário se prevenir quanto a vazamentos. Sim, pode-se levar absorventes noturnos para a maternidade, em relação a quantidade de pacotes, digamos que 2 para os 3 primeiros dias, isso será o máximo que utilizará.

Porém há quem queira, goste ou opte por usar calcinhas descartáveis que já vem com o absorvente acoplado. Estas calcinhas são bastante parecidas com as fraldas adultas, porém com um visual mais enxuto, não faz tanto volume como a fralda convencional. Estas calcinhas descartáveis podem ser adquiridas em pacotes unitários ou com oito unidades, e é certamente um grande aliado da puerperante. O tecido delas é bastante fino e em algumas marcas mais especialistas como a Plenitude, vestem muito bem sem machucar a cicatriz de cesárea caso haja, pois, o cós é bastante alto. Também existem marcas alternativas deste mesmo modelo de calcinha, a Tena.O tamanho deve ser escolhido de acordo com o peso, sempre lembrando que estará inchada e que precisará de um tamanho maior do que o indicado para não apertar e incomodar.

Veja Também: Calcinha Pós-Parto – Qual a Melhor a Usar?

Foto: Ilithia