São constantes os boatos que surgem de que determinado medicamento ou planta pode ajudar a limpar o útero, a melhorar a fertilização, entre outras coisas. Muitos desses boatos não passam de mitos que são contados boca a boca e acabam se tornando uma verdade sem serem.

Mas existem também os casos verídicos, de medicamentos que realmente ajudam em determinadas situações e que podem fazer bem. Como sabemos que é difícil de identificar quais são os boatos verdadeiros ou não, vamos falar hoje especificamente sobre um que é: A água inglesa. Mas no que ela realmente ajuda a mulher? Pode-se tomar água inglesa para limpar o útero? É sobre isso que o texto irá falar.

O que é Água Inglesa?

Água inglesa é um produto natural que pode ser facilmente encontrado em farmácias de manipulação e que é feito à base de algumas ervas como a canela da china, quina amarela, losna, camomila, calumba, carqueja amarga, entre outras. O produto tem um gosto amargo e que desagrada a maioria das pessoas.


Foi desenvolvido com o objetivo primário de estimular o apetite e facilitar a digestão das pessoas que o consomem. Porém, esse processo de estimulação fez com que muitas pessoas associassem a limpeza do organismo com uma certa “limpeza” do útero também, facilitando assim uma mulher a engravidar. Mas será que isso é realmente verdade?

Ela Realmente Limpa o Útero?

A água inglesa é um produto bastante poderoso no que diz respeito a limpar o organismo. Além de fazer bem para o sistema digestório, ela também ajuda na cicatrização interna e em doenças como a endometriose e a infecção urinária.

O útero é um dos órgãos que também recebe essa limpeza quando o corpo entra em contato com a água inglesa. O ato de tomar água inglesa para limpar o útero é recomendado por médicos, inclusive, no pós-parto e também em casos de aborto, para que o corpo da mulher possa eliminar mais facilmente as toxinas que possam ter ficado nela.

Água Inglesa Ajuda a engravidar?

Dito isto, é bastante comum associar toda essa limpeza com uma ajuda para uma mulher engravidar mais rápido. Ressaltamos aqui que não há nenhuma comprovação científica que comprove que a água inglesa interfere de alguma maneira na fertilização, ou seja, por mais que ela limpe o útero, não há como provar que isso de fato vai ajudar uma mulher a engravidar.

Por outro lado, é de conhecimento geral que há mais chances de ocorrer a fecundação quando o útero está livre de toxinas e totalmente limpo. Sintetizando as informações, não é possível afirmar que a água inglesa aumente as chances de uma mulher ter um bebê, no sentido de não produzir nada que seu corpo já não produzia antes.

Porém, ela com certeza é um componente que pode ajudar o corpo de uma mulher que já está preparado para a fecundação. Então, de certa forma, sim, a água inglesa ajuda a engravidar.

Como Tomar a Água Inglesa?

A recomendação geral, que geralmente vem na bula desse produto e também é o discurso dos médicos, é que se tome 30ml do produto três vezes ao dia antes das refeições.

Esse é o procedimento usado também nos casos de aborto e pós-parto, quando necessário. É recomendado também, quando o intuito é tomar água inglesa para limpar o útero, utilizar o medicamento por apenas 7 dias, sendo o primeiro o mesmo dia em que a menstruação inicia.

Apesar de essas recomendações serem de conhecimento geral, é muito importante que você tenha acompanhamento médico para que não ocorra nenhum efeito colateral ou alteração no seu organismo.

Lembre-se que existem certas contraindicações para esse produto, além de ele também poder estar se misturar com outras substâncias dentro do seu organismo, como remédios para tratamentos de hormônios, que também podem gerar algum efeito.

Água Inglesa Ajuda a Fazer a Menstruação Descer?

Não. Esse é um mito que foi criado provavelmente por conta dos poderes que a água inglesa possui. É verdade sim que ela deve ser ingerida assim que a menstruação começa a ocorrer para que a limpeza do útero seja feita de forma correta e para que a mulher tenha mais chances de engravidar.

O que também acontece, em alguns casos, é a coincidência de certos fatores como a ingestão da água e a cessão da pílula anticoncepcional, o que pode fazer com que o fluxo menstrual aumente.

Muitas vezes, quando uma mulher faz o uso contínuo da pílula anticoncepcional, sua menstruação é inibida e o fluxo diminui. Quando ela começa a tentar engravidar, parar de tomar a pílula é um dos primeiros passos, o que já pode fazer com que esse fluxo volte ao normal.

A ingestão da água inglesa para limpar o útero, como já dissemos anteriormente, pode fazer com que diversas toxinas saiam de seu organismo e, dessa maneira, fazer com que elas saiam junto com o sangue da menstruação, o que dá a impressão de que o produto fez com que a menstruação descesse.

Esse tipo de confusão é bastante comum e compreensível, mas é necessário entender que, apesar de existir a possibilidade de o fluxo menstrual aumentar por conta da ingestão da água inglesa, isso não quer dizer que ela faz a menstruação descer.

Água Inglesa pode causar Aborto?

Não há nenhuma evidência científica que comprove que um aborto possa ser causado por conta da ingestão da água inglesa. Porém, é recomendado pelos médicos que a mulher não use a água inglesa durante a gravidez de forma alguma, pois, mesmo que não haja provas cientificas, as chances de a água inglesa causar aborto são reais.

Contraindicações da Água Inglesa

Além das gestantes que já citamos, há outras contraindicações da água inglesa. Elas são para pessoas com:

  • Gastrite
  • Síndrome do intestino irritável
  • Úlceras
  • Hiperacidez estomacal
  • Mal de Parkinson
  • Hepatopatias

Tomar uma medicação, mesmo que seja natural, apenas porque você deseja engravidar pode ser algo perigoso. Por isso é sempre importante saber não só quais são os benefícios, mas também quais são as contraindicações e quais os efeitos que esse medicamento tem em seu corpo.

No caso da água inglesa, por exemplo, são diversos os benefícios que você pode ter, como a limpeza do útero que pode ajudar na fertilização, mas também há as contraindicações e elas precisam ser levadas a sério. Conversar com um médico sobre o assunto é sempre recomendado, pois assim você pode ter certeza se deve ou não realizar determinado procedimento.

Por isso, nunca tome decisões precipitadas, principalmente quando isso diz respeito ao seu corpo. Elas podem trazer consequências ruins e fazer com que seu esforço para resolver esse problema seja muito maior do que o que você teria para engravidar.

Veja Também: Top 10 Suplementos para Engravidar
Foto: pxhere