Muitas vezes é necessário intervenções médicas para realizar o sonho de engravidar. No entanto, muitas não sabem que há métodos naturais para dar um empurrão a mais nessa jornada. O chá de inhame é um ótimo aliado para engravidar, então fique com a gente para aprender qual seu uso e seus benefícios.

Como o inhame funciona?

O inhame é rico em fito-hormônios, ou seja, hormônios vegetais.

Um deles são os fitoestrogênios, versões mais leves do estrogênio. Esses fitoestrogênios inibem a produção de estrogênio dentro do corpo. Eles se adaptam a cada corpo,e funcionam especialmente em mulheres que produzem excesso de estrogênio.

O inhame também é rico em diosgenina, uma substância capaz de ajudar a equilibrar os níveis de progesterona do corpo. Juntos, esses dois compostos podem ajudar a equilibrar os hormônios, tanto em casos de excesso quanto de falta. Dessa forma, algumas mulheres podem a voltar a ovular, por exemplo. Em outros casos, é possível resolver o problema de fases lúteas curtas demais.

Desequilíbrios hormonais são comuns, e os fito-hormônios podem dar um empurrãozinho para alcançar o equilíbrio. Em alguns casos, o consumo de inhame pode ajudar a regular os ciclos menstruais.

Além dos benefícios para a fertilidade, a diosgenina também pode aliviar inflamações e amenizar doenças metabólicas como diabetes, obesidade e dislipidemia, além de melhorar a função do fígado.

Como Fazer e Como Tomar o Chá de Inhame Para Engravidar?

Quando se fala de inhame para engravidar, normalmente se fala do chá por sua praticidade. Mas o inhame para engravidar pode ser consumido das mais variadas formas: chá, elixir de inhame, purê e até cápsulas. As cápsulas de inhame são práticas para quem não gosta do sabor ou tem dificuldade em consumir a quantidade necessária do alimento todos os dias. Você pode adquirir suas cápsulas de inhame aqui, em nossa loja virtual.

Para aquelas que preferem fazer e tomar o chá de inhame para engravidar, ele deve ser tomado de uma forma bastante específica. O chá deve ser ingerido logo pela manhã, e é feito com a casca do inhame chinês, aquele mais cabeludinho. Além da casca ser repleta dos fito-hormônios, também é rica em diversas outras vitaminas.

Como fazer chá de inhame?

O chá de inhame deve ser feito com 1 copo de água e a casca de 1 inhame, fervidos por cerca de 5 minutos. A fervura é importante para liberar as propriedades benéficas da casca.

Quando tomar o chá de inhame?

Normalmente é necessário beber meio copo pela manhã e em jejum, próximo ao período fértil. Ou seja, para mulheres com ciclos de 28 dias, seria mais ou menos do 5º ao 13º dia do ciclo. Ou se é um ciclo de 30 dias, por volta do 7º ao 15º dia.

Quanto ao sabor, o chá de inhame não tem um gosto muito característico. Ele pode ser adoçado para ficar mais palatável, ou pode ser tomado naturalmente, gelado ou quente. No geral, também é indicado tomar a partir do primeiro dia da menstruação pelo prazo de uma semana, caso o ciclo seja irregular.

O inhame também pode dar uma força para o muco cervical. A qualidade do muco cervical depende do equilíbrio hormonal, especialmente do estrogênio. O muco deve ter uma viscosidade, textura e acidez específicos para que os espermatozoides sobrevivam e consigam nadar corretamente até o óvulo.

O chá de inhame pode ser tomado pela maioria das mulheres. No entanto, é importante observar possíveis efeitos colaterais em cada organismo, como diarreia, por exemplo. Também não é recomendável tomar o chá por mais que 3 meses consecutivos.

Uma outra opção é o purê de inhame, que pode ser feito com inhame cozido e espremido com leite e manteiga. Fica bem saboroso e é mais uma opção para adicionar este alimento ao dia a dia.

Vejam também: Histerosalpingografia – Exame de nome Esquisito mas Necessário

Foto: Artur Corumba