Férias escolares chegando e para quem costuma viajar com seus filhos neste período, a alimentação das crianças em viagens é uma das preocupações. Afinal saem totalmente da rotina e dificilmente conseguirão seguir o mesmo cardápio e hábitos. Mas como sair para se divertir sem fugir drasticamente da rotina alimentar das crianças?

Se for um bebê até 6 meses de vida que só se alimenta de leite materno, fica muito mais fácil. Já que é só oferecer o leite materno quando tem fome. O único cuidado é só se o bebê costuma passar mal e vomitar com o carro em movimento, mas fora isso os cuidados são muito menores. Para os maiores ou para aqueles que se alimentam na mamadeira, os pediatras alertam sobre a forma de armazenamento do leite já que é uma grande porta para adquirir bactérias. Jamais carregue a mamadeira já pronta para consumo, deixando para realizar o procedimento de preparo somente na hora que for oferecer ao bebê.  Dessa forma serão evitadas contaminações desnecessárias como a infecção intestinal na criança.

A mamadeira deve ser carregada sempre com água fervida e o leite em pó armazenado em outro recipiente separado. Existem alguns potinhos com divisórias onde a quantidade exata pode ser já separada no armazenamento. Dessa forma facilita bastante o preparo aonde seja o local que estiver. Não esqueça também de sempre levar uma garrafinha, copo ou até mesmo outra mamadeira com água mineral, manter o bebê sempre hidratado durante a viagem é essencial.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Para os alimentos sólidos, principalmente os que serão consumidos durante a viagem deve-se atentar-se ao usar alimentos que devem ser mantidos refrigerados. Pois estes em contato com o calor costumam estragar com facilidade, oferecendo grandes riscos de infecções. Uma opção para armazenar e carregar esse tipo de alimentos são as sacolas térmicas que mantem os alimentos frescos e na temperatura adequada por muito mais tempo. Só devemos tomar cuidado com o excesso desse tempo, que ao passar de um longo período pode ter risco oferecer o alimento. Uma dica é colocar uma garrafa com água congelada dentro da bolsa, que manterá os alimentos refrigerados por um período maior.

Um bom alimento para se carregar durante qualquer período de viagem, seja longo ou curto são as frutas.  Claro que devemos optar por aquelas de fácil consumo e que são fáceis de descascar. O suco também pode ser levado, em caixinhas costumam ser mais práticos ainda, se for suco natural deve ser consumido no mesmo dia. Porém tome cuidado ao oferecer a caixinhas nas mãos da criança, que no movimento do carro pode acabar se sujando toda. Se puder colocar em um copo com tampa, é a melhor forma de prevenir acidentes quando estiver tomando.

Se o período da viagem for ultrapassar horários de refeições como almoço e jantar, você pode levar as sopas e papinhas em potinhos. Existe a opção das papinhas industrializadas que servem como uma mão na roda nestes momentos “mais urgentes”. Bolachas, biscoitos e pães também podem ser servidos nos intervalos e lanches, sem maiores precauções.

O que Não Levar de Alimentos na Viagem

Como já informamos acima, alimentos que necessitam de refrigeração para se manter não são indicados para o consumo em viagens, principalmente se forem distantes. Pães são bem vindos, mas os frios não, assim como a maionese e o requeijão que expostos em altas temperaturas podem estragar com rapidez. Isso também vale para os iogurtes e pudins que são mantidos em geladeira, em sua grande maioria são feitos de leite em sua composição e oferecem grandes riscos de contaminação.

Lanches que contem ovos, tomates e derivados de leite devem ser cortados das opções. Dê preferencia a lanches rápidos, saudáveis e que não correrão risco de estragar até a hora de comer. Abrir mão do cardápio 100% saudável também é um saída e lembre-se uma vez ou outra não faz mal a ninguém e afinal curta o passeio, a viagem e seja feliz com seu pequeno!!

Não podemos descartar que nas paradas e durante as refeições nos dias de ferias, a família pode optar por restaurantes que oferecem em seus cardápios alimentos saudáveis e que não fujam tanto do costume alimentar da família. Férias não significa só comer bobagens e “enfiar o pé na jaca”!! Mas sair de vem em quando da rotina, faz um bem danado!

Veja Também: Dieta Vegetariana para Crianças – Saudável ou Arriscado?

Fotos:  Petr Kratochvil,  vikvarga