O trabalho de parto é o ápice de um processo esperado muito ansiosamente pela mãe. Após tantas semanas de transformações, dúvidas, problemas aparecendo e sendo resolvidos, é hora de finalmente ter o bebê. Mas se engana quem acha que o momento do trabalho de parto não é passível de dúvidas também. Algo que muitas mães e acompanhantes delas nessa jornada se perguntam é sobre a alimentação durante o trabalho de parto. Afinal, o que é permitido ou não? Até que ponto se alimentar nesse momento tão delicado faz bem ou faz mal? Essas e outras questões sobre o assunto serão tratadas no texto de hoje. Mas antes é necessário explicarmos exatamente como um trabalho de parto costuma ocorrer.

O que é o Trabalho de Parto?

O trabalho de parto nada mais é do que um conjunto de sinais da preparação do corpo da mulher para dar à luz. Apesar desses sintomas serem mais fortes em umas e mais fracos em outras mulheres, no geral, é bem fácil identificar quando se está em trabalho de parto. Alguns dos principais sinais de que isso está ocorrendo são:

  • Contrações – As contrações podem começar a acontecer muitos dias antes do verdadeiro trabalho de parto, na realidade. Deve-se ficar atenta ao intervalo entre elas. Quanto menor for o intervalo, mais perto do trabalho de parto você estará. É importante lembrar também que elas normalmente vêm acompanhadas de fortes cólicas que começam nas costas e terminam na barriga.
  • Ruptura da bolsa amniótica – Esse é um dos sinais mais evidentes de que uma mulher está em trabalho de parto. A quantidade de líquido amniótico que sai pode ser diferente de mulher para mulher, mas mesmo assim é possível perceber a diferença.
  • Perda do tampão mucoso – O tampão mucoso sai da vagina da mulher poucos dias antes de o bebê nascer. É um tipo de corrimento rosado quando sai, mas fez o importante papel de tampar o colo do útero durante a gravi

É Permitido Comer Durante o Trabalho de Parto?

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a ingestão de alimentos pela mulher durante esse período poderia fazer mal para ela e prejudicar o parto de alguma forma, mas estudos recentes apontaram exatamente o contrário. Não só é permitido comer durante o trabalho de parto, como é necessário. O que acontece é que ele pode durar muitas horas e exigir muita energia por parta da mulher.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Para que ela não se sinta extremamente cansada e fraca, é importante que ela se alimente bem durante esse tempo. Outra coisa muito importante que tem relação direta com a alimentação durante o trabalho de parto é a ingestão de água. Além de manter a mulher sempre hidratada, ir ao banheiro frequentemente ajuda o corpo para que o bebê nasça.

Qual é a melhor Alimentação Durante o Trabalho de Parto?

É claro que não são todos os tipos de alimentos que fazem bem à mulher durante o trabalho de parto, por isso separamos aqui alguns dos principais para você saber quais são as melhores opções de alimentação durante o trabalho de parto. Alguns dos principais alimentos são:

  • Pêra
  • Maçã
  • Cenoura cozida
  • Abobora cozida
  • Peixe
  • Frango
  • Torradas ou pães integrais

Como você pôde perceber, é importante dar preferência para alimentos leves e de fácil digestão, já que a barriga da mulher vai ser constantemente exigida nas próximas horas e fazer o estômago e o intestino trabalharem mais não é uma boa ideia.

O que Evitar Durante o Trabalho de Parto?

Exatamente pelo fato de que a mulher pode ter diversos tipos de desconforto por causa dos alimentos ingeridos, vários deles não são recomendados para a alimentação durante o trabalho de parto. Alguns deles são:

  • Massas
  • Carne vermelha
  • Chocolate
  • Frituras
  • Bolos

A ideia principal é evitar alimentos muito pesados ou gordurosos, já que eles podem causar cólicas muito grandes nas mulheres, além de exigirem muito mais do seu corpo durante o trabalho de parto.

É importante lembrar também que, depois que a mulher entra na sala de parto, ela não pode mais comer. É possível que o parto demore várias horas e estar bem alimentada para isso ajuda a dar forças e energia. O recomendado, então, é se alimentar antes de sair de casa para chegar no hospital preparada para o parto.

A Alimentação Pode Mudar com o Tipo de Parto?

Quando se fala na cirurgia cesariana, também surgem muitas dúvidas sobre alimentação. Nesse caso, a mulher deve ter um período mínimo de 6 horas de jejum, sendo que o ideal é até 8. Essa exigência é feita por conta da anestesia aplicada antes de a cirurgia ser feita, o que evita que a mulher possa ter alguma asfixia por conta da comida ingerida.

Vale reforçar que muitas vezes as mulheres não entram em trabalho de parto quando se faz cirurgia cesariana, já que se trata de um procedimento marcado com antecedência e que não atende necessariamente aos pedidos naturais do corpo.

O trabalho de parto é um momento mágico e com um significado muito grande para a mulher. Até por isso ela pode acabar esquecendo que é importante se manter alimentada e hidratada para se manter com energia. Energia essa, inclusive, que vai ser primordial para que o bebê venha ao mundo com mais facilidade.

Não se deve esquecer também de que não estar bem alimentada pode afetar o bebê de algumas formas e ninguém quer correr nenhum risco de prejudicar a saúde do seu filho nessa altura do campeonato. Ainda que existam restrições dependendo do tipo de parto que você terá, é importante saber de todas essas informações, já que elas serão úteis para toda mulher que passará por um trabalho de parto. No fim das contas, o mais importante é se manter bem, porque dessa forma o bebê também estará bem. E é isso que toda mãe quer.

Veja Também: Tempo de Internação em Cada Parto
Foto: Fotoshop Tofs