Em nossa sociedade, é sempre bom estarmos atentos aos fatores sociais e culturais que nos cercam. Eles servem de parâmetro para diversos movimentos que acabam surgindo, para as políticas que começam a ser adotadas pelos governos e até mesmo pelo que vemos nas televisões e ouvimos nos rádios.

Por outro lado, diversas doenças surgem a partir de fatores culturais e sociais, como é o caso da anorexia nervosa, ou simplesmente anorexia, que tem como uma de suas principais causas exatamente esses fatores.

O que é Anorexia?

A anorexia é um distúrbio alimentar, que tem como principal característica uma espécie de fixação da pessoa por seu próprio peso, fazendo que ela coma pouco ou até mesmo deixe de comer em muitos casos.

As consequências desse distúrbio podem ir desde problemas como anemia e desnutrição e até mesmo à morte, em casos mais graves. A anorexia está diretamente relacionada a causas psicológicas e possui tratamento e cura.

Causas da Anorexia

As causas da anorexia nervosa muitas vezes são desconhecidas. Apesar de conhecida desde 1869, os estudos sobre os distúrbios alimentares nunca foram pauta importante para a medicina e ganharam força apenas nos últimos 40 anos.

Sabe-se, porém, que fatores genéticos podem influenciar pessoas a desenvolverem a anorexia. Mas os grandes responsáveis sem dúvida são os fatores culturais e sociais que nos cercam e acabam exercendo pressão em algumas pessoas, fazendo com que encontrem dificuldades no que diz respeito à alimentação.

Anorexia é uma Doença Séria

É importante lembrar que a anorexia é uma doença séria e que precisa de tratamento profissional e não simplesmente vontade de não comer ou falta de fome. Muitas vezes, a falta de informação dos amigos e familiares da pessoa que desenvolveu o distúrbio, faz com que seu quadro se agrave ainda mais.

Fatores de Risco da Anorexia

Alguns grupos correm mais perigo de desenvolverem a anorexia nervosa. Vamos falar especificamente sobre cada um deles para que possamos entender porque a doença se desenvolve e quais são as melhores formas de trata-la. Os principais grupos de risco são:

  • Mulheres
  • Adolescentes
  • Baixa Autoestima
  • Distúrbios Psicológicos

Mulheres

Como já citamos aqui, os fatores culturais e sociais estão diretamente ligados ao desenvolvimento da anorexia em muitos casos. E como a cobrança por uma aparência adequada e que agrade os outros é historicamente maior em cima das mulheres, é natural que elas tendam a desenvolver a anorexia nervosa com mais facilidade.

Se o trabalho também exigir muito da aparência, como no caso de manequins e modelos, por exemplo, a obsessão pelo peso ideal pode acabar se transformando na doença também.

Adolescentes

A adolescência é uma fase cheia de dúvidas e incertezas sobre o próprio corpo e sobre a própria vida em geral. Por isso, muitos adolescentes, principalmente garotas insatisfeitas com o próprio corpo, acabam desenvolvendo a anorexia como uma tentativa de inclusão em algum grupo, o que é prejudicial tanto para a sua saúde física quanto para a sua vida social e sua saúde psicológica.

Baixa Autoestima

A falta de autoestima, principalmente causada pela insatisfação com o próprio corpo, pode fazer com que as pessoas desenvolvam a anorexia nervosa. É muito comum pessoas consideradas acima do peso desenvolvendo a doença como uma espécie de tentativa de fuga da própria realidade, o que também é prejudicial para a pessoa em diversos aspectos.

Distúrbios Psicológicos

Pessoas que possuem distúrbios como ansiedade e depressão podem acabar desenvolvendo a anorexia nervosa como uma consequência deles. O contrário também existe, com o desenvolvimento da depressão como uma consequência da anorexia.

No primeiro caso, as pressões sociais não são necessariamente um fator determinante, ainda que possam influenciar algumas vezes. Para que a doença seja tratada, as doenças que a originaram também precisam de tratamento, ainda que muitas vezes eles aconteçam simultaneamente.

Principais Sintomas da Anorexia

Os sintomas da anorexia vão além do que está no imaginário popular e podem ser altamente prejudiciais à saúde. Os principais sintomas são:

  • Recusa a manter o peso corporal em um nível considerável saudável
  • Sentir um grande medo de engordar
  • Ter uma imagem corporal distorcida e achar que está sempre acima do peso
  • Depressão profunda
  • Idas mais frequentes ao banheiro
  • Mudanças bruscas na alimentação
  • Recusar-se a comer perto de outras pessoas
  • Descalcificação dos dentes
  • Usar comprimidos para urinar e evacuar
  • Bulimia
  • Tendências suicidas

É claro que nem sempre um ou outro desses sintomas indica necessariamente um caso de anorexia nervosa. Por essa razão é sempre importante consultar um médico especialista para que se tenha um diagnóstico preciso da doença.

Diagnóstico da Anorexia

Perda de peso em excesso nem sempre significa um caso desse distúrbio alimentar, por isso é necessário que, durante os exames, sejam descartadas quaisquer outras possibilidades antes de se ter certeza de que se trata de um caso de anorexia nervosa.

É considerada com anorexia, uma pessoa que esteja 15% abaixo do peso ideal para sua idade e altura. Além do emagrecimento, sinais de desnutrição e outras consequências da doença são investigados pelos médicos para que o diagnóstico seja feito com precisão.

Um dos grandes problemas que a maioria dos médicos enfrentam é a negação da pessoa frente à sua condição, já que um dos sintomas da anorexia é exatamente ter uma imagem distorcida de seu próprio corpo, o que pode fazer com que o médico demore ainda mais para conseguir chegar a uma conclusão sobre a situação do paciente,

Tratamento da Anorexia

O tratamento da anorexia funciona de maneira multidisciplinar, o que significa que diferentes tipos de profissionais precisam atuar para que a pessoa seja curada. São eles:

  • Psicóloga
  • Nutricionista
  • Médico

O objetivo do tratamento é, primeiramente, fazer a pessoa aceitar a sua condição e perceber que precisa de ajuda. Paralelamente, a recuperação de peso é algo que precisa ser feito junto com o acompanhamento de uma nutricionista.

Em alguns casos, médicos podem receitar medicamentos para recuperar a química cerebral e, em casos mais graves, a internação é necessária. A anorexia é uma doença que atinge milhões de pessoas todos os anos e que pode trazer consequências desastrosas.

Assim como outros distúrbios psicológicos, ela deve ser encarada como uma doença séria, que existe independente da vontade da pessoa. Se a própria pessoa que desenvolve a doença tende a negar que a tem, quem está em volta tem a responsabilidade de ajudar. Esse é o primeiro passo para combater esse mal chamado anorexia.

Veja Também: IMC Infantil – Alerta Para as Mamães
Foto: Canon EOS 6D