Muitas mulheres têm essa dúvida, anticoncepcional na gravidez faz mal? O medicamento prejudica o bebê ou o bom andamento da gravidez caso ocorra a gravidez durante o seu uso? Na grande maioria das vezes, quando há uma falha no uso do anticoncepcional de 21 dias ou mesmo na injeção, pode causar a ovulação. Esse risco acontece, pois, a descontinuação dos níveis hormonais adequados pode permitir o inicio do processo ovulatório. Mas se a ovulação acontecer, o anticoncepcional na gravidez pode fazer mal para o bebê?

A resposta é não! Todos os anticoncepcionais são feitos à base de hormônios. Mesmo que sintéticos, eles são semelhantes aos produzidos pelo organismo. Em sua composição pode haver dois tipos de hormônios, a progesterona e o estrogênio. Por isso, não prejudicam o bebê e nem a gravidez em um curto espaço de tempo. Porém, não é aconselhável que a mulher permaneça tomando o anticoncepcional durante a gravidez e por períodos longos.

anticoncepcional e gravidez

O anticoncepcional na gravidez não prejudica o bebê.

Estudos recentes descobriram que o uso excessivo de hormônios durante a gravidez, pode afetar o crescimento do feto. Também podem afetar a formação do adequada dos órgãos reprodutores, principalmente em meninos. Os hormônios femininos podem alterar as características principais dos meninos, então o melhor a se fazer é sempre monitorar caso haja uma suspeita de gravidez. Apesar de seguros, os médicos sempre indicarão o uso da medicação após o primeiro dia de ciclo menstrual, para evitar situações como essas. Devemos lembrar que o período menstrual é contado a partir do primeiro dia de sangue vivo e não das borras, caso elas sejam praxe.

Mas podemos dizer que se uma mulher engravidar e permanecer sob o uso de anticoncepcionais sem que perceba a gestação, tem um risco em torno de 12% de prejudicar o bebê. Isto, em longos períodos de consumo da medicação em conjunto com a gravidez. Casos raros de mulheres que não percebem a gestação e permanecem com a forma contraceptiva ativa. Essas, com doses altas de hormônios como é o caso dos anticoncepcionais injetáveis. Ainda sim, o risco continua baixo, porém deve-se descontinuar o uso assim que desconfiar que possa haver um bebê em desenvolvimento.

Quando Desconfiar de Gravidez Mesmo Tomando Anticoncepcional?

Mulheres que tomam de forma errada o anticoncepcional tem maiores chances de ter ovulação e consequentemente, engravidarem durante o uso da medicação. A famosa falha na cartela, esquecimento da pílula ou da injeção, potencializam a gravidez e então a dúvida surge: anticoncepcional na gravidez faz mal? Se você é do tipo esquecida e deixou algum comprimido da cartela passar batido um período maior do que 12 horas, então corre sim o risco de ter engravidado. As relações de risco, são as que acontecem a partir de 5 dias da data da falha.

Porém, o mesmo quando o anticoncepcional na gravidez não faça mal, o melhor é evitar outras medicações que também são à base de hormônios como a cicloprimogyna por exemplo. Assim como a grande maioria dos anticoncepcionais, ela só deve ser tomada após o período menstrual acontecer. Isso garante que não tenha risco de ingestão desta medicação ou outras hormonais quando a mulher está gestante.

Outro medicamento à base de hormônios que podem prejudicar a gravidez, são os indutores. Se usados durante o inicio da gestação, são capazes de induzir um aborto devido à sua composição. Nunca tome indutores se não tiver menstruado adequadamente e na dúvida, procure o seu médico para verificar o que está acontecendo. Na dúvida se está usando anticoncepcional na gravidez? Então procure o seu médico para fazer um beta HCG e também um ultrassom se necessário.

Veja Também: Engravidar Tomando Anticoncepcional Pode Acontecer?

Foto: kygp