Meus Cuidados com os Bebês ao Chegar em Casa

Tinha uma visão tão romântica de como tudo ia acontecer, mas a realidade foi um chacoalhão! rs Não entendia nada de cuidados com o bebê, então tive que ir me adaptando. Lá na maternidade é tudo muito calmo e apesar de ser novidade, temos auxilio o bastante para nos sentirmos seguras. Tem enfermeira para todas as horas e elas sabem de todos os cuidados com o bebê, inclusive para o banho. Mas e quando chega em casa?

Parece que tudo vira de pernas pro ar! Onde estará aquele bebê calmo da maternidade? Hora de botar o instinto de mãe pra funcionar pessoal! Eu sei bem do que estou falando, afinal sou mãe de 3! Cada um deles reagiu de forma diferente ao chegar em casa, minha filha mais velha era muito calminha, apesar de ter que ficar internada nos primeiros dias, ela era muito tranquila, mas ai começaram as cólicas!! Com meu filho do meio foi mais estressante pois já havia minha filha mais velha e o ciúme pairava no ar! Além de ter a desconfiança de que ele pudesse ser alérgico, pois já que vivia com nariz entupido desde a maternidade. Já com a mais nova foi assim digamos mais calmo, mãe de 3ª viagem e tal, os cuidados com o bebê dessa vez foram mais tranquilos digamos assim, o único problema foi ficar sozinha no quarto após uma cesariana e com ela junto…

Como dizem por ai: primeiro filho de cristal, segundo de borracha e terceiro de ferro! Hahaha, claro que não é bem assim, mas quando o assunto é experiência aí sim faz sentido. Quando se é mãe de primeira viagem, tudo toma uma proporção gigantesca, no segundo já sabemos lidar com a situação e com o terceiro, qualquer que seja o problema é com pés nas costas! Aprendi os cuidados com o bebê na raça com minha primeira filha, morava longe de minha mãe e também da sogra e qualquer problema corria para o pediatra(não sei como ele me ague. Eu ficava a maior parte do tempo acordada e quando ela dormia corria para fazer as tarefas domésticas, resultado disso? Chegou um tempo que eu não me aguentava em pé!

Com meu filho esse assunto de dormir era uma combinação de malabarismo e mágica,  e com a mais nova agora então? Por incrível que possa parecer foi a chegada mais calma possível. Meus filhos mais velhos ajudaram a cuidar da irmãzinha, e minha mãe revezava comigo os cuidados com o bebê para que eu pudesse descansar um pouco pelo menos. Mas eu sei que nem todo mundo tem essa regalia, assim como eu não tive no primeiro parto, e o segredo? Durma quando o bebê estiver dormindo! Só assim dá pra aguentar o tranco de ter um bebê pequeno pra cuidar!Curta muito seu bebe, aproveite cada segundo, porque eles crescem muito mais rápido do que a gente gostaria e os cuidados com o bebê deixam tanta saudade….

Boa sorte e muita saúde!

Veja também: Choro de Bebe Recém-Nascido – Como Identificar o Motivo?