Não é incomum vermos casos de pessoas que precisam utilizar o famoso aparelho ortodôntico, seja por uma questão de saúde ou mesmo por uma questão estética. Mas como saber exatamente em que casos ele deve ser usado ou não? Existe um lado ruim de usar um aparelho desse tipo? Por quanto tempo uma pessoa deve usar? É possível que o processo seja indolor? Por conta de todas essas perguntas que são bastante comuns em torno do assunto, reunimos no texto de hoje todas as informações que você precisa para conhecer com mais profundidade o aparelho ortodôntico. Portanto, se o assunto é do seu interesse, leia agora!

O que é o Aparelho Ortodôntico?

Antes de mais nada, é importante esclarecermos sobre o que estamos falando. O aparelho ortodôntico, também conhecido como aparelho dentário, aparelho dental ou aparelho de dente, é um tipo de aparelho utilizado por dentistas para corrigir diversos problemas que estão relacionados com a formação dos dentes. Tais problemas podem estar relacionados com a saúde da pessoa, como quando ela possui dificuldades para mastigar, por exemplo, ou mesmo com questões estéticas, quando uma pessoa deseja ter um sorriso mais alinhado.

Existem diversos tipos de aparelhos ortodônticos, mas o que é mais utilizado pelos dentistas e mais comum de vermos em nosso dia a dia é um composto por algumas peças:

  • O fio ortodôntico, que liga todos os dentes para corrigir as más formações
  • Os braquetes, que são pequenas peças que atuam para movimentar e reposicionar os dentes, quando necessário
  • As bandas, que servem para manter os dentes em uma determinada posição, principalmente os molares; as famosas borrachinhas, conhecidas por poderem ter diversas cores e
  • Os elásticos, que são usados apenas em alguns casos específicos.

Não importa qual seja o motivo, a verdade é que esse tipo de aparelho costuma ser uma arma bastante eficiente para corrigir certos problemas e fazer, de movo prático, com que má formações sejam solucionadas de uma maneira relativamente fácil.

O Surgimento do Aparelho Ortodôntico

Há mais de 200 anos atrás, no ano de 1819, o médico francês Gaston Delabarre inventou o primeiro fio metálico que ligava os dentes, muito baseado em estudos de médicos anteriores que já falavam sobre a má formação de dentes. Porém, a popularização do aparelho dentário como conhecemos hoje em dia demorou para ocorrer. Foi apenas na metade do século passado que dentistas desenvolveram o aparelho que contava com barquetes, o fio de aço e também com as bandas que ligam as outras peças.

Até meados da década de 70, o uso do aparelho ainda era algo visto como muito complicado, tanto por questões práticas quanto por questões sociais, já que o objeto possuía extensões para fora da boca, o que inibia muitas pessoas de o usar. Após o advento do aparelho da forma como é conhecido hoje em dia, os estudos nesse sentido avançaram bastante, tendo surgido diversos outros tipos de aparelhos ortodônticos que possuem funções mais específicas, além de também serem cada vez mais discretos.

Quem precisa usar o Aparelho Ortodôntico?

Como já citamos anteriormente, o uso do aparelho ortodôntico pode se dar por diversos motivos, desde problemas que afetem diretamente a mastigação e a respiração de uma pessoa até questões puramente estéticas. Alguns dos principais problemas que levam uma pessoa a ter que usar um aparelho dental são:

  • Mordida cruzada
  • Mandíbula desalinhada
  • Mordida aberta
  • Dentes separados

É claro que o aparelho ortodôntico pode ser usado em diversos outros casos, mas esses com certeza correspondem à grande maioria deles.

menina de aparelho

Por quanto Tempo deve-se usar o Aparelho Ortodôntico?

Essa é uma questão que não possui uma resposta objetiva, uma vez que cada caso exige um tipo de tratamento diferente, além de poderem ser usados aparelhos e até mesmo peças diferentes, dependendo do tratamento.

Entretanto, é possível termos uma média do uso. Um problema considerado “comum”, como a mordida cruzada, por exemplo, pode levar entre 18 e 20 meses para que seja alinhada. É claro, que, dependendo do caso, esse tempo pode ser maior ou menor. No entanto, o mais comum é que não se use o aparelho ortodôntico por menos de 8 meses e nem por mais de 30 meses.

Usar Aparelho Ortodôntico dói?

É importante ter em mente que, ao colocar um aparelho ortodôntico, ele agira em seus dentes para realinha-los e muda-los de local. Isso, inevitavelmente, pode causar certo desconforto e até mesmo dores em alguns casos. Porém, o mais comum é que essas dores ocorram apenas nos primeiros dias, quando a boca do paciente ainda não está acostumada com a tensão que o aparelho impõe.

Essa dor tende a diminuir com o tempo. Portanto, se esse é um medo que você possui, não se preocupe. Uma pessoa que utiliza um aparelho ortodôntico pode levar uma vida totalmente tranquila e sem dores. Vale ressaltar que quando os primeiros aparelhos da maneira que conhecemos foram criados, em meados da década de 1950, a dor costumava ser mais intensa.

Cuidados ao usar um Aparelho Ortodôntico

Apesar de você poder levar uma vida tranquila e sem dores, o uso do aparelho ortodôntico exige alguns cuidados especiais para que você não tenha outros problemas. Tais cuidados são:

  • Evitar comer alimentos muito duros e, consequentemente, quebrar alguma peça do aparelho
  • Lembrar de também escovar o aparelho na hora de escovar os dentes
  • Fazer bochecho antes e depois da escovação para manter o aparelho limp
  • Visitar seu dentista regularmente para que a manutenção possa ser feita de maneira correta
  • Evitar pancadas na região da boca, uma vez que o aparelho pode fazer com que você se machuque ainda mais
  • Evitar colocar objetos na boca como canetas, por exemplo, que podem acabar quebrando alguma peça
  • Evitar comer alimentos pegajosos como chicletes e caramelos

Todas essas são atitudes simples, mas que fazem toda a diferença para que seu aparelho não sofra nenhum tipo de dano e para que o seu tratamento seja realmente um sucesso.

Usar aparelho ortodôntico é algo extremamente comum nos dias de hoje, mas, como demonstramos aqui, ele nem sempre foi muito bem aceito por todos. A verdade é que, com os avanços da tecnologia e dos estudos odontológicos, a utilização desse tipo de aparelho se tornou algo muito mais confortável, fácil de ser mantido e também mais barato, o que é muito importante para que mais pessoas tenham acesso a ele. Cuidar de seus dentes é também cuidar de si mesmo. Portanto, se um dentista recomenda o uso do aparelho, é importante levar essa recomendação a sério para evitar problemas maiores no futuro.