Os ossos são as estruturas que mantém os nossos corpos em movimento, pensando nisso, também pensamos logo que nós usamos os nossos ossos muito todos os dias durante toda a nossa vida. E se gastamos tanto, certamente uma hora eles acabam tendo problemas, principalmente quando não nos cuidamos direito, mas não apenas. É o que acontece com a artrite, doença que acomete principalmente a terceira idade, mas que também pode afetar outras pessoas. Mas como tratar esse mal? Primeiramente, precisamos saber exatamente o que é a doença.

O que é Artrite?

Ao contrário do que muitos pensam artrite não é apenas uma doença. É o nome dado a diversos problemas. Inflamações que atrapalham a movimentação de uma pessoa. Essas inflamações normalmente afetam as juntas do corpo, mais especificamente as cartilagens que lá estão, fazendo com que os nossos ossos se desgastem e causem problemas maiores.

Esse tipo de doença que atinge muito mais mulheres do que homens, na maioria pessoas idosas. Não existe cura para esse tipo de inflamação, mas existem formas de controlar a artrite para que ela não cause danos muito grandes em nossas vidas.

Tipos de Artrite

Como já falamos anteriormente, não se trata apenas de uma doença, mas de diversos tipos de inflamações, por isso existem muitos tipos de artrite. São eles:

  • Artrite Reumatoide
  • Osteoartrite
  • Artrite Piogênica
  • Artrite Degenerativa

Vamos falar mais profundamente sobre cada um desses tipos de artrite para entendermos melhor quais são os seus efeitos em nossos corpos e quais são as diferenças entre eles.

Artrite Reumatoide

É uma doença causada por conta do sistema imunológico. Ela ataca as cartilagens de uma pessoa, causando inchaço e vermelhidão, além de também causar a dificuldade de movimentos em diversas situações.

Osteoartrite

Esse tipo de artrite é muito comum e pode ter diversas causas: Excesso de peso, alguma lesão, pré-disposição genética ou mesmo o desgaste natural das cartilagens. Ela também causa muita dor e dificuldade na movimentação por conta da decorrência da rigidez nos ossos da pessoa afetada.

Artrite Piogênica

Causada por bactérias, é o tipo de artrite que mais pode trazer problemas para a pessoa que a possui e, por conta disso, seu tratamento precisa ser intenso desde o início. Ela atinge principalmente os joelhos e os ombros, causando dor intensa, mas são menos comuns em juntas como cotovelos e tornozelos.

Artrite Degenerativa

Esse tipo de doença causa o crescimento dos ossos e, consequentemente, muitas dores na movimentação. Afetando principalmente os joelhos, as coxas e a coluna espinhal, a artrite degenerativa é uma doença crônica.

Causas da Artrite

Como existem muitas formas de a artrite se manifestar, também existem diversos fatores que podem causar esse tipo de doença. As principais causas da artrite são:

  • Movimentos repetitivos – Como treinos realizados em excesso, o que acaba comprometendo as articulações.
  • Sobrepeso – A obesidade é um dos fatores que pode fazer com que as juntas se desgastem, causando problemas como a artrite.
  • Pré-disposição genética – É comum que a doença se desenvolva mais em pessoas que são geneticamente propensas a desenvolve-las. Até por isso, a prevenção deve ser feita de maneira mais rígida nesses casos.
  • Traumas – A pessoa que sofreu algum tipo de lesão que afetou uma ou mais de suas juntas pode acabar desenvolvendo a artrite mesmo que posteriormente.

Sintomas da Artrite

Apesar de existirem muitos tipos de artrite, alguns sintomas são comuns a todos eles e podem te ajudar a identificar se você está sofrendo da doença. Os principais são:

  • Fortes dores nas juntas
  • Inchaço nas articulações
  • Vermelhidão na região das articulações
  • Dificuldade e dores ao se movimentar
  • aa

Apesar de a aparição desses sintomas não sinalizar diretamente que você possui artrite, eles podem ser um sinal para que você procure um médico para que o diagnóstico correto seja feito.

Como é Feito o Diagnóstico?

O médico ortopedista é o responsável por dar o diagnóstico e confirmar se uma pessoa realmente possui artrite. A primeira coisa que um médico faz nesses casos é analisar a estrutura óssea da pessoa, através de sinais clínicos e exames de raio-x.

Em alguns casos é necessário que seja feita uma ressonância magnética ou uma tomografia computadorizada. Ainda assim, o diagnóstico só é dado após uma combinação desses exames e uma conversa entre médico e paciente para que suas queixas sejam entendidas corretamente.

Fatores de Risco

Existem alguns grupos que correm mais risco de desenvolver a artrite do que outros. Os principais fatores de risco para essa doença são:

  • Mulheres, já que a doença atinge muito mais elas do que os homens.
  • Lesões e traumas constantes podem fazer com que você desenvolva algum tipo de artrite.
  • Pessoas nativas das américas costumam sofrer mais da doença do que outros tipos.
  • Pessoas brancas costumam ter mais artrite do que orientais e negros.
  • Obesidade é também um fator de risco.
  • Histórico familiar, já que a pré-disposição genética é uma das causas da doença.

Como é Feito o Tratamento da Artrite?

O tratamento desse tipo de doença é feito através de fisioterapias e de medicamente controlados indicados pelo médico. Cada caso específico vai exigir um tipo de remédio e um tipo de fisioterapia, sempre visando a causa da doença. A principal função do tratamento da doença acabar com as dores, ou pelo menos diminuir, já que não existe cura para a artrite.

Como Prevenir a Artrite?

Como já citamos anteriormente, são diversas as causas que podem levar uma pessoa a desenvolver a artrite. E muitas delas podem ser controladas, pelo menos parcialmente, para evitar que a doença te atinja. Algumas das principais formas de prevenir a artrite são:

  • Fazer alongamentos
  • Ter uma alimentação balanceada com frutas, verduras e legumes
  • Praticar exercícios regularmente e da forma correta
  • Manter-se sempre hidratada

Quando essa doença não é tratada, diversas consequências podem ocorrer, fazendo com que atividades simples se tornem incômodas e te obrigando a mudar de estilo de vida, algumas vezes radicalmente. A boa notícia é que é sempre possível tentar reverter esse quadro, realizando um tratamento correto indicado por um médico ortopedista e mantendo a vida saudável.

A prática de exercícios como a caminhada e a hidroginástica é um exemplo de como ajudar a combater os maus que a artrite traz consigo. Mas atenção, não tente se esforçar demais ou o quadro clínico pode acabar piorando. Conviver com a artrite é possível e, mesmo que ela não tenha cura, ela pode não atrapalhar muito sua vida. Realize o tratamento de maneira correta e mantenha bons hábitos de vida para que essa não seja uma grande pedra no seu sapato.

Veja Também: Intoxicação Alimentar na Gravidez – É Perigoso?
Foto: Tim Ross