Quando falamos em infertilidade, podemos imaginar diversos casos tanto de mulheres quanto de homens, onde algum problema aconteceu para o casal não conseguir ter filhos mesmo sem nenhum tipo de uso de contraceptivos. Para as mulheres, por exemplo, doenças como endometriose e mioma podem tornar a mulher incapaz de se reproduzir e já para os homens, pode surgir por doenças como varicocele, tabagismo, obesidade e também azoospermia.

Na maioria das vezes, o problema com a infertilidade masculina é a baixa produção de espermatozoides, que impossibilidade a fecundação. Os fatores para que essa baixa produção ocorra são muitos, mas um dos mais conhecidos é a azoospermia.

O que é Azoospermia?

A azoospermia é exatamente a ausência de espermatozoides no sêmen de um homem ou a baixa produção deles. Ela pode indicar um problema na produção dos espermatozoides, no armazenamento deles dentro do órgão reprodutor masculino, ou ainda em sua distribuição, ou seja, no caminho deles até a uretra do homem.

A vasectomia, cirurgia feita para que o homem não possa mais se reproduzir, funciona de uma forma muito parecida e pode ser considerado um tipo forçado de azoopsermia, já que o canal para a distribuição dessas células é bloqueado da mesma forma. Ter essa condição não significa necessariamente que um homem não pode se reproduzir, mas as chances tendem a serem menores.

Tipos de Azoospermia

Por ser um problema que pode ocorrer em fases diferentes do sistema reprodutivo masculina, a azoospermia pode ser classificada em dois tipos, são eles:

  • Azoospermia Obstrutiva
  • Azoospermia Não Obstrutiva

Azoospermia Obstrutiva

Nesse tipo de azoospermia, o esperma do homem encontra dificuldades em se transportar. É exatamente o que a vasectomia faz, mas isso também pode ocorrer por causa de danos nos testículos, anormalidades no epidídimo ou até mesmo por canais diferentes.

Azoospermia Não Obstrutiva

Acontece quando o problema ocorre ainda na produção de espermatozoides. Isso pode ocorrer principalmente por conta de danos externos sofridos pelos testículos ou por defeitos.

Como é Feito o Diagnóstico da Azoospermia?

O diagnóstico da azoospermia é feito através de um exame que realizam uma análise do sêmen, o exame é chamado de espermograma. Através dele, a contagem das células reprodutivas do homem é feita e é analisado se o homem possui ou não algum tipo de azoospermia, além de também conseguir indicar se ele é ou não capaz de se reproduzir.

Principais Causas da Azoospermia

Como já dito anteriormente, existem diversas causas para que a azoospermia ocorra e, dependendo de cada uma delas, o nível de contagem de espermas do homem pode aumentar ou diminuir. As principais causas são:

  • Causas Genéticas
  • Infecções
  • Traumas
  • Idiopática

Vamos falar um pouco mais profundamente sobre cada uma dessas causas da azoospermia e sobre como elas afetam o corpo do homem.

Causas Genéticas

Quando um homem apresenta baixa contagem de espermatozoides, uma das primeiras coisas a ser considerada é a causa genética. Principalmente quando se trata de azoospermia não obstrutiva, esse tipo de causa deve ser considerada para que haja um tratamento eficaz.

Infecções

Diversos tipos de infecções podem fazer com que a contagem de espermatozoides de um homem diminua. Em especial, as infecções causadas por doenças sexualmente transmissíveis (DST’s) como a clamídia e a gonorreia, por exemplo, colaboram para que ocorra algum tipo de azoospermia.

Traumas

Outro fator que pode causar azoospermia são traumas sofridos pelo homem ao longo da vida em seu órgão genital. Esses traumas podem ser propositais, como a já citada vasectomia, que causa uma azoospermia forçada com a vontade do homem, mas também existem outros tipos de traumas como o câncer e o tratamento quimioterápico que acabam causando azoospermia no homem.

Idiopática

Apesar de não ser exatamente uma causa, é importante citarmos que existe a azoospermia idiopática, que é aquela em que a causa para esse fenômeno acontecer é desconhecida. Apesar dos casos serem raros, eles existem e médicos vem pesquisando sobre novos fatores que podem causar azoospermia.

esperma

Tratamentos da Azoospermia

Para se realizar o tratamento da azoospermia, é necessário que cada caso seja analisado de forma independente para entendermos quais são as medidas necessárias. Em muitos casos, o homem possui esperma, mas possui algum tipo de obstrução que os impede de passar.

Nesses casos, uma microcirurgia em que os espermas são captados diretamente dos testículos pode ser feita. Dessa forma, uma inseminação artificial pode ser feita sem nenhum tipo de problema.

Em casos de azoospermia não obstrutiva, diversos exames devem ser realizados para que se conheça a causa dessa condição. Através dos resultados dos exames, é possível verificar se o homem tem chances de se reproduzir e qual é o melhor tipo de tratamento para cada caso em específico.

O sonho de quase todo casal é ter filhos e constituir uma família. Isso faz parte da nossa sociedade e da nossa condição como seres humanos, nada de anormal. Quando acontece algo que possa impedir que a reprodução ocorra, muitas pessoas acabam se desesperando e sem saber o que fazer.

É importante lembrar que existem diversas alternativas, que a azoospermia nem sempre causa infertilidade no homem e que existem alguns tipos de tratamentos e cirurgias que podem resolver os problemas do casal sem grandes preocupações. Em casos como esse, o ideal é manter a calma e procurar o melhor tratamento para que seu sonho seja realizado, quase sempre existe uma solução.

Veja Também: Impotência Masculina – Causas e Tratamentos
Foto: Ciências Espanolas