A palavra pode parecer um palavrão não é mesmo? Mas a ocorrência é mais comum do que imaginamos. Milhares de bebês em todo mundo nascem com a polidactilia ou esclarecendo o fato, nascendo com dedos a mais nos pés ou nas mãos. Mas afinal, porque isso acontece?

A polidactilia é considerada uma anomalia que atinge a quantidade anormal dos dedos das mãos e dos pés. Onde o bebê invés de nascerem com os 5 dedos em cada mão e pé nasce com um número superior, podendo ser um ou mais, considerando-se dedos extras. Os dedos extras podem se apresentar totalmente desenvolvidos ou como simplesmente uma protusão carnosa. Existem três tipos de polidactilia, o pós-axial, o pré-axial e a central que configuram o local aonde o dedo extra se formou. Pode-se ocorrer na parte apontada para dentro do corpo, como para fora ou na parte central dos membros entre o dedo indicador, médio e anular. A anomalia ocorre devido a uma mutação genética causada por um alelo autossômico dominante. O alelo autossômico é aquele que determina as heranças genéticas passadas pelo pai ou pela mãe ou pelos dois. Por isso caso o pai tenha polidactilia existe 50% de chances de o filho nascer com a anomalia também, se o pai e a mãe tiverem as chances se elevam para 100%.

O diagnóstico da polidactilia pode ser realizado já na gravidez através de um exame de ultrassonografia ou após o nascimento na inspeção visual. Posterior ao nascimento um exame de radiografia pode ser solicitado para avaliar as estruturas internas do dedo extra. Os dedos considerados a mais podem funcionar normalmente ou simplesmente não apresentar mobilidade alguma.

Existe Tratamento para a Polidactilia?

A polidactilia em si não oferece risco algum a saúde da criança, mas pode gerar certo incômodo ou constrangimento devido ao espanto das pessoas em geral. Por isso é aconselhada à realização da cirurgia de reparação e retirada dos dedos extras. O procedimento é considerado tranquilo e sem complicações pós-cirúrgicas. No caso dos dedos considerados rudimentares, que não possuem ossos e nenhuma mobilidade podem já ser retirados logo após o nascimento do bebê. Já os que possuem ossos para serem retirados devem receber um acompanhamento mais detalhado do especialista e normalmente são indicadas para crianças com mais que 3 anos de idade.

O caso mais espantoso registrado em todo mundo até hoje, é de um bebê japonês que nasceu com 16 dedos nos pés e 15 dedos nas mãos. Cada bebê pode nascer com um tipo de polidactilia diferente assim como a quantidade de dedos e local diferenciado. Por isso o tratamento para cada individuo é único e deve ser acompanhado por um especialista para analise do quadro e indicação de tratamento adequado.

Veja Também: Olhos de Cores Diferentes – Por que Isso Acontece?

Fotos: ReSurge International