Se existe uma fase divertida e marcante em toda a vida de um ser humano, sem dúvida nenhuma é a infância. Marcada por comidas especiais, brinquedos, cheiros e brincadeiras de criança, a infância proporciona momentos inesquecíveis. Alguns brinquedos e brincadeiras de crianças mais tradicionais que vem sendo passadas de geração para geração, trazem além de divertimento, historias divertidas para contar e podem contar com a participação dos pais que se animam retornando ao seu tempo de criança.

Pena que nem todas as crianças têm a oportunidade de conhecer e vivenciar essas brincadeiras que foram à alegria de muitos adultos. As brincadeiras de rua, folclóricas e que deram origem a nossa civilização estão sendo deixadas pela informatização e a modernidade. Poucos pais estimulam e oferecem esse aprendizado, que muitas das vezes ocorre somente nas escolas que ainda tentam manter certas tradições e oferecer como atividades. Brincar de pique esconde, pular corda, amarelinha, pião e peteca são algumas das diversas opções de brincadeiras de criança e que raramente vemos por ai. Algumas crianças nem sabem do que se trata e ao se deparar com a brincadeira, não sabem como agir.

As brincadeiras de crianças vão muito mais além do divertimento, elas proporcionam a chance das crianças de se exercitar, correr, interagir com outras pessoas e raciocinar. Além de ajudar no desenvolvimento físico e motor, aprendem sobre regras e limites. Diferente das brincadeiras modernas como vídeo game, tablets e computadores as brincadeiras antigas ensinavam na pratica a socialização das crianças. Fora que dificilmente encontrávamos uma criança obesa já que infância era ter uma vida totalmente ativa e divertida. Crianças brincavam o dia todo e ao chegar o fim do dia quando era mandado entrar para tomar banho e jantar, o gostinho de quero mais tinha que esperar o dia seguinte. Atualmente o que vemos são crianças com problemas e doenças de adulto tais como obesidade, colesterol alto, diabetes e depressão.

Sugestões de Brincadeiras de Crianças

Para os pequenos que já nasceram informatizados, nem imaginam a centena de brincadeiras de crianças divertidas que existem e que não precisam nem de esperar o papai Noel trazer e nem ouvir a velha frase “de agora não posso comprar” ou “peça de aniversário”. Para que esperar se dá para se divertir hoje?

  • Amarelinha – Com um pequeno giz de lousa deve ser desenhado no chão quadrados na sequencia numeral que deverão intercalar com dois e um quadrado. Nas duas pontas dois círculos devem ser riscados com a palavra céu e inferno ou entrada e saída. Com a ajuda de uma pedrinha ou uma bola de papel os participantes devem pular com uma perna só e com duas se equilibrando pra pegar o objeto, o que conseguir chegar à saída é o vencedor.

  • Adoleta – Uma roda deve ser formada, quanto mais crianças mais divertida será a brincadeira. As mãos devem ser postas uma sob a outra virada para cima iniciando a música ““Adoleta, le peti peticolá, lê café com chocolat. Adoleta. Puxa o rabo do tatu, quem saiu foi tu, puxa o rabo da panela, quem saiu foi ela, puxa o rabo do pneu, quem saiu foi eu.” A ultima mão a ser batida no final da música é o participante que deverá sair da roda e a brincadeira deverá seguir ate restar um único participante, sendo o vencedor.

  • Arranca Rabo – O grupo de crianças deve ser dividido em dois de números iguais, um lado será os fugitivos e o outro lado os caçadores. Os fugitivos devem prender uma fita na parte de traz da bermuda ou calça fazendo um rabo e ao sinal de começar do mestre devem correr para que os caçadores não tirem seu rabo, a brincadeira só termina ao ultimo rabo ser arrancado ai o grupo pode mudar de lado, de caçador para fugitivo.

  • Bobinho – Para a brincadeira acontecer é necessário uma bola. Um dos participantes será o bobinho e deverá ficar no meio da roda, onde os que estão em volta deverão jogar a bola um para o outro com o bobinho tentando pegar a bola. Quando o bobinho pegar a bola, o que arremessou pela ultima vez é o novo bobinho.

  • Bolinha de Sabão – Essa brincadeira tão divertida pode ser realizada ate mesmo sozinho, só vai necessitar de um copo com água e detergente e um canudo. Existem alguns kits para fazer bola de sabão maior e menor, mas se não tiver somente com o canudo é possível fazer milhares de bolinhas espalhadas pelo ar.

Existem outros milhares de brincadeiras a serem realizadas, estátua, morto vivo, passa anel, policia e ladrão, pipa, pular corda, pula sela e demais. Porque não passar nossas experiências de crianças para que nossas crianças possam se divertir também e de forma tão saudável.

A infância tem passado de uma forma diferente do que vivemos, crianças não saem mais as ruas, não descem de seus apartamentos e não socializam como deveriam. Suas brincadeiras se limitam a jogos eletrônicos, televisão e a vida virtual. Obvio que a falta de segurança no mundo tem auxiliado para que pais tenham receio de deixar seus filhos livres, mas vamos fazer nossa parte e dar uma infância feliz e marcante para nossos pequenos e que possam ter boas lembranças assim como nós possuímos.

Veja também: Método Montessori – Aprender sem Limites

Foto: Nick Lee, Leonardo Shinagawa