Um dos trabalhos mais importantes que nós como pais devemos ter é manter nossos filhos seguros ao andar em um veículo. Todos os anos, milhares de crianças morrem ou se ferem em acidentes de carro.

Para que serve a cadeira de bebê no carro

Os assentos de carro salvam vidas, assim como os cintos de segurança fazem. No entanto, muitos pais acabam se frustrando com esse dispositivo de segurança, pois acham difíceis de instalá-los ou até mesmo acham desnecessário.

Uso Incorreto

Em todo o mundo, estima-se que 3/4 das cadeiras de bebê para carro estão instaladas de forma incorreta, ou seja, estão soltas nos bancos ou frouxas nos cintos de segurança. O que permite que a cadeira e a criança nela, sejam projetadas para frente em um acidente.

Há também a possibilidade de o dispositivo não estar inclinado corretamente. Outro mau uso comum das cadeiras de bebê para carro, é o de não prender a criança na regulagem correta. Um cinto solto pode não segurar a criança, o que faz com que ela consiga sair da cadeira.

Até qual idade utilizar

As crianças e os bebês precisam de assentos corretamente instalados porque seus corpos são diferentes dos adultos. A regra do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é que as crianças estejam em cadeiras de bebê para carro ou assentos de elevação até os 7 anos e meio, ou quando eles atinjam 1,45cm, que é a altura de alguém que pode usar cinto de segurança.

Apesar da recomendação, essa estatura se dá apenas quando a criança completa por volta de 10 a 12 anos, portanto, nada de tirar seu filho do dispositivo de segurança antes do tempo!

Como Escolher a Cadeira de Bebê Para Carro Adequada?

O tipo de cadeira que seu filho precisa depende de várias coisas, incluindo a idade, o tamanho da criança e o tipo de veículo que possui. Mas, com tantos modelos diferentes no mercado, muitos pais acabam se perdendo na escolha certa. Basicamente, estão disponíveis três tipos de cadeiras de bebê para carro:

  • Bebê conforto;
  • Cadeiras reversíveis;
  • Assento de elevação (booster).

Bebê conforto

O bebê conforto é recomendado para bebês de 0 até 13 kg, dependendo do modelo. São pequenos e têm alças de transporte e normalmente vem com uma base que pode ser deixada no carro.

O assento clica dentro e fora da base para que não precise ser instalado novamente a cada uso. Os pais podem comprar mais de uma base para veículos adicionais. Deve ser usado apenas para transporte no automóvel (não dormir, alimentar ou qualquer outro uso fora do veículo).

Cadeirinhas Reversíveis

Esse modelo de cadeira de bebê para carro é a que gera mais dúvidas, pois para esse modelo existem dois tipos: as que servem desde o recém-nascido até aos maiores que pesam até 25 quilos (dependendo do modelo).

De 0 a 16, 18 ou até 25 quilos

Esse modelo, por ser reversível pode ser usado virado para trás quando se tem um recém-nascido e, mais tarde, convertido para frente para as crianças mais velhas, quando excedem o limite de peso, o limite de comprimento ou ambos.

Isso significa que o assento pode ser usado muito mais tempo pelo seu filho. Eles são mais volumosos que o bebê conforto, no entanto, e não vêm com alças de transporte ou bases separadas, são projetados para permanecerem no carro.

Muitos têm o limite mais alto como o caso das de até 25 quilos. Possui cinto de 5 pontos que se prendem nos ombros, nos quadris e entre as pernas. Deve ser usado apenas para transporte no automóvel (não dormir, alimentar ou qualquer outro uso fora do veículo).

De 9 a 36 quilos

Esse modelo de cadeira é para crianças a partir de 9 kg e pode ser usado até ela atingir 36kg. Ele é fixado ao carro somente na posição voltada para frente. Normalmente, por servir a crianças de vários tamanhos e idades, ela vem com

redutores e itens para ajuste, para garantir maior conforto e segurança para os pequenos: ajustador de ombros, almofada redutora para as costas.

Mas por servir para várias idades ela tende a não ser 100% confortável quando a criança é mais nova. Por isso, é indicado escolher um modelo que venha com redutores e itens para ajuste.

Assento de elevação (Booster)

Esses são modelos bem mais simples, são poltronas cujo propósito é deixar a criança mais alta e, assim, na posição correta para usar o cinto de segurança (para evitar que, no caso de uma colisão, o cinto machuque órgãos internos e principalmente para evitar o estrangulamento).

Devem ser usados depois que a criança atingir o peso máximo do modelo apresentado anteriormente e até ela completar 7 anos e meio. Mas especialistas indicam o seu uso até a criança atingir 1,45m de altura, mesmo que isso seja após a idade estipulada por lei.

Dicas de instalação da cadeira de carro

Ao usar um bebê conforto, tenha em mente as seguintes dicas:

  • Certifique-se de que o cinto está ajustado (não pode haver qualquer folga entre os dedos ao testar o cinto sobre os ombros do bebê).
  • Certifique-se de que o bebê conforto esteja bem instalado no veículo, com o cinto de segurança travado. Faça o teste, se conseguir mover o assento no caminho do cinto mais de 3 cm de lado a lado ou de frente para trás, não está suficientemente apertado.
  • Nunca coloque um bebê conforto virado para trás no banco da frente de um veículo que tenha um airbag ativo no lado do passageiro. Se o airbag inflar, ele vai bater na parte de trás do dispositivo de segurança, exatamente onde a cabeça do bebê está, podendo causar ferimentos graves ou a morte.
  • Se usar uma cadeira de bebê para carro reversível na posição virada para trás, certifique-se de que o cinto de segurança está passando pelas aberturas corretas da cadeira. Leia o manual de instrução do dispositivo para ter certeza.
  • Certifique-se de que a cadeira esteja no ângulo correto, de modo que a cabeça do bebê não incline para a frente.

Cintos de segurança e cadeira de bebê para carro

Os cintos de segurança são projetados para caber adultos. Eles bloqueiam o impacto para que os passageiros não se choquem entre si, ou em outras partes do veículo, bem como, para que não sejam arremessados para fora.

Mesmo em baixa velocidade, o impacto de uma colisão é muito grande. Os cintos de segurança seguram o corpo por seus pontos mais fortes – os quadris, os ombros e a caixa torácica.

Os cintos de segurança fazem um trabalho fenomenal mantendo os adultos presos em um acidente. Mas não são tão bons em proteger crianças, no entanto. Uma criança de cinco anos presa em um cinto de segurança adulto definitivamente não combina.

É provável que o cinto do ombro passe sobre o queixo da criança. Ao sentar-se no banco, ela não consegue dobrar os joelhos para chegar ao chão. Em um acidente, um cinto de segurança que fica sobre o abdômen ou o pescoço da criança pode causar sérios danos aos órgãos vitais dela.

A criança também poderia escorregar debaixo dos cintos. É por isso que é tão importante que as crianças viajem no em uma cadeira de bebê para carro para a idade e o tamanho deles.

Os bebês com menos de dois anos ainda possuem uma estrutura óssea macia que não suporta as forças de um acidente de carro. Em particular, seus pescoços não são fortes o suficiente para manter o peso de suas cabeças, pois são empurradas para a frente em um acidente.

A única maneira de manter os bebês seguros diante de um acidente é fazer com que eles viajem em um assento de carro virado para trás. Isso permite que o bebê conforto absorva a energia do choque e espalhe-o proporcionalmente ao longo do corpo.

Apesar da indicação do Conselho Nacional de Transito ser de que, crianças a partir de 1 ano podem ser virados para frente, os especialistas recomendam que as crianças permaneçam voltadas para trás até que tenham pelo menos dois anos de idade.

Uso de Isofix

ISOFIX é um sistema de ganchos para cadeiras de bebê para carro. Os ganchos inferiores podem ser usados em vez do cinto de segurança para instalar o assento, e muitos pais acham mais fáceis de usar.

O encaixe superior melhora a segurança proporcionada pelo assento e é importante usar para todos os assentos virados para a frente, mesmo aqueles instalados usando o cinto de segurança do veículo. O cinto de segurança e o sistema ISOFIX são igualmente seguros, mas em alguns casos pode ser mais fácil instalar o assento do carro usando um ou outro.

No Brasil somente alguns veículos possuem esse sistema por causa do alto custo, mas a partir de 2018 todos os carros fabricados serão obrigados a ter esse sistema como item de segurança. Nos EUA o sistema chama-se LATCH e é utilizado desde 2002.

Os veículos com o sistema ISOFIX têm seus ganchos soldados no assoalho do carro e o material utilizado é o mesmo que o usado para fixar os cintos de segurança do veículo. Esses ganchos estão localizados no banco traseiro, onde as almofadas do assento se encontram e estão sinalizados.

O gancho de fixação extra está localizado na parte de trás do assento. E são nesses ganchos que os trilhos das cadeiras de carro para bebê equipadas com esse sistema são encaixados.

Perguntas frequentes sobre cadeira de bebê

E se os pés do meu bebê tocarem a parte de trás do assento do veículo?

Esta é uma preocupação muito comum dos pais, mas isso não deve causar preocupação. As crianças podem dobrar suas pernas facilmente e ficarão confortáveis em um assento voltado para trás. As lesões nas pernas são muito raras para as crianças nessa posição.

O que eu faço se meu bebê tombar para frente ou para os lados no banco do carro?

É possível utilizar acessórios de contenção que são facilmente encontrados para venda ou, se não puder esperar, pode tentar colocar um cobertor bem enrolado em ambos os lados do seu bebê. Não coloque o preenchimento embaixo ou por trás do bebê.

Porque não posso colocar roupas grossas no meu filho antes de colocá-lo na cadeira de bebê para carro?

Roupas variadas, incluindo casacos de inverno, podem comprimir em um acidente e deixar o cinto mais solto para conter o bebê, levando a um risco aumentado de lesão. O ideal é vestir o bebê com roupas confortáveis e em seguida colocar uma manta ou cobertor ao redor e sobre o cinto de segurança, se necessário pode dobrá-los.

Por quanto tempo posso usar o banco do meu filho?

Todo assento de carro é diferente, então leia sempre o guia do usuário para descobrir a data de validade do banco e outras informações importantes. A maioria das cadeiras de bebê para carro duram entre cinco e nove anos depois de serem fabricados (não necessariamente após a compra).

É por isso que é importante verificar o guia do usuário. A maioria das cadeiras de bebê para carros são os mesmos. É possível também encontrar a data de validade moldada no assento do dispositivo ou impressa no plástico, juntamente com as etiquetas que listam informações de contato e outras informações de segurança necessárias.

Por que as cadeiras de bebê para carro expiram?

Os padrões de segurança mudam ao longo do tempo à medida que a tecnologia mais segura é desenvolvida. As datas de expiração não só o alertam para a possibilidade de que seu assento de carro possa estar desgastado, mas elas também oferecem uma oportunidade para que possa comprar um novo assento que seja mais seguro para seu filho.

O que faz uma cadeira de bebê para carro durar mais do que outra?

O tipo de material utilizado em uma cadeira para carro, pode ser mais resistente em uma, do que na outra. O que afetará em sua duração, e, como o assento irá funcionar em uma queda ou desgaste ao longo do tempo. Dependendo do design, de como foi instalado e dos materiais utilizados para fazer a cadeira de bebê para carro é possível saber que ele será seguro em um acidente.

Posso emprestar ou comprar uma cadeira de bebê para carro usada?

Pedir empréstimos ou comprar uma cadeira de bebê para carro de segunda mão não é recomendado, a menos que possa, sem dúvida, responder a estas quatro questões cruciais:

  • Esta cadeira de carro já esteve em um acidente?
  • Esta cadeira de carro ainda possui todas as peças originais?
  • Todas as etiquetas para uso adequado ainda estão fixadas na cadeira de bebê para carro?
  • Esta cadeira de carro já foi consertada?

Se não consegue encontrar a resposta a nenhuma dessas perguntas, ou se em alguma delas a resposta for negativa, então, não use ou compre o assento.

Quão importante é o manual de instruções?

O manual de instrução é muito importante! Mantenha-o sempre em mãos ou baixe no site do fabricante. Ele informa sobre a data de validade, as opções de limpeza recomendadas, o modo correto de colocar os cintos e como repor, a instalação correta e uso, bem como métodos de eliminação adequados.

Se a minha cadeira de bebê para carro estiver envolvida em um acidente, ainda posso usá-la?

Se nela tiver ocorrido em um choque moderado a severo deve descartá-la. Poderá mantê-la se o acidente for leve. Mas antes deve atender TODOS os seguintes critérios:

  • O veículo conseguiu ser afastado do local do acidente.
  • A porta do veículo mais próxima da criança não estava danificada.
  • Não houve feridos para nenhum dos ocupantes do veículo.
  • Os airbags (se o carro possuir) não se inflaram.
  • Não há danos visíveis ao assento do carro.

Como sei quando aposentar minha cadeira de bebê para carro?

As cadeiras de bebê para carro devem ser destruídas após a data de validade ou se tiverem partes faltantes ou quebradas. O motivo para destruir, em vez de apenas jogá-la fora, é para que ela não seja usada indevidamente por um terceiro desconhecido que possa colocar a segurança de uma criança em risco.

Como descarto a minha cadeira de bebê para carro?

Antes de jogar a cadeira no lixo, deve retirar todo o estofamento, cortar os cintos de segurança, remover ou raspar todas as etiquetas com o número de série e a data de fabricação e escrever “lixo, não usar” no saco que envolve a cadeira de bebê para carro.

As cadeiras de bebê para carro são recicláveis?

Algumas partes delas não podem ser recicladas, como a espuma de poliuretano e o tecido, mas o plástico e partes de metal podem. Precisamos fazer mais para proteger nossos filhos. Portanto é importante se informar o máximo possível.

Veja Também: Transportes Escolares – Cuidados Antes da Contratação
Fotos: Canon EOS 500D, Jusmar