Calcinha Pós-Parto – Qual a Melhor a Usar?

Dentre as diversas preocupações que uma mulher deve ter com o pós-parto, a calcinha pós-parto deve estar em sua lista de compras. Tão importante como os sutiãs de amamentação e de boa sustentação e de absorventes que suportarão o alto fluxo, a calcinha adequada é o que ajudará a enfrentar os primeiros dias com maior conforto e segurança, principalmente se tiver passado por uma cesariana.calcinhaMesmo o mercado da maternidade não sendo algo muito atrativo e muito menos que vise à  feminilidade da mulher é um item indispensável durante esse período e podemos contar com grande variedade de modelos para tentar agradar o máximo possível do gosto das mulheres. Claro que nem de longe se parece com as pequenas calcinhas sexys que gostamos de usar normalmente, mas se tratando de conforto, não tem para ninguém!!

Alguns modelos inclusive, além de promover maior segurança com o uso do absorvente e no local dos pontos seja da cesárea como em alguns casos do parto normal auxilia na volta da silhueta da mulher. Modelos mais acinturados, que fazem até mesmo o papel da cinta pós-parto e dão maior segurança no dia a dia da mulher proporcionando uma recuperação e cicatrização muito mais rápida. Se você não gosta dos modelos vendidos no mercado e não as considera nenhum pouco atrativo, inclusive pelos preços. Você pode optar em utilizar os modelos usados normalmente, só que com números maiores já que conforto agora é o essencial. Calcinha pós-parto apertada, pegando em cima de pontos além de ser incômodo poderá atrapalhar a devida cicatrização, ocasionando transtornos ainda maiores.

Qual Calcinha Comprar?

Ao visitar uma loja de gestantes ou até mesmo de lingeries você pode encontrar muitas opções, seja de modelo, de tecidos, de tamanhos como de cores, mesmo sendo essa ultima opção bem mais escassa do que as calcinhas comuns. O mercado de calcinha pós-parto normalmente investe em poucas cores como marrom, bege, branco e preto. Algumas calcinhas reforçadas na barriga que oferecem uma compressão maior para estimulação do retorno do corpo, outras mais cavadas para as que não se sentem bem com calcinhas tão grandes.calcinha alta As melhores opções são as calcinhas pós-parto de algodão e de malha, que além de mais confortáveis permitem que a pele “respire” e cicatrize mais rápido. Fuja de calcinhas de material sintético que abafam a área genital e além de atrapalhar a cicatrização dos pontos aumenta as chances de proliferação de fungos locais. Você pode optar por calcinhas acima do umbigo que atingem a área da cintura e que modelam melhor o corpo ou as mais baixas, porém que comprimem o abdômen.

Não importa a altura da calcinha pós-parto que você escolha afinal a decisão deve ser tomada visando o conforto e cada uma se sente confortável com um modelo especifico. Porém, vale ressaltar que durante o pós-parto a mulher tem um fluxo muito grande e que irão durar muitos dias e a calcinha deve acomodar um absorvente de forma segura para que não ocorram vazamentos e manchas indesejáveis nas roupas. Algumas mulheres inclusive optam em utilizar absorventes geriátricos que protegem o fluxo de forma segura garantindo que acidentes não ocorram, mas para isso devem ser escolhidas calcinhas menos cavadas possíveis para que o absorvente esteja totalmente bem posicionado.

Após o nascimento do bebê além da sua barriga que terá que voltar ao normal, todos seus órgãos internos terão que se reposicionar por isso uma calcinha pós-parto e até mesmo a cinta pós-parto fará toda a diferença nesse momento de recuperação. A sensação de que tudo esta solto dentro da sua barriga é inevitável nos primeiros dias e a calcinha mais confortável trará mais segurança além de auxiliar o retorno mais rápido do corpo.

Veja também: Cinta Pós Parto – Usar Com Moderação

Foto: Acervo Pessoal TF