Conhecer bem o próprio ciclo menstrual é a melhor estratégia para a mulher que deseja engravidar ou até mesmo para as que desejam evitar uma gestação. Saber em qual fase está do seu ciclo e acompanha-lo através de um calendário menstrual facilita muito a vida da mulher moderna.

Muitas mulheres podem acreditar que o calendário menstrual ou a famosa “tabelinha” não tem serventia alguma, até começar a usar e ver que será uma ótima ferramenta para conseguir fazer seus planos, sejam eles de uma viagem, de uma noite romântica, de conseguir engravidar com maior facilidade ou até mesmo de evitar a gravidez, se protegendo nos dias férteis.

IMPORTANTE: Mulheres que não possuem o ciclo regular, o calendário menstrual não deve ser utilizado como método contraceptivo. Se quer prevenir, use camisinha!

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Conhecer FamiGel!

Como Fazer o Meu Calendário Menstrual

Para fazer seu calendário menstrual ou sua tabelinha é muito simples. Basta ter um calendário de papel em mãos ou utilizar um aplicativo de celular para fazer o acompanhamento. Se optar pelo calendário de papel, basta anotar o primeiro dia da sua menstruação e a partir dessa data, começar a contagem do seu ciclo.

Para saber quais os dias férteis é necessário saber quantos dias de durabilidade tem seu ciclo (data de uma menstruação até a outra) e para isso, será necessário ter certeza de pelos menos as últimas 2 datas menstruais. Se não tem anotado, comece a anotar nesse ciclo para poder utilizar o seu calendário menstrual no próximo ciclo com maior confiabilidade.

Tabelinha Para Quem Deseja Engravidar

Como já falamos, o calendário menstrual pode ser utilizado para várias finalidades, entre elas, ajudar as tentantes a saber quando é seu período fértil e os dias de caprichar nos treinos para conseguir seu positivo mais rápido.

Vamos dar um exemplo através de um ciclo regulado de 28 dias. Você deve marcar no seu calendário o primeiro dia que desceu sua menstruação e a partir desse dia, contamos 14 dias para frente. O número de dias que devemos contar é sempre a metade do nosso ciclo, 28 dias, metade 14 dias).

Contando que o ciclo pode sofrer algumas alterações devido ao stress diário ou alterações hormonais, devemos considerar os 3 dias anteriores e os 3 dias após como possíveis férteis também.
Por exemplo: se a menstruação desceu dia 12, o 14º dia será o dia 26. Então no dia 23, 24, 25, 26, 27, 28 e 29 são os dias mais férteis do ciclo. Aproveite para caprichar no namoro esses dias e se utilizar outros métodos de ajuda para as tentantes como gels lubrificantes amigos dos espermatozoides, as chances de conseguir seu positivo são ainda maiores.

Tabelinha Para Quem Deseja Evitar a Gravidez

O calendário menstrual também é de grande utilidade para aquelas que desejam evitar uma gravidez. Temos que ressaltar que não é um método 100% seguro, principalmente para aquelas que não tem um ciclo regulado, por isso sempre recomendamos utilizar outros meios para evitar.

Porém, o calendário menstrual ajudará a indicar os dias de maiores riscos e que deve ser evitado ter relações sexuais desprotegidas. Mas da mesma forma que para quem deseja engravidar, o método deve ser seguido à risca com a contagem correta dos dias, para evitar segue o mesmo procedimento.

Para garantir a eficácia do calendário menstrual e saber o período fértil é necessário ter certeza de quanto tempo dura seu ciclo e para isso é preciso saber a data de pelo menos suas ultimas 2 menstruações e fazer a contagem de duração do ciclo.

Da mesma forma utilizada para conseguir engravidar, considerando que a mulher tenha um ciclo de 28 dias. O calendário menstrual deve ser marcado no primeiro dia que desce a menstruação e contar o 14º dia (sempre contar a metade do ciclo). Como o ciclo pode sofrer alterações naturais em cada mês, recomendamos considerar sempre três dias antes e três dias depois do 14º, para garantir a eficácia do método.

Por exemplo: Se sua menstruaçao desceu dia 05, o seu 14º dia será dia 19. Então dia 16, 17, 18, 19, 20, 21 e 22 são seus possíveis dias férteis e devem ser evitados a ter relação sexual. Caso deseja namorar nesses dias, utilize o preservativo para se prevenir. Você pode marcar em vermelho ou em uma cor que destaca este período de maior risco, para ficar em alerta.

Se você deseja evitar a gravidez, em conjunto com o calendário menstrual utilize outros métodos para garantir. O uso de preservativo, lubrificantes que contém espermicida, o anel vaginal ou até mesmo o anticoncepcional oral ou injetável são opções temporárias, e que podem ser dispensadas assim que desejar engravidar.

Outras Formas de Identificar o Período Fértil

Além das marcações do calendário menstrual serem muito valiosas, outros métodos sendo utilizados em conjunto com a tabelinha aumentam as chances de maior sucesso. Como por exemplo, medir a temperatura basal, utilizar testes de ovulação, observar o muco cervical, observar os sinais e incômodos do corpo.

Temperatura Basal

A temperatura basal é uma das aliadas das tentantes modernas. A medição da temperatura deve ser realizada através da boca ou da vagina, sempre pela manhã e no mesmo horário para garantir um bom acompanhamento e um resultado satisfatório. A temperatura deve ser aferida com a ajuda de um termômetro basal apropriado.

A temperatura quando está se aproximando da ovulação costuma elevar de 2 a 5 graus, o que indica que é hora de treinar ou evitar ter relações sexuais nesses dias, para quem não quer uma gravidez.

Testes de Ovulação

Outro aliado das tentantes, o teste de ovulação serve para detectar a fase ovulatória, facilitando que deseja engravidar mais rápido. Utilizando o teste de ovulação, juntamente do calendário menstrual, as chances de conseguir engravidar são ainda maiores.

O teste de ovulação é uma pequena tira, parecida com ao teste de gravidez de farmácia. Da mesma forma, é testado através de uma pequena amostra de urina. As únicas diferenças é que a sensibilidade dele é ao hormônio LH (teste de gravidez é ao hormônio HCG) e o melhor horário para se fazer o teste é no finalzinho da tarde (15 as 19hs).

Muco Cervical

Umas das alterações que o corpo feminino dá a cada mudança do ciclo menstrual é o muco. Através da aparência e consistência do muco é possível saber se a mulher está próxima ao período ovulatório, se está passando por ele ou se já passou.

No início do ciclo é normal aparecer um muco esbranquiçado, com aparência de um hidratante. Mas o que indica que o período fértil está próximo é o muco transparente, mais consistente, com aparência de catarro.

O muco evidente que a ovulação está acontecendo é o muco elástico, também transparente, mas com uma consistência elástica. Ao tocar com os dedos e abri-los, o muco se estica. Esse é o muco mais apropriado para quem deseja engravidar.

Intercorrências Durante o Ciclo Menstrual

Durante o decorrer do ciclo menstrual e todas as mudanças que o corpo sofre é normal surgir diversas intercorrências como incômodos, dores, corrimentos ou escapes menstruais. E todas elas fazem parte das mudanças hormonais que o corpo sofre em cada fase.

Incômodos do Início do Ciclo Menstrual

O início do ciclo é marcado pela menstruação e com elas todos os incômodos, inchaços abdominais, nos seios, cólicas menstruais e em alguns casos, até maus estares e prostrações que algumas mulheres sofrem nessa fase. Mas com o termino da menstruação, todos esses sintomas desaparecem.

Incômodos do Meio do Ciclo Menstrual

Considerado o meio do ciclo menstrual, a fase ovulatória vem acompanhado de diversos sintomas e alterações, algumas de fácil percepção e outras nem tanto. Durante o meio do ciclo é comum as mulheres sentirem uma leve dor ou incômodo no baixo ventre, muitas vezes até imperceptível.

Esse leve incômodo é a famosa dor da ovulação, onde em alguns casos é possível sentir o óvulo se rompendo. A dor pode durar alguns minutos, horas ou simplesmente ser imediata, durando alguns segundos.

IMPORTANTE: A dor da ovulação não é sentida em todos os ciclos e algumas mulheres nem imaginam que sentem

Nessa fase, a umidade vaginal fica diferenciada e a presença do muco cervical é evidente em alguns casos. A libido também é elevada nessa fase, além do olfato estar mais apurado e sensível.

Incômodos no Final do Ciclo Menstrual

O final do ciclo menstrual é marcado pela preparação do corpo para novamente menstruar. Nessa fase, a famosa TPM (tensão pré-menstrual) aparece, deixando as mulheres ainda mais sensíveis.

Neste período é comum sentir inchaços abdominais, muita sensibilidade nos seios, espinhas e acnes podem surgir e principalmente a alteração no humor se destacar. A fadiga, a queda na libido, alterações no apetite e no sono também são comuns.

Em casos extremos, onde esses sintomas afetam a vida profissional e social da mulher, o médico deve ser consultado para um tratamento adequado e controle dos sintomas.