Psiu tentante! Conheça aqui a loja do Trocando Fraldas!
Psiu mamãe! Conheça aqui a loja do Trocando Fraldas!
Psiu gestante! Conheça aqui a loja do Trocando Fraldas!

Doenças em Recém-Nascidos e Bebês

Existem duas formas de diagnosticar doenças em bebês. Algumas doenças podem ser identificadas nos exames pré-natal como a ultrassonografia já outras doenças em recém-nascidos são diagnosticados apenas após o nascimento.

  • Doenças Recorrentes da Primeira infância

    Mesmo os bebês mais saudáveis estão vulneráveis a sofrer com algumas doenças. Mesmo com a vacinação em dia, alguns bebês acabam contraindo algumas doenças como o caso das virais. Já outras doenças consideradas como hereditárias ou por alguma falha genética, podem já ser descobertas dentro da barriga através do exame de ultrassonografia.



Matérias mais comentadas


Certas doenças hereditárias raras ou não já podem ser detectado bem antes do bebê ver a luz do dia, como é o caso do exame de translucência nucal.Ele é realizado na 11º ate a 13º semana de gestação e consegue diagnosticar a síndrome de down, síndrome de patau e a síndrome de Edwards. Bebês diagnosticados com a síndrome de Down necessitam dos mesmos cuidados de um recém-nascido normal, mas com uma atenção maior devido aos problemas que são comuns se desenvolver. Cerca de 80% delas possuem problemas cardíacos. Outras preocupações envolvem problemas intestinais e respiratórios e a a sua baixa imunidade.

bebê chorando

No geral após o nascimento, todos estão vulneráveis a apresentar certas doenças mais comuns em recém-nascidos como é o caso da icterícia neonatal. Essa doença que deixa a pele dos recém-nascidos amarelada atinge cerca de 80% dos bebês e necessita de simples cuidados para desaparecer. Normalmente ocorre a partir do terceiro dia de vida, e os locais mais atingidos pelo amarelão são barriga, pernas, olhos e gengiva. O exame de bilirrubina apontará qual o tratamento adequado, que poderá ser desde o banho de luz no hospital até o banho de sol.

Outra doença de bebê ou problema bem frequente é o refluxo. O refluxo em bebê ocorre devido alguma dificuldade digestiva ou imaturidade do trato gastrointestinal. Pode ocorrer também devido o bebê apresentar algum tipo de alergia ou intolerância ao leite ou a alguma alimento que tenha ingerido. Mesmo sendo uma doença bem comum, quando ocorre diversas vezes em grandes quantidades, pode começar a afetar o desenvolvimento do bebê devendo ser comunicado ao pediatra.

Mesmo o leite sendo o principal alimento para recém-nascidos e bebês, muitos apresentam problemas para se alimentar, ocorrendo quadros de intolerância a lactose, ou melhor, alergia ao leite. Esta ocorrência é uma doença de bebê que pode seguir até a fase adulta. Normalmente ocorrem sintomas bem incômodos quando ingerido o leite, como vômitos frequentes, cólicas e diarreia. No caso do bebê em amamentação exclusiva, uma dieta mais regrada sem alguns alimentos podem sanar o problema já em outros casos é necessária à substituição do leite materno ou de vaca pelo de soja.

Outra doença bem comum em bebês é a bronquite, que se apresenta como uma inflamação na passagem de ar para os pulmões dificultando a respiraçãoEla é causada por um vírus e vem sempre acompanhada de infecções virais como gripe e resfriado e se apresentam como fortes chiados no peito, tosse com catarro, desconforto no peito e muita dificuldade respiratória. Normalmente, a bronquite se cura sozinha, sem necessidade de medicamentos, mas em casos persistentes o uso de antibióticos, antialérgicos e xaropes podem ser indicados, tudo dependerá da analise do quadro.

A hipoglicemia é o baixo nível de glicose no sangue, e quando atinge bebês recém-nascidos deve-se cuidar com muito cuidado. Essa doença deixa o recém-nascido mole, apático e com tremores, sujeito a sofrer convulsões. Ela atinge mais bebês prematuros, filhos de mãe diabética, bebês que passaram por dificuldade respiratória após o parto e que sofreram com hipotermia.

Outra da listagem de doenças em bebês é a meningite, sendo uma inflamação nas membranas que recobrem o cérebro. É uma doença altamente contagiosa e pode ser muito grave se não cuidada rapidamente. Existem dois tipos, a viral e a bacteriana. A viral é a mais comum e costuma ser menos grave oferecendo um tratamento tranquilo e rápido. Já a bacteriana é uma das doenças raras em bebês e se não tratado corretamente podem deixar sequelas graves como surdez e lesões cerebrais e levar ate a morte.

Foto: TheGiantVermin

Continuar Lendo Mostrar Menos Texto

Últimas Matérias no TF


Últimas Matérias de Doenças em Recém-Nascidos e Bebês


















Newsletter popup => 21 sec delay