Psiu tentante! Conheça aqui a loja do Trocando Fraldas!
Psiu mamãe! Conheça aqui a loja do Trocando Fraldas!
Psiu gestante! Conheça aqui a loja do Trocando Fraldas!

Infecções na Gravidez

A gravidez é um momento pleno na vida de uma mulher. Porém, nesta é necessário que a mulher tenha certos cuidados para evitar infecções na gravidez e garantir plena saúde ao bebê e a si mesmo.

  • gravida com a mão na barriga
    Imprevistos na Gravidez

    As infecções podem aparecer em todas as gestações e em todas as mulheres mesmo que saudáveis anteriormente à gravidez. Os problemas podem aparecer ainda no primeiro trimestre de gravidez e se estender por toda a gestação, como são os casos recorrentes de infecção urinária. O tratamento para cada infecção, vai depender do que o médico julgar necessário e também da particularidade de cada caso específico. Por isso é tão importante um pré natal bem feito, acompanhado por um profissional competente e fazer exames periodicamente.



Matérias mais comentadas


Durante a gravidez, o corpo passa por diversas transformações. Além das altas e baixas hormonais, há o aumento da pressão sanguínea e o bombeamento do coração quase duplica para que o sangue chegue a todas as partes do corpo da mãe e do bebê. Sua imunidade é alterada consideravelmente e abre porta para diversas infecções que podem atingir a gestante em qualquer fase da gravidez.

gestante doente

As infecções na gravidez mais comuns são facilmente tratadas. As infecções urinárias podem estar presentes em todos os trimestres de gravidez. Por isso, é importante que a mulher em qualquer sinal de desconforto na hora da micção, reporte ao obstetra que faz o pré-natal. A constatação é simples, basta um exame de urina tipo 1. O tratamento é feito a base de antibióticos apropriados para a fase de gestação. Normalmente, se usa com segurança a Cefalexina de seis em seis horas por 10 dias. Se a infecção persistir ou aumentar, o médico deve recomendar uma citologia da urina, a cultura para saber qual o tipo de bactéria que está fazendo aquela colônia.

A infecção vaginal também é comum na gestação porque a baixa imunidade da grávida a deixa propensa ao crescimento de bactérias que já existem na flora vaginal. Um bom exemplo dessas infecções é o aparecimento de cândida albicanis. Grávidas têm maior chance de desenvolver candidíase ou monilíase por causa desta vulnerabilidade. Os sintomas muito evidentes são coceira, ardência e incômodo persistente. Esse tipo de infecção é tratada com uso de pomadas ginecológicas a base de antimicóticos apropriados para gestantes.

Outro tipo comum de infecção na gravidezé infecção da bexiga. Gripes e resfriados também são considerados infecções que atingem o trato respiratório da mulher durante a gestação. Elas podem acometer garganta e a parte facial causando sinusite. Esse tipo pode causar placas de pus na região da amigdala e garganta. Também é tratável com antibióticos do tipo Cefalexina.

O tipo de infecção mais grave na gravidez é causado pelo citomegalovírus. Este traz além de mal estar para a mamãe, consequências no desenvolvimento do feto e até provoca um parto prematuro. O contagio pode ser feito através de saliva, secreções corporais como urina, muco vaginal, peniano e até leite materno. Não há tratamento eficiente contra ele, por isso é considerada um tipo perigoso para a gestante.

gravida ouvindo coração do bebê

As doenças sexualmente transmissíveis como gonorreia, sífilis e herpes genital devem ser detectadas o quanto antes possível. Portanto, é importante que o médico obstetra indique exames trimestralmente durante a gravidez.

A toxoplasmose e rubéola também são doenças infecciosas. Essas são ainda mais agressivas, pois se adquiridas durante a gestação podem acometer o feto e proporcionar má formação do bebê. Elas não possuem tratamento, apenas sintomáticos. Toda mulher antes de engravidar deve fazer o exame para saber se já entrou em contato com estes vírus infecciosos. Caso não tenha imunidade, deve tomar cuidado com fezes de animais e também evitar contato com pessoas doentes. A qualquer sinal de mal estar ou febre, procurar um obstetra e manter-se sempre cuidada na gestação é a solução para evitar que as infecções na gravidez sejam motivo para maiores dores de cabeça.

Fotos: Phalinn Ooi, World Bank Photo Collection

Continuar Lendo Mostrar Menos Texto

Últimas Matérias no TF


Últimas Matérias de Infecções na Gravidez








Newsletter popup => 21 sec delay