A diabetes é uma doença crônica que pode afetar crianças, jovens e adultos de qualquer idade. Não é uma doença transmissível e ocorre devido ao mal funcionamento do pâncreas que não consegue produzir insulina suficiente ou simplesmente quando o corpo não consegue utilizar a insulina da forma que deveria.

A insulina é o hormônio responsável por controlar e regular a glicose existente no sangue, que é utilizada como fonte de energia do corpo. Quando descontrolada e em taxas elevadas provocam fortes alterações no funcionamento do corpo, entre eles nos rins, coração, artérias, olhos e nervos de todo o corpo. Não sendo controlado a tempo, pode levar o paciente a morte.

Tipos de Diabetes

Mesmo sendo uma doença gerada através do mau funcionamento do pâncreas, ela pode se apresentar de formas e sintomas diferentes. O que divide ela em tipos e formas de tratamento diferentes, diabetes tipo 1, diabetes tipo 2, diabetes latente autoimune do adulto e diabetes gestacional.

Diabetes Tipo 1

Mesmo com diversos estudos que envolvem a diabetes, ainda não foi encontrado a causa definitiva. O que se sabe é que maus hábitos na rotina, na alimentação e de como levar a vida no dia a dia, podem levar a diabetes ocorrer. Como se trata de uma doença crônica e também hereditária, alguns cuidados podem ser feitos para ao menos se prevenir que ela aconteça ou que reduza as chances de ela acontecer tão brevemente.

Cuidados como alimentação mais saudável, evitar o consumo de álcool e tabaco e demais drogas e praticar exercícios físicos regularmente ajudam a manter a doença longe de quem tem pré-disposição para desenvolver a doença. Esse tipo de diabetes é muito comum em acontecer em crianças e adolescentes, mas pode ocorrer somente na fase adulta também, portanto todo cuidado no decorrer da vida é necessário para reduzir as chances que ela aconteça.

A melhor forma de acompanhar a saúde e realizar exames de rotina regularmente para controle da glicose. Após diagnosticado, o paciente com diabetes tipo 1 precisa aplicar insulina diariamente para conseguir regular os níveis de glicose no sangue e assim ter uma vida normal, além de claro, ter que seguir uma nova rotina contendo uma alimentação diferenciada, a pratica de exercícios e o controle da glicose através do aparelho de diabetes, chamado de glicosímetro.

Diabetes Tipo 2

A principal causa da diabetes tipo 2 é o de sobrepeso, má alimentação, sedentarismo e toda uma vida desregrada e nada saudável, por isso é o tipo de diabetes mais comum entre os pacientes diabéticos. Esse tipo é mais comum ocorrer em pessoas adultas, mas também pode acontecer em crianças que tem uma rotina descontrolada e que sofrem com a obesidade.

Normalmente o tratamento é realizado com mudanças de hábitos, prática de exercício físico e uma dieta balanceada para controle da glicose. Somente em casos extremos, que a aplicação de insulina ou outros medicamentos para auxiliar no controle, além de claro, o uso do aparelho de medição glicosímetro.

Diabetes Latente Autoimune do Adulto (LADA)

Um tipo mais raro da diabetes, é a diabetes latente autoimune do adulto, que ocorre quando a diabetes de tipo 2 se agrava. O agravamento pode ocorrer pela falta de cuidados e no tratamento inadequado após receber o diagnóstico da diabetes tipo 2, com isso é desenvolvido um processo de autoimunidade do organismo que começa a atacar e destruir as células do pâncreas, oferecendo grandes riscos de vida ao paciente.

Diabetes Gestacional

Entre as recorrências que podem ocorrer durante a fase gestacional, a diabetes gestacional está no topo da lista. Durante o acompanhamento do pré-natal, é solicitado exames avaliatórios e de acompanhamento da saúde gestacional, entre eles o exame de curva glicêmica que é realizado em laboratório. Nesse exame é avaliado as taxas de glicose no sangue, o que determinará a presença de diabetes gestacional.

A diabetes gestacional pode provocar grandes complicações gestacionais, incluindo no parto prematuro. Existe também o risco de permanência da diabetes mesmo após o parto, inclusive riscos de o bebê herdar a doença.

Outros Tipos de Diabetes

Listamos acima os principais e mais comuns tipos de diabetes, mas ainda existem outros considerados mais raros e apontados como principal causa defeitos genéticos ou associação a outras doenças ou até mesmo uso de alguns tipos de substancias e medicamentos.

  • Diabetes recorrente a presença de doenças no pâncreas exócrino, como: fibrose cística, pancreatite, neoplasia, hemocromatose;
  • Diabetes recorrente a alterações genéticas na função da célula beta;
  • Diabetes recorrente a alterações genéticas na ação da insulina;
  • Diabetes recorrente a alterações ocasionadas por uso de drogas, alguns medicamentos e produtos químicos.

Diabetes Causa Infertilidade?

Como é uma doença que pode atingir pacientes desde a infância é muito comum escutarmos esse tipo de dúvidas, afinal, se a diabetes causa infertilidade, existe alguma forma de prevenir que isso aconteça?

A diabetes pode sim afetar a fertilidade tanto de homens como de mulheres. No caso dos homens, a diabetes pode provocar impotência sexual, ocasionando incapacidade de ereção peniana e também afetar a produção e qualidade dos espermatozoides. Estudos indicam que esses fatores ocorrem devido as diversas alterações endocrinológicas, vasculares, neurológicas e psicológicas que o paciente sofre com a presença da diabetes.

Nas mulheres, a diabetes pode provocar alterações no ciclo menstrual e com isso dificultar uma gestação. O descontrole endocrinológico também faz com que aumente os riscos de aborto espontâneo e até mesmo a ocorrência de menopausa precoce, o que finaliza por completo a vida reprodutiva da mulher. Mas, essas são informações de o que pode acontecer com pacientes com diabetes se não tratado devidamente.

Como Prevenir a Infertilidade no Diabético?

A melhor forma de prevenir a infertilidade na vida do paciente diabético é fazer um tratamento adequado e seguir todas as orientações medicas. Através de uma alimentação equilibrada e saudável, a prática de exercícios físicos e o uso dos medicamentos indicados pelo especialista é possível manter a doença sob controle e manter os níveis de glicose no sangue dentro do esperado.

Se você está tentando engravidar, converse com seu ginecologista e faça o acompanhamento certinho. Exames de sangue e ultrassom serão solicitados para ver como está sua saúde reprodutiva, mas mesmo que esteja demorando a conseguir, lembre-se que toda mulher, mesmo que não tenha diabetes é normal demorar pelo menos 1 ano para conseguir seu positivo.

Durante esse período de tentativas, introduza alguns itens na vida do casal para dar um reforço para a fertilidade. Existem algumas vitaminas potencializadoras da fertilidade, no caso dos homens, a ViriFerti por exemplo, ajuda no fortalecimento da produção seminal e no aumento da qualidade dos espermatozoides, além de claro melhorar o DNA. Você pode adquirir sua vitamina masculina aqui na nossa loja virtual.

Para as mulheres, também é possível ajudar com vitaminas da fertilidade, como a vitamina FamiFerti, que atua no aumento da ovulação e no fortalecimento do útero e endométrio que são essenciais para ter uma gestação tranquila e saudável. Adquira sua vitamina feminina aqui em nossa loja virtual.

Após um ano de tentativas, exames mais detalhados podem ser solicitados pelo médico. Normalmente após esse período, é solicitado também ao homem alguns exames avaliatórios da fertilidade para identificar se existe algum problema que esteja impedindo de a gestação ocorrer de forma natural. Com os resultados é possível identificar alguma causa e trata-lo se possível, senão é possível fazer a indicação de outros métodos de concepção como a inseminação artificial.

Enquanto os treinos estão ativos, uma dica para apimentar e aumentar o prazer da relação sexual e ainda dar uma forcinha para a fertilidade, é utilizar gels lubrificantes amigos da fertilidade, como o FamiGel. Além de melhorar a lubrificação vaginal proporcionando mais prazer, ele faz o papel fiel do muco fértil, oferecendo um ambiente agradável para os espermatozoides que conseguem sobreviver por mais tempo e chegar ao óvulo com maior facilidade. Adquira seu gel amigo da fertilidade aqui em nossa loja virtual.

Foto: Image type