Estudo Israelense pesquisou sobre a relação de queda na contagem de espermatozoides com o uso constante de celulares. E foi constatado que homens que utilizam por mais de uma hora por dia dobram os riscos de diminuição dos espermatozoides, afirma os pesquisadores do Technion de Haifa e o Centro Medico Carmel.

O estudo foi divulgado na revista medica Reproductive BioMedicine e foram apresentadas evidencias onde  a queda de fertilidade masculina tem caído cada vez mais com o avançar tecnológico dos celulares e com a quantidade de tempo que os homens passam o utilizando. Na pesquisa foram comparados e analisados sêmens de homens com diversos hábitos de uso de celulares e a conclusão foi que aqueles que mantem o celular próximo a sua virilha tiveram uma baixa na contagem de espermatozóides próximas da infertilidade. Igualmente aqueles que costumam carregar no bolso da calça.

Os pesquisadores indicam que o uso de celular seja diminuído, assim como não utiliza-los quando ainda estão carregando, já que oferece também risco de diminuição dos espermatozoides. Dormir com o celular ao lado da cama, guarda-lo dentro do bolso próximo a virilha ou até mesmo no bolso traseiro e usar fones de ouvido são algumas das recomendações medicas para diminuir os riscos da infertilidade masculina. Outras pesquisas deverão ser realizadas para apontar definitivamente os riscos da radiação celular com a causa da infertilidade masculina.

Veja Também: Reposição de Testosterona no Homem Pode Afetar a Fertilidade Masculina

Foto:Ministerio TIC Colombia