A cesárea apesar de ser um tipo de parto bastante comum no Brasil, é sim uma cirurgia de grande porte, pois nele são cortadas 7 camadas de pele e tecidos do útero. Por isso, alguns problemas na recuperação podem acontecer recorrentemente para algumas mulheres, ou mesmo em casos isolados com mais de um parto desse tipo por pessoa.

Nem sempre tudo corre perfeitamente, mas é possível perceber que há alguma coisa errada muito rapidamente. Saiba mais sobre os problemas que podem acontecer na cesariana, principalmente cesárea inflamada.

Como é Feita a Cesárea?

O parto cesáreo é feito a partir do corte do médico na linha pélvica abaixo da linha do biquíni. A partir desse primeiro corte na pele, mais 6 camadas de tecidos, incluindo a parede do útero é cortada para retirada do bebê.

Claro que antes que tudo isso aconteça, uma anestesia é aplicada, a mais recorrente para este tipo de procedimento médico é a raquidiana, apensar da anestesia peridural também poder ser utilizada. Isso porque esses dois tipos de anestesia permitem que a mulher fique acordada e lucida durante o parto, para conhecer seu bebê assim que nascer.

Anestesia e Corte

Algumas vezes, quando a anestesia raquidiana ou peridural não é eficiente, o médico pode recorrer à anestesia geral, mas em raríssimos casos. Assim que o bebê é retirado, a placenta também é retirada e o útero limpo. O tamanho do corte da cesárea depende do médico e também do corpo da mulher, não há uma regra, mas normalmente 3 a 4 dedos em média.

A Sutura ou Pontos da Cesárea

A sutura da abertura dos cortes começa assim que o útero é limpo pelos médicos, esse procedimento é o que mais leva tempo para terminar no parto, cerca de 30 a 40 minutos para costurar o corte. Os pontos começam com a parede uterina e vai sendo costurada camada por camada até a pele, nesses casos os pontos na maioria das vezes não são expostos totalmente, os médicos obstetras usam uma técnica diferente para evitar cicatrizes muito profundas e evidentes na região.

Pensando na estética, algumas vezes a camada superior da pele não ganham pontos expostos nem cobertos como pontos de cirurgia plástica, mas sim recebem uma cola. Esse tipo de sutura se chama cesárea colada. Porém, as paredes internas não são coladas, apenas a camada externa, como uma plástica e fica muito mais discreto o local do corte.

Retirada dos Pontos

A retirada dos pontos não é uma regra como antes, principalmente após a cesárea colada, porém os médicos que ainda utilizam a sutura convencional, deixam um ponto em cada extremidade do corte e um no meio, o qual que quando for cortado, basta puxar dos lados para retirar por completo a sutura superficial.

A retirada da sutura superficial dará uma sensação de alívio muito grande à parturiente. A retirada dos pontos pode levar de 7 a 14 dias, assim como a cicatrização do corte externo e a cicatrização completa interna pode levar até 18 meses!

Sintomas dos Pontos da Cesárea Inflamada

Não raras vezes, um ou outro ponto da cesárea pode inflamar. Os principais aspectos da inflamação dos pontos é uma vermelhidão no local e ardor. Tudo começa com um desconforto no local, e até chegar no ponto de ficar insuportável, pode levar apenas algumas horas. Os sintomas da inflamação e até infecção da cesariana são:

  • Vermelhidão no local
  • Cicatriz quente e endurecida
  • Dor ou ardência no local
  • Pequena secreção aquosa ou purulenta em um dos lados dos pontos ou em ambos
  • Alta sensibilidade ao se levantar, movimentar ou sentar

O aspecto saudável da cicatriz da cesárea é ter o local sequinho, sem vermelhidão e sem coceira. A falta de sensibilidade no local é comum, não se assuste, afinal, foram cortados os nervos junto da pele.

Causas da Inflamação dos Pontos da Cesárea

Isso acontece por alguns motivos isolados e podem variar bastante de caso para caso, mas os mais comuns são:

Proliferação de bactérias no local: Normalmente um ou outro ponto pode inflamar porque não estão sendo bem cuidados, estão úmidos. Com isso, a inflamação aparece isoladamente ou mesmo em todo corte da cirurgia. O ideal é lavar o local com água e sabão neutro e secar muito bem. Apenas isso evitará um crescimento bacteriano no local, mas é indicado seguir as instruções do médico ou enfermeira no momento da alta da maternidade.

Falta de repouso da parturiente: Algumas vezes a mulher se sente tão bem, que começa a fazer esforço. Subir e descer escadas, pegar peso, abaixar, cozinhar, passar roupa… O esforço causará repuxões nos pontos e podem sim causar inflamação. Por isso e recomendável que a mulher guarde repouso o quanto puder para uma boa cicatrização dos pontos.

Alergia à linha: Também há possibilidade dos pontos inflamarem por alergia da linha usada para costurar internamente. Nesses casos há necessidade de intervenção médica para verificar o que é preciso fazer. Muitas vezes, o uso de medicamentos orais ou infiltrações é o suficiente para sanar o problema sem que precise abrir novamente o corte.

Uso de roupas apertadas: O atrito das roupas inadequadas na região também pode causar pequenas inflamações. Assim como o esforço, as roupas podem causar repuxões na região.

Como Curar a Inflamação da Cesárea e os Cuidados Para Evitar

Normalmente quando acontece a alta hospitalar da mamãe, o médico obstetra receita medicamentos para evitar problemas. Além de já ter recebido medicamentos específicos após o parto, os cuidados devem continuar em casa. Lavar a cicatriz com água e sabão neutros e evitar passar qualquer tipo de pomada durante o prazo da cicatrização. Para cicatrizes de cesárea inflamada normalmente são receitados:

Anti-inflamatórios: cetoprofeno, nimesulida ou diclofenaco.
Remédios contra dor: paracetamol, dipirona ou lisador.
Antibiótico: cefalexina (apropriado para amamentação).

O antibiótico ajudará a secar os pontos e deixar o organismo mais preparado para a boa cicatrização, por isso a mamãe deve tomar religiosamente o medicamento conforme orientação médica.

O remédio para dor também é muito importante, ele evitará que sinta o desconforto nos pontos inflamados. Conforme a medicação for agindo, o desconforto melhorará e secar a secreção da inflamação naturalmente, mas ainda assim, a mulher deve fazer o tratamento proposto até o final.

Porém é preciso que a mamãe tome alguns cuidados quando a alta acontece. Não se esforçar, ter bastante cuidado com escadas, evitar certos tipos de comidas como a carne de porco, salsicha, linguiça, presunto e todos os embutidos. Pimenta, comidas extremamente condimentadas, frutos do mar etc. Saiba como cuidar corretamente da cicatriz da cesárea neste post.

Veja também: Episiotomia – Como Cuidar dos Pontos?

Foto: DRosenbach, Canon EOS 60D