Cloreto de Magnésio: Entenda Como Funciona

Cloreto de magnésio (MgCl2) é uma substância química composta de magnésio e cloro. Sua suplementação é utilizada para compensar um baixo consumo ou absorção de magnésio na dieta. Outros compostos de magnésio encontrados nos suplementos alimentícios são o óxido de magnésio, o carbonato de magnésio ou o hidróxido de magnésio.

Cloreto de Magnésio: Para que Serve

O magnésio (Mg) é um mineral essencial para o nosso corpo o e bom funcionamento da saúde, pois participa de mais de 300 reações bioquímicas do organismo. A nossa principal fonte de magnésio, que seriam os alimentos, hoje em dia não fornece a quantidade ideal do nutriente, por causa do solo pobre e do uso de agrotóxicos no agronegócio.

Principais Causas da Deficiência de Magnésio

Isso compromete a absorção de magnésio e outros minerais pelos vegetais que compramos nas feiras e supermercados. Porém, outras causas mais comuns da deficiência de magnésio no corpo é o uso excessivo de diuréticos, de antibióticos ou de medicações pesadas para câncer.

Também a Diabetes não tratada, o alcoolismo crônico e doenças de má absorção, alergia ao glúten, doença de Crohn e enterite podem desenvolver deficiência ao magnésio. Os idosos e pacientes que foram submetidos a cirurgia intestinal estão entre os grupos de risco para a carência de magnésio.

Sintomas da falta de Magnésio

Os sintomas da falta de magnésio grave no corpo são:

  • Anorexia;
  • Enjoos e vômitos;
  • Cansaço;
  • Fraqueza;
  • Formigamento e dormência;
  • Contrações musculares e câimbras;
  • Convulsões e espasmos coronários.

Cloreto de Magnésio Puro Para Analise

Os suplementos de magnésio são então uma opção para suprir a carência deste mineral na dieta. O composto químico mais comum usado em suplementos é o Cloreto de Magnésio. Alguns dos suplementos de Cloreto de Magnésio são vendidos como P.A (Puro para Análise), o que quer dizer que a substância é mais concentrada e o magnésio melhor assimilado pelo corpo.

Cloreto de Magnésio Natural

Já o Cloreto de Magnésio natural é encontrado em abundância como um sal inorgânico presente na água do mar. Mas seu sabor é amargo e, por isso, não é utilizado como tempero na culinária. O Cloreto de Magnésio serve para muitas coisas, como: promover aumento das funções cerebrais, como o aprendizado e a memória; o fortalecimento dos ossos e tratamento de osteoporose; combate de infecções; tratamento de enxaquecas ou da perda de audição provenientes de distúrbios metabólicos.

Controle de Estresse

Além disso, o Cloreto de Magnésio ajuda a eliminar o estresse e seus efeitos adversos, como depressão e ansiedade. Estudos dizem que os indivíduos com altos níveis de estresse perdem mais magnésio no corpo, precisando repô-lo.

Controle de Vícios

O magnésio também ameniza os vícios em substâncias como álcool, nicotina, cafeína, açúcar ou qualquer uso compulsivo, modulando o sistema de ação e recompensa.

O risco de hipertensão e de doenças cardiovasculares é diminuído com o uso regular de Cloreto de Magnésio. Em crianças, o tratamento de asma e problemas nas funções pulmonares também é reduzido com o uso do suplemento. Recentemente, pacientes brasileiros que ficaram com muitas dores crônicas nas articulações produzidas pelo vírus da Chikungunya têm se beneficiado com o uso do Cloreto de Magnésio (PA).

Como Tomar Cloreto de Magnésio

O cloreto de magnésio pode ser encontrado no mercado em cápsulas, em pó ou em gotas (líquido). Como o pó, que deve ser diluído em um copo de água, possui um gosto muito amargo, muitos preferem comprar as cápsulas, apesar de elas custarem mais caro e não serem encontradas em qualquer farmácia, como o pó. As cápsulas devem ser ingeridas junto a bastante água, na quantidade diária indicada pelo médico ou no rótulo.

Contraindicações do Cloreto de Magnésio

O Cloreto de Magnésio pode ser laxante, por isso não é indicado para pacientes com problemas nos rins ou que sofram de diarreia ou miastenia. Fora isso, é um suplemento bastante seguro de ser utilizado em qualquer pessoa.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais do Cloreto de Magnésio são a diarreia (principalmente na versão em pó), enjoos e cólicas. A hipermagnesemia pode ocorrer com o consumo em excesso, mas principalmente naqueles com função renal comprometida. Essa toxicidade de magnésio produz os seguintes sintomas: pressão baixa, letargia, confusão mental, arritmias cardíacas com risco de parada, problemas renais, fraqueza muscular e dificuldade respiratória.

Veja Também: Boldo

Foto: Romain Behar