Todo mês naquele mesmo período a tão incômoda cólica menstrual vem visitar as mulheres, algumas sentem tão leves que são quase imperceptíveis outras sofrem tanto com ela, que chegam a passar mal quando chega próximo da menstruação.

A cólica menstrual ou dismenorréia como é chamada pelos especialistas, é uma dor na parte baixa da barriga que é causada pela contração do útero ao liberar o endométrio durante a menstruação. Existem dois tipos de cólica menstrual, a primária que é a que acompanha desde a primeira menstruação que é a mais normal acontecer e a secundária que é ocasionado devido alguma patologia como miomas, cistos, endometriose e etc. Normalmente a cólica menstrual se inicia em um período que antecede a menstruação sendo um sintoma natural da TPM e pode durar ate o final do ciclo menstrual, se intensificando durante o período menstrual.

Algumas mulheres sofrem tanto com a cólica menstrual que é impossibilitada de exercer suas funções diárias, acompanhado de outros sintomas ainda mais incômodos como náuseas, vômitos, dores fortes de cabeça e diarreia. Normalmente remédios para alivio imediato da cólica menstrual funcionam trazendo melhora para esse desconforto, mas quando não resolvem o médico deve ser procurado para um diagnóstico mais especifico e um tratamento mais adequado. Através de exames de imagem e de laboratório é possível verificar os motivos e causas da cólica menstrual tão forte.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

No geral mulheres que sofrem de cólica menstrual primária conseguem aliviar esse incômodo praticando exercícios físicos que liberam a endorfina (substância liberada que auxilia no controle da dor), uma dieta rica em fibras e na maior parte dos casos a indicação de anticoncepcionais, que provocam a atrofia do endométrio diminuindo as dores. Já a secundária normalmente é aconselhados à intervenção cirúrgica para resolver o problema, claro que ambos podem ser utilizados medicamentos anti-inflamatórios, com acompanhamento e prescrição medica.

O que Posso Fazer Para Aliviar as Cólicas Menstruais?

Além das recomendações que toda mulher recebe de seu ginecologista, como beber bastante água para hidratar, fugir do sedentarismo praticando exercícios físicos, evitar certos  alimentos que fermentam no organismo principalmente durante o ciclo menstrual, separamos algumas dicas que podem te ajudar a se livrar ou pelo menos aliviar esse desconforto que nos deixa malucas.

  • Remédios Homeopáticos – Muitos especialistas apostam hoje em dia em medicamentos homeopáticos, informando ter mais resposta do que os remédios convencionais para cólicas menstruais. Os mais utilizados são chamomilla, Sépia, lachesis e a calcarea carbônica, claro que cada uma delas é indicada para uma especialidade e deve ser tomada sob recomendação. 

  • Acupuntura- A Acupuntura é um método não tão procurado para esses fins, mas é comprovada sua eficiência, não só para se livrar das dores da cólica menstrual mas também para regular o ciclo. 

Mulheres sofrem com cólicas tão severas que impossibilita de fazer suas tarefas diárias nesse período

O ideal é que a mulher viva uma vida mais saudável, com uma alimentação mais balanceada e com a prática de exercícios físicos que farão que as dores venham em intensidade menor, se livrar delas talvez seja tarefa impossível, mas amenizar com certeza. Não é aconselhado o auto medicamento, afinal o ideal é seguir um tratamento sob orientação após  diagnostico médico.

Veja também: Sintomas de TPM – Mito ou Verdade?

Foto: Etienne Valois, Eric Lewis