No final da gravidez tudo parece demorar uma eternidade! Isso acontece pois nós estamos cansadas e, com certeza, nos sentindo pesadas demais. É desconfortável até para dormir. Nesse momento, colocar em prática truques e dicas de como acelerar o trabalho de parto, é uma ótima ideia! Se você quer um parto normal, ou partir para a cirurgia no momento em que o bebê dá sinais de que quer nascer, deve ficar atenta a tudo e colaborar. Mas existem pequenas técnicas simples para ajudar a fazer este momento chegar mais rapidamente. Embora o parto aconteça no momento em que o bebê esteja pronto para nascer, dar uma forcinha para acelerar o trabalho de parto não custa nada.

As dicas são apropriadas para qualquer mulher, indicado para aquelas que desejam ter um parto normal ou mesmo apenas entrar em trabalho de parto mais rápido para fazer o parto indicado pelo médico. Podem ser colocadas em prática a partir da 37ª semana de gravidez, não antes, pois o bebê seria prematuro. Como acelerar o parto sem sair de casa?





Exercícios para acelerar o trabalho de parto

Caminhar – Todas as gestantes sabem que caminhar ajuda no trabalho de parto. Caminhadas por uma hora de manha ou à tarde, ajudam a dilatação e também fazem com que o bebê encaixe na pelve para sair. Pode-se escolher um lugar gostoso para apreciar a paisagem ou uma esteira em casa mesmo (sempre com muito cuidado). Caso não tenha tanta disposição para caminhar por uma hora seguida, você pode dividir este tempo em várias caminhadas, como 30 minutos de manhã e 30 à tarde. Mesmo se a caminhada não acelerar o trabalho de parto, os médicos ainda recomendam exercícios leves para estar preparada quando a tão sonhada hora chegar.

Mas atenção: os exercícios devem ser leves. Exercícios que elevam muito os batimentos cardíacos podem ter o efeito oposto!

Exercícios – Agachamentos são ótimos para fazer a dilatação acontecer com maior rapidez. Além disso, também é ótima para ajudar a fazer com que o bebê desça para o canal de parto. A melhor forma de fazer este exercício é com as costas apoiadas em uma parede e descer lentamente, com as pernas ligeiramente afastadas. Só 5 minutos de agachamento por dia já fazem diferença.

A bola de pilates é uma auxiliar potente para acelerar o trabalho de parto. Sentar na bola de pilates e fazer movimentos rotatórios ou para frente e para trás colabora para ajudar na dilatação. Você também pode quicar suavemente na bola por alguns minutos, o que descomprime a coluna e ajuda a relaxar os músculos do assoalho pélvico. Porém, não é necessário ficar o dia todo fazendo exercícios, apenas 15 minutos duas vezes ao dia já ajuda muito.

Ter Relações – Você sabia que sexo é uma boa dica de como acelerar o trabalho de parto? As relações estimulam o corpo a produzir ocitocina. Chamado de hormônio do amor, ele também é responsável pelas contrações. O sêmem do homem também é rico em prostaglandinas, uma substância que ajuda a amolecer o colo do útero. Além disso, o orgasmo feminino pode estimular as contrações. Se a mulher está se sentindo desconfortável para manter relações, uma forma de ajudar é um gel lubrificante, preferencialmente à base d´agua. O FamiGel tem uma composição adequada, não agride e não tem contraindicações.

Outras Dicas de Como Acelerar o Trabalho de Parto

Beber água de hora em hora e também fazer xixi ajudam a acelerar o trabalho de parto. Pois é, parece estranho, mas o processo que o corpo faz para processar a água e o xixi, ajuda no TP. Para facilitar a dilatação, o ideal é a mulher ficar relaxada e para isso dizer palavras com som de “A” ajuda muito! Fale e cante no momento das dores (quando elas chegarem), isso ajudará a dilatação, deixando a musculatura de todo o corpo menos rígida e com isso acelerar o parto.

Banho quente

Banho quente também colabora e muito para o trabalho de parto. Além de aliviar as dores que por ventura a mulher esteja sentindo, também relaxa a musculatura corporal. Banhos mornos com massagem nas costas ajudam a relaxar e acelerar o trabalho de parto. Uma bolsa de água quente ou morna na região lombar também é uma boa ideia. Ela faz as vezes do banho e pode ser tão relaxante quanto. Mas é bom lembrar que deve-se evitar banhos muito quentes e longos.

Alimentos

Alguns alimentos também colaboram para o parto. Os óleos de prímula e de rícino e os chás de canela e folha de framboesa são bons exemplos. O óleo de rícino funciona como laxante, portanto também ajuda a movimentar a musculatura inferior, porém só deve ser usado com orientação do seu médico. Já o óleo de prímula e o chá de folha de framboesa ajudam a estimular o útero, mas podem exagerar nesse estímulo. Portanto, não é recomendável usar esses suplementos sem antes falar com seu médico..

Rir e beijar na boca são ótimas dicas! Além de manter o bom astral e humor, vão ajudar na liberação de ocitocina e endorfina, que ajudam a lidar melhor com as dores, além de afirmar o vínculo com o pai do bebê. Dê boas gargalhadas e beije bastante.

Ande, ria e namore muito! Certamente o trabalho de parto irá agradecer!

Dúvidas das Leitoras:

40 semanas sem sinais do trabalho de parto, o que fazer?

O maior desespero das gestantes é aguardar os sinais do trabalho de parto crendo que até as 40 semanas o parto acontecerá e nada. Mas poucas sabem que é normal os sinais do trabalho de parto acontecerem até às 42 semanas, sempre com acompanhamento absoluto do obstetra para garantir o bem estar da mãe e do bebê. Ao completar 40 semanas sem sinais de trabalho de parto, o obstetra avaliará seu quadro e poderá “dar uma ajudinha” ou se ver se há necessidade agendar o parto cesariana.

Como dilatar o colo do útero?

Táticas muito utilizadas e recomendadas pelos obstetras para auxiliar a dilatar o colo do útero e ajudar no trabalho de parto é namorar bastante (relações sexuais), banhos mornos e agachamento. Ao contrário do que muitos casais pensam, o sexo até o final da gestação faz muito bem e ajuda no trabalho de parto, a não ser que seja proibido por recomendação medica.

40 semanas e o tampão não saiu, e agora?

A saída do tampão mucoso aguardada por todas as gestantes, porém nem sempre ele sai antes do parto. Em alguns casos, o tampão só sai no pós parto junto dos resíduos expelidos pelo útero. Pode também acontecer de o tampão sair e o trabalho de parto ainda demorar alguns dias. Portanto, não se preocupe.

Dica Importante: Nesse momento é importante manter o organismo adequado para a chegada do bebê. A amamentação é uma fase de extrema importância e deve ser tratada com carinho. Um polivitaminico especifico para essa fase é indicado. Por isso a Famivita elaborou a FamiGesta. Conheça mais dela aqui.

Veja também: Contrações – Como Perceber Que a Hora do Parto Chegou?

Foto: a-md