Como Baixar a Febre das Crianças?

Pesadelo de muitas mamães e papais, vilã das noites mal dormidas e preocupações dos papais de primeira, segunda, terceira, quarta viagem… ela é terrível, chega de repente e deixa seu bebê manhoso e choroso, ela é a FEBRE!!

Imaginem um dia de passeio na casa da vovó, um sábado bem feliz para a família. Joana tinha 11 meses, prestes a fazer 1 ano e eis que sinto que ela está um tanto quente e bochechas bem vermelhinhas apesar de ter saído do sol já ha algum tempo.O susto depois do termômetro, 39,4!!! Marcos e eu quase surtamos! Então, e agora? nunca tinha cuidado de uma criança com febre na minha vida! O que fazer, o que dar ai ai ai ai… enfim correria para o hospital e o diagnóstico do médico: NADA! Mas como assim nada? Bem as possibilidades mais corriqueiras são muitas para dar uma febre assim na criança:

  • Gripe
  • Resfriado
  • Dente
  • Garganta inflamada

Febre é uma defesa do organismo e uma reação natural do corpo. No caso de não encontrar nada que possa indicar uma infecção no exame clínico o certo seria verificar com exames mais profundos como um exame de sangue o qual detecta a presença de infecção por mínima que ela seja e é a causa de 99% das febres muito altas e nesses casos um antibiótico é preciso. A febre tem um período de incubação, seria 3 dias em média, mas isso com febres mais baixas até é considerável ir tratando em casa com antitérmicos como Dipirona ou Paracetamol e até mesmo Ibuprofeno pois a tendência dela sumir sozinha é grande, mas no caso de febres muito alta o ideal é levar imediatamente mesmo ao médico, lá eles sabem como baixar a febre com mais rapidez e eficácia.

Mamães e papais, não achem que é um bicho de 7 cabeças, febre alta tem que ser controlada sim, mas saber baixar a temperatura e manter a calma é fundamental. Com minha experiência de mamãe vou deixar minhas dicas as quais adquiri com muitas e muitas noites de sono perdidas cuidando dos pequenos, então como baixar a febre?

  • Dê o antitérmico indicado pelo pediatra na dose certa respeitando horários
  • Não dê banho gelado na criança, pois pode aumentar ainda mais a temperatura, o ideal é um banho morno, mas nunca gelado. O melhor a se fazer é colocar compressas com álcool em lugares estratégicos como axilas, virilhas e testa.
  • Dê muito liquido a criança, se ela aceitar é claro. Hidratar é fundamental para reposição de aminoácidos que o corpo gasta com a temperatura alta.
  • Se ela estiver ativa deixe-a brincar, é até bem saudável, ou se não, estimular o sono é muito bom pois o medicamento faz efeito mais rápido e quando ela estiver transpirando é sinal que a febre já está cedendo.
  • Não se assuste se demorar a baixar, aconteceu várias vezes da febre só começar a seder com a medicação 2 horas após ministrar o medicamento antitermico.

O que a Joana tinha? Era influência do dente que estava nascendo, ela sempre teve a tendência de ter febres altas demais, mesmo para uma gripe ou dor de garganta, lembre -se crianças abaixo de 6 anos de idade tem tendência natural a ter convulsões febris então não se assuste se acontecer ok, ela apenas acontece nos casos de subida muito rápida da temperatura.

Espero ter ajudado de alguma forma!

Veja também: Por que Ocorre Febre em Criança?

Fotos: Lynda Giddens, Nathan LeClair