A diabetes é uma doença crônica que está diretamente relacionada aos hábitos alimentares e rotinas das pessoas. Não podemos deixar de dizer que seus fatores de risco também incluem os fatores genéticos e históricos familiares, mas aumentando as chances devido à falta de cuidados com a saúde. Depois de diagnosticada a diabetes ou até mesmo recebido o aviso de pré-diabetes, os cuidados devem ser redobrados, para manter os níveis de glicemia controlados. Muitos relacionam a doença ao uso de medicamentos e até mesmo da insulina, mas o controle da doença vai muito além e é necessária mudança de vida mesmo. Através de mudanças de hábitos em alguns casos é possível controlar a diabetes.

Principais Mudanças na Vida do Diabético

Mesmo a diabetes sendo dividida em tipo 1 e tipo 2, as mudanças nos hábitos e estilo de vida servem para qualquer um dos tipos. Na verdade, todos os cuidados indicados para os diabéticos deveriam ser seguidos por todos, para garantir uma vida tranquila e saudável, reduzindo as chances de aparecimento da diabetes, problemas com colesterol, hipertensão e demais fatores recorrentes a uma vida desregrada.

Mas para os diabéticos os cuidados não são uma opção, mas sim uma necessidade para que não ocorra complicações a saúde. Se antes da diabetes tinha uma vida desregrada, com alimentação sem preocupações além de ser sedentário, agora é o momento da mudança radical de vida! Todo o tratamento se baseia em uma junção de fatores e só funciona quando tudo é colocado em prática! A mudança dos hábitos alimentares não funciona sozinha sem a atividade física e dependendo das alterações de glicemia, impossível sem o ajuste de medicamentos também. Pode assustar no começo, mas acredite, tudo vai entrando nos eixos com o tempo e se tornando hábito, que por sinal, mais saudável do que antes.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Algumas mudanças na alimentação podem parecer radicais no início, como a redução do consumo de alguns alimentos ou a troca de alguns por outros mais saudáveis. Mas somos totalmente adaptáveis e com o tempo tudo vira rotina novamente. E também, o diabético não é proibido de comer algumas coisas para sempre, mas sim, de evitar ou consumir em excesso.

Complicações Devido ao Descontrole da Diabetes

Quando não tratada devidamente, a diabetes pode trazer graves complicações a saúde. Algumas até momentâneos, outras que ocorrem a longo prazo, mas que afetam gravemente a saúde.

Hipoglicemia

Uma das principais complicações que pode ocorrer em todos os diabéticos a qualquer momento, é o de hipoglicemia. A hipoglicemia está totalmente interligada a vida do diabético e por isso é essencial encontrar como controlar a diabetes, de maneira que mantenha seus níveis sempre em ordem. Através das mudanças de hábitos e alguns cuidados é possível viver tranquilamente sem sustos.

Nesse caso, comer a cada 3 horas e ajustar a alimentação a pratica de exercícios físicos fará com que os níveis glicêmicos fiquem controlados. Claro, se for indicado o uso de medicamentos ou até mesmo o uso da insulina para auxiliar no controle. É essencial que o diabético tenha um acompanhamento médico para garantir que suas mudanças e novos hábitos estejam surtindo efeito.

Problemas Circulatórios

Os descontroles dos níveis de glicemia provocam danos também aos vasos sanguíneos. Com o descontrole os vasos sofrem com a oxidação, permitindo que maior número de gordura se aloje nesse local, ocasionando problemas de hipertensão. Para controlar e evitar esse problema é necessário manter os níveis de glicemia controlados, além de controlar o ganho de peso e evitar maus hábitos e vícios como cigarro e ingestão de álcool.

A redução do sal na alimentação também auxilia nesse cuidado, já que ajuda a reduzir a retenção de líquidos. E não é só o sal propriamente dito que faz mal, mas alimentos enlatadados, temperos prontos, molhos industrializados, queijos muito salgados e carboidratos em geral. Todos esses alimentos contêm sódio ou contribuem com o descontrole da glicemia, além de causar hipertensão.
Os problemas circulatórios da diabetes podem afetar muito além de pernas e pés. No caso dos homens, pode afetar a fertilidade. O órgão sexual masculino para se manter ereto durante a relação sexual precisa se “encher” de sangue, o que pode ter seu processo impedido no caso dos diabéticos com sua glicemia descompensada. Por isso é muito comum escutarmos que diabéticos possuem problemas com disfunção erétil, portanto homens diabéticos, se cuidem!

Aproveitando o espaço já que estamos falando de fertilidade masculina. Se está tentando engravidar e quer dar um reforço extra para sua fertilidade, recomendamos o uso de vitaminas da fertilidade masculina, como o ViriFerti. Além de suprir todas as necessidades vitamínicas que o organismo necessita, ainda potencializa a produção seminal e fortalece a qualidade dos espermatozoides e DNA, facilitando a concepção. Você pode adquiri-la aqui em nossa loja virtual.

No caso das mulheres também é possível potencializar a fertilidade através de vitaminas da fertilidade, como a FamiFerti. Além de ser uma vitamina completa, potencializa a ovulação, fortalece os óvulos, útero e endométrio, que são indispensáveis para a concepção. Adquira aqui em nossa loja virtual.

Aumento do Peso

Diabéticos estão propensos a sofrer com ganho de peso em excesso, alias a diabetes de tipo 2 é muito comum em pessoas acima do peso. Um dos principais sintomas da diabetes é o aumento do apetite e com o tratamento medicamentoso ou com insulina pode ocorrer um ganho de peso, se o paciente não seguir uma dieta balanceada.

O ideal para controlar o ganho de peso é seguir uma dieta regrada, se alimentar a cada 3 horas e consumir alimentos apropriados, naturais e carboidratos de baixo índice glicêmico, como os alimentos integrais. Além de uma boa alimentação, a prática de exercícios físicos que é indispensável no tratamento do diabético auxiliará no controle da balança.

Aumento no Apetite

Como já citamos, o aumento no apetite é um dos sintomas evidentes da diabetes, principalmente quando ela está descontrolada, mas como controla-lo ou se saciar de maneira mais saudável? O melhor para contornar a situação é manter os níveis glicêmicos sempre controlados e se alimentar a cada 3 horas para se manter sempre saciado. Nada de exageros na hora das refeições, coma somente o suficiente e a quantidade ideal indicada pelo nutricionista.

Fadiga e Sono em Excesso

Outro sintoma bem evidente da diabetes descompensada é o cansaço em excesso, fadiga e muito sono, fora do normal. Com o uso incorreto da insulina no organismo, o metabolismo fica sobrecarregado e acaba causando esse mal-estar, uma canseira descontrolada. O que poucos sabem é que rotinas agitadas e muito stress podem elevar os níveis glicêmicos também. Portanto, tire o pé do acelerador, reduza a agitação e se cuide! Procure fazer uma rotina saudável de sono e ter noites bem dormidas. Com certeza, esse cuidado responderá positivamente no controle da sua glicemia.

Doenças Periodontais

Um dos cuidados indispensáveis na vida de um diabético é o da saúde bucal. Com o aumento da glicemia, as chances de proliferação bacteriana bucal, placas bacterianas principalmente quadros de gengivite e de periodontite aumentam também. O ideal é manter visitas regulares ao dentista, fazer escovação adequada de 2 a 3 vezes ao dia, usar o fio dental diariamente e fazer bochechos com enxaguante bucal.

Alguns dentistas inclusive conseguem detectar a diabetes por alguns sinais bucais, como o hálito diferenciado, que dizem ter cheiro parecido com o de uma maça velha, em conjunto com problemas periodontais.

Problemas nos Olhos

Uma das áreas mais sensíveis dos diabéticos são os olhos. Isso porque os olhos são repletos de vasos sanguíneos e com o descontrole da glicemia pode vir afetar a circulação do sangue na área, causando a retinopatia diabética. A melhor e única forma de prevenir que o problema ocorra é controlar os níveis de glicemia no sangue, seguindo orientações e tratamento médico.
Todas as complicações da diabetes ocorrem por falta de controle e cuidados do paciente. Não deixe de procurar um médico ao observar sintomas da diabetes. Quanto antes descobrir e iniciar o tratamento, melhor será a resposta do corpo e mais fácil o controle da glicemia.

Foto: Public Health Image Library