Quem diz que ter filhos e educa-los é tarefa fácil definitivamente não esta fazendo a coisa certa!! Educar um filho sempre foi tarefa difícil e para corajosos desde que o mundo é mundo e podemos afirmar isso ainda com mais certeza nos tempos atuais. Infelizmente crianças não nascem com manual e muito menos existe uma cartilha para os pais seguirem de como educar um filho, mas uma coisa que todos os pais sabem é se dedicar e fazer o melhor de todo o seu coração.

E mesmo com tanta dedicação, zelo e preocupações é inevitável em um estágio da vida, papais e mamães não pararem para pensar e se questionar se estão errando em algo. Não se sinta privilegiado em se cobrar demais e achar que faz pouco por seus filhos, isso é um sentimento de todos que tiveram a escolha de serem pais de verdade. Alguns pontos da educação devem ser proporcionados com certo cuidado, já que aquela velha frase do “que tudo que é demais não é bom” se enquadra perfeitamente!! Excessos nunca são saudáveis para a educação e desenvolvimento de um filho.

Educar um filho e gerar crianças responsáveis, inteligentes e com boa autoestima é uma tarefa complicada e que exige doses diárias de educação e acredite a principal palavra chave dessa difícil jornada é a palavra NÃO. Colocar limites, ensinar o certo e o errado e que existe seu tempo adequado para todas as coisas são os primeiros passos para uma criança crescer confiante e sem excessos. Alguns pais com medo da autoritariedade sobre seus filhos e com a imagem que terão deles em seu crescimento acabam abrindo mão de ensinar ou mostrar o que acha correto além de ensinar uma autoridade necessária e saudável para seu desenvolvimento.

Ser um pai e mãe que diz sim a todos os desejos do seu filho e fornecer  todos os seus pedidos e desejos não significa ser um bom pai! Isto privará o desenvolvimento saudável de seus filhos que ficarão presos à intolerância, a insegurança e ainda por cima não conseguirão lidar com situações onde não conseguem aquilo que querem. Por isso todos os especialistas em educação infantil afirmam que melhor é educar e dizer não dentro de casa com amor, do que deixar e permitir que o mundo faça sem o mesmo sentimento precioso e deixa-los aprender com muita dureza que a vida não é da forma que aprenderam ao longo de sua vida.

Principais Pontos Para Educar um Filho

Não existem regras para uma boa educação, mas existem sim pontos que devem ser respeitados e seguidos para focar em uma boa educação aos filhos. Apontados como pilares da boa educação, psicólogos, pedagogos e todos os especialistas em educação infantil tem a mesma visão e apontam os mesmos focos.

Não Mentir – Não faça promessas que não serão cumpridas principalmente quando estiverem fazendo algo que não aprova. A mentira com o tempo se torna algo desconfortante já que o pequeno questionará a verdade das coisas que você diz, já que as não cumprem. Conversar será sempre a melhor saída e mostrar o erro cometido a fim de conserta-lo ou resolver a situação.

Não desautorize a ordem do pai ou da mãe – Jamais passe por cima de uma ordem de seu companheiro, seja ela qual for. Se o castigo foi dado, deve ser mantido e em hipótese alguma discutido sobre o ocorrido na frente das crianças. Isso fará que a autoridade seja dividida ou até mesmo retirada sobre a criança. A melhor forma de resolver é conversar com seu companheiro a sós e a solução tomada em parceria.

Coloque regras e não as quebre – Regras e limites são pontos extremamente saudáveis para a educação infantil. Crianças que crescem sabendo o que podem e não podem fazer, sabendo seus limites se desenvolvem de maneira saudável para encarar uma adolescência e a fase adulta sem tantas preocupações e dilemas. O bom exemplo dos pais é a melhor aula que as crianças têm, se o pai e a mãe seguem bons exemplos a vida diária da criança correrá de forma ainda mais tranquila.

Dar autonomia- Ensinar as crianças a fazer seus afazeres diários e a cuidar de suas coisas ajuda e muito na autonomia das crianças, que se tornarão mais independentes e espertas. Aprendem a lidar com as responsabilidades e as consequências de seus atos.

Para educar um filho é necessário muito amor, muita dedicação e estarmos ligados 100% neles. Corrigi-los quando errarem, conversar sobre como melhorar e elogiar quando conseguem fazer as coisas corretamente são maneiras saudáveis de conduzir a boa educação.  Não seja responsável por erros deles principalmente quando maiores e nem se puna quando detectado algum erro, tentar resolver para que o erro não se repita é melhor do que ficar se culpando.

Veja Também: Criança Mimada – Como Criar Pequenos Ditadores

Fotos: frank guido