Então na dúvida, pois o medo de ter gêmeos era grande, embora seja uma bênção, 2 bebês pequenos para apenas eu cuidar seria um pouco demais naquele momento. Conversando com uma amiga ela me disse que Deus não daria o frio maior que o cobertor que eu tinha, que deveria tentar sim. Então comprei o medicamento, tomei e com 3 dias que eu havia tomado comecei a sentir dores no baixo ventre, sentia dor dos dois lados nas extremidades laterais da barriga e estava muito sensível, até mesmo para sentar.

Fui ao consultório do médico e ele me explicou que as dores são normais, apenas não poderia ter algum sangramento bundante, mas isso era um sinal de que o medicamento estava fazendo efeito. Claro fiquei feliz e ele orientou que caprichasse nos treinos (parte péeeeessima da história, ai que chato! Kkkk). Com 29 dias eu sentia cólicas fortes e a menstruação veio normal, repeti o tratamento por mais 2 meses e não tive resultado. Em todos os meses que usei o indutor ele me deu essa sensação de inchaço. Deixei de tomar o medicamento e então meu marido foi fazer alguns exames para constatar se o problema era com ele já que tinha tomado indutor e o efeito não foi o esperado pelo médico, já que éramos um casal jovem. Dai vários exames depois foi verificado que meu marido tem varicocele e que a gravidez naquele momento era mais difícil.

Desanimamos, pois apesar da varicocele e outro problema que ele tinha na época seria necessário uma cirurgia, então por motivos profissionais resolvemos adiar.
Engravidei sim, 1 ano e meio depois naturalmente e mesmo ele não sendo operado do problema.
Cheguei a conclusão que o indutor funciona e muito bem, basta ser acompanhada por um médico bem de perto, pois sabemos que ele pode causar cistos hemorrágicos no ovário. Fiquem atentas e não tomem medicamento sem orientação de um médico.

Veja também: Minha Experiência com Indutor de Ovulação Parte 1

Fotos: Sergiu Bacioiu, Espaço Ciências