Qual a mulher que não quer passar pela experiência da gravidez, linda, esbanjando saúde e desfilando seu belo barrigão com diversos modelos de roupa sem se preocupar se tem gordurinhas sobrando e ainda sair deslumbrante nas fotos que irão registrar esse momento.  A tarefa de manter o peso já é difícil e complicada durante toda a vida, imagina durante a fase que a fome triplica e o desejo de comer tudo ao mesmo tempo aumenta ainda mais?

Será que existe uma fórmula secreta para não engordar na gravidez ou pelo menos manter o ganho de peso durante esse período? E a resposta é infelizmente não! Mas a boa noticia é que através de hábitos saudáveis é possível controlar, mesmo sendo inevitáveis esses quilos extras já que seu corpo irá crescer e mudar totalmente para poder desenvolver um feto com saúde e nutri-lo adequadamente. O problema nem é não engordar na gravidez e sim ganhar peso em excesso de forma que venha prejudicar a saúde da mãe  e gerar transtornos também após o parto, além de se tornar totalmente desconfortável para caminhar, sentar, deitar e fazer todas as atividades rotineiras estando acima do peso e com uma barriga enorme. Por isso, os médicos logo na primeira consulta de pré-natal já verificam o peso inicial e costumam fazer o calculo de IMC indicando quanto é indicado ganhar de peso ate o final gestacional, e o quanto se deve ganhar mensalmente, fazendo um controle regularmente através da carteirinha de pré-natal.

Para aquelas que têm o IMC abaixo obstetras recomendam o ganho de peso em torno de 15 kg dentro dos 9 meses de gravidez, para aquelas que têm seu IMC considerado normal o ganho de peso pode variar entre 11 e 15 kg.  Mas para as mais gordinhas com o IMC acima, o ganho de peso não pode ultrapassar de 11 kg durante toda a gestação.  O controle de ganho de peso servirá também para diminuir os riscos de problemas de saúde durante a gestação como de uma eclampsia ou ate mesmo da diabete gestacional. Uma coisa que raramente as mulheres param para pensar é para aonde vai todo esse peso adquirido nos 9 meses de gravidez.  Se você ganha 10 quilos durante a gestação e seu bebê nasce com 3 kg, e o restante? Virou tudo gordura localizada? E a resposta é, claro que não!

Normalmente bebês nascem pesando em média 3 kg, o seu útero que terá triplicado de tamanho pesará ate o final gestacional em torno de 1 kg, a placenta que é responsável por nutrir o feto também chega a atingir o peso médio de 700 gramas, além do aumento dos seios que estão se preparando a amamentação que podem aumentar o peso em ate 400 gramas. O volume de sangue a circular pelo corpo também é dobrado e pode ser considerado um ganho de mais 1 kg. Tudo isso reunido ao liquido amniótico onde o bebê se encontra e todo liquido retido pelo organismo, além da gordura que o corpo necessita para gerar energia e acaba se acumulando durante essa fase. Pronto, respondido para onde foi tanto peso?

O que Fazer Para Controlar o Ganho de Peso?

Gravidez não é época para iniciar dieta emagrecedora e muito menos indicado a pegar firme na academia fazendo exercícios aeróbicos pesados a fim de queimar toda a gordura do corpo. Obviamente se você já tem uma rotina de exercícios, você pode dar continuidade após avaliação e liberação do seu obstetra, mas iniciar após a descoberta da gravidez, jamais.

Existem exercícios apropriados para gestantes e indicados para garantir a boa forma e a saúde durante essa fase. São exercícios que não comprometem a saúde da mãe e do bebê e muito menos o andamento gestacional e ainda auxiliam na preparação do corpo para o parto. Hidroginástica, caminhadas leves, yoga, pilates e natação são algumas das opções indicadas para gestantes, mas que devem tomar cuidados e procurar academias ou instrutores especializados em gestantes, afinal não é todo tipo de exercício que uma grávida pode realizar.

Além dos exercícios uma alimentação adequada, saudável e sem excessos irão garantir um ganho de peso sem exageros. Uma frase que você deve riscar da sua mente, é o velho ditado de comer por dois, afinal isso não existe. Você deve comer alimentos nutritivos e ricos em vitaminas que suprirão as necessidades do seu organismo e atuarão no desenvolvimento do feto. Uma dica é fazer varias refeições por dia em pequenas porções incluindo nelas frutas, legumes e verduras, isso fará que você não sinta fome e esteja se alimentando de forma correta e não exagere na quantidade da próxima refeição.

Seja mais exigente com os alimentos ingeridos nessa fase. De preferencia aos alimentos ricos em fibras, que além de ajudar no melhor funcionamento intestinal oferecem sensação de saciedade mais rápido que os outros alimentos. Reduzir a quantidade de sal e de doces também é uma forma de controlar o peso. Claro que comer um chocolate às vezes não faz mal a ninguém! Mastigue diversas vezes todos os alimentos para auxiliar a digestão e beba muito liquido para hidratar o corpo. No geral curta sua gravidez sem neuras, alimentando-se de forma saudável e aproveitando esse momento único e mágico!!

Veja também: Dieta na Gravidez – Gerando com Saúde

Fotos: Scott Sherrill-Mix, il-young ko