É chegado o dia de levar o seu filho (a) para o primeiro dia na creche! E o coração, como que fica? A mil, não é? Mas muita calma nessa hora, pois esse é um momento importantíssimo não só para você, mas também para a criança que passará possivelmente a sua primeira vez longe de você. Por isso, ao longo desse artigo vamos dar algumas dicas de como se preparar com maior segurança e tranquilidade para fazer desse momento algo mais leve para os dois!

Acostumando a criança ao ambiente

Se você tem um tempo disponível ou se ainda não voltou da sua licença, uma possibilidade que ajuda e muito na hora de iniciar a adaptação na creche, é você começar a deixar a criança por apenas algumas horas. É uma ótima opção para fazer com que ela vá se adaptando ao novo ambiente.

Algumas creches possibilitam que algumas crianças fiquem poucas horas para ajudar nessa adaptação e que, também, os pais fiquem junto por alguns minutos para incentivar a sensação de segurança. Fica a dica para você que ainda está buscando uma creche e, caso você já tenha escolhido, se informe com eles para saber se há essa possibilidade.

Aliás, outro ponto importante é que ela seja levada logo no início da semana para que seja possível que ela frequente a creche por mais dias seguidos e, assim, acostumá-la com essa nova rotina.

Se esta é uma possibilidade, antes de começar a creche, já deixe o seu filho um tempo com seus pais ou com alguém de sua confiança em alguns dias da semana, por exemplo. Assim, eles vão já se acostumando com a sua ausência e podem começar a explorar relações com outras pessoas.

A gente sabe que, muitas vezes, é difícil se organizar para poder colocar isso em prática, mas você verá que isso poderá valer muito a pena.

Converse com seu filho

É importante que você explique à criança onde ela está indo e o que ela irá fazer na creche. Deixe-a saber que ela passará um tempo naquele local e que ela fará amigos lá também! Nada de apenas chegar lá e deixá-la nas mãos da educadora. A criança pode se sentir totalmente abandonada por não entender o que está fazendo ali, e só vai tornar a adaptação na creche um momento ainda mais traumatizante e estressante.

O ponto aqui é que a criança saiba que ir para a creche é algo divertido. Por isso, nada de promessas de recompensação como “Se você se comportar na creche, você vai ganhar um prêmio”. Isso pode fazer com que a criança entenda que ir para a creche é uma punição ou algo sofrido e que, por isso, ela precisa ser recompensada depois.

criança brincando

Como fazer a despedida

Parece ser duro, não é? Mas isso é porque a criança também tem que entender que você não vai embora para sempre e que esta será a rotina dela diária: você vai, mas você volta.

Você pode se despedir, dar um beijo, dizer que depois volta e seguir em frente. Sabemos o quanto isso pode ser difícil, mas acredite, é uma atitude que trará mais autonomia e segurança para a criança no futuro, pois ela passará a entender que, mesmo que você vá, você volta mais tarde. Aos poucos ela começará a entender que, de fato, o que você fala realmente acontece.

Se der vontade de chorar, o ideal é que não faça isso na frente do seu filho. Isso pode ser ainda mais difícil para ele, pois ele pode entender que ficar na creche é tão horrível que até você está chorando por causa disso! Mantenha-se calma e tranquila para transmitir segurança ao seu filho. Isso vai ser muito importante para ele.

E lembre-se sempre: cada criança é diferente. Então, algumas crianças levam mais tempo para se adaptar a essa nova rotina. Outras até mesmo não esboçam nenhuma lágrima e vão para a creche felizes e contentes!

Dependendo do tipo de apego que a criança criou com você ao longo do tempo e, também, dos traços de personalidade dela, ela pode-se adaptar mais rápido ou não ao ficar longe de você. Por isso, é importante que seja respeitado também o tempo da criança, para que não seja traumatizante para ela.

Como saber se a criança já está adaptada?

Bom, uma forma de verificar isso é perguntando para a professora que cuida do seu filho. Muitas vezes, a criança só chora no momento em que chegam na creche, mas logo depois já ficam felizes e participam das atividades.

Você pode também ficar atenta a alguns sinais de dificuldades de adaptação como:

  • mau humor,
  • passividade,
  • apatia (sem energia),
  • resistência a se alimentar ou a dormir,
  • surgimento de comportamentos regressivos,
  • ficar doente com frequência.

Na dúvida, o importante é sempre se manter em contato com os profissionais da creche para se ter certeza do que está acontecendo. O trabalho aqui em conjunto é necessário para garantir que o seu filho está indo bem e que não há nenhuma preocupação sem motivo.