< Agentes da Saúde em Vistoria residencial

Nos últimos tempos nos deparamos com um novo ataque à saúde, que tem feito vitimas desde crianças até pessoas idosas. O problema não escolhe lugar para atacar, pois ocorre nos locais mais carentes até os do mais alto padrão e a única forma de acabar com ele, é matando os focos. Por isso vamos nos unir em prol da saúde de nossas famílias e aprender como prevenir a dengue.

Com o inicio das chuvas o problema vem se agravado ainda mais, aumentando o número de casos diariamente. O que tem causado verdadeiro desespero nos hospitais, principalmente nos públicos onde o número de médicos não atende a grande demanda de pacientes a procura de atendimento. A dengue é uma doença transmitida através da picada do mosquito infectado Aedes Aegypti que tem por principal sintoma, a febre alta e dor no corpo. O mosquito da dengue se desenvolve e multiplica em pequenos ou grandes depósitos de água parada, muitas das vezes nos próprios quintais das residências. Por isso a Vigilância Sanitária realiza regularmente visitas nas casas, empresas e todo prédio ou estabelecimento gerador de risco para procura de focos do mosquito Aedes.

Durante a visita do agende de saúde, será procurado possíveis focos e alertado sobre os cuidados que todos devem ter em sua residência, diminuindo assim os riscos da proliferação na área.  Já o Centro de Controle de Zoonoses fica responsável em realizar a aplicação de inseticidas em locais com grande numero de casos, inclusive utilizando em algumas regiões o carro de fumacê onde é espalhada uma nuvem de inseticida pelas ruas da região. Para reduzir os casos de dengue no Brasil, infelizmente não está só nas mãos dos governantes, mas sim na mão da população. Que se fizer cada um sua parte e cuidar do seu território para que o vírus não se alastre conseguiremos combater esse mosquito que tem tirado a saúde de muita gente, inclusive muitos casos de crianças e adultos indo a óbito.

Como não existe uma vacina contra a dengue, a melhor forma de se prevenir é cuidar para que o mosquito fique o mais longe possível de nossa família. Manter objetos protegidos da chuva para evitar o acúmulo de água parada é o primeiro passo para manter a doença longe da sua casa, porém como não podemos contar com o bom senso dos demais vizinhos temos que nos proteger ainda mais e juntamente da vigilância sanitária auxiliar a inspecionar os locais, denunciando quando encontrar possíveis focos. Certos cuidados são indispensáveis e devem ser realizados em todos os locais para que acabem os focos. Vamos citar alguns exemplos:

  • Manter garrafas vazias com a boca virada para baixo
  • Colocar areia nos pratos das plantas
  • Manter bem tampado caixas d´agua, baldes e piscinas.
  • Manter calhas de canos sempre limpas
  • Guarde pneus em locais sem acesso a chuva e de água

Manter todo objeto e lixo que possa acumular água parada dentro de uma lixeira com tampa. Em caso de verificação de foco de dengue ou local com água parada faça uma denúncia no telefone 0800 770 5870. A sua saúde e dos demais habitantes agradecerão a sua atitude.

Como Evitar a Dengue em Crianças

Mosquito Aedes Aegypti

Se quando contraída, a dengue faz um estrago dos grandes em nos adultos, imagine em uma criança que possui imunidade mais baixa? Infelizmente as crianças acabam pagando pelo descaso de adultos que não colaboram com a humanidade. Para diminuir as chances e evitar a contaminação das crianças com dengue, médicos indicam o uso de repelentes que podem auxiliar neste momento de surto da doença. Existe repelentes em forma de spray, gel, cremes e ate mesmo em óleos. Sendo que alguns não são recomendados para bebês, por isso é necessário somente utilizar após à indicação de um pediatra.

Colocar telas de proteção de mosquito nas janelas e se possível nas portas também é outra opção que tem sido muito utilizado nas residências que possuem crianças. Além de utilizar produtos a base de citronela que afastam além do mosquito da dengue, outros tipos de insetos. A citronela pode ser encontrada através de desinfetantes, óleos e até mesmo velas repelentes. Manter as crianças com calças compridas e blusas de manga é outra forma de evitar as picadas do mosquito da dengue, inclusive algumas escolas já fazem esse tipo de recomendação aos pais para evitar a contaminação dentro das escolas.

Alguns encaram esses tipos de cuidado como excesso, outros como precaução. Afinal estamos passando por um momento de crise de dengue onde milhares de pessoas tem sido contaminadas diariamente, algumas chegando a perder suas vidas. Portanto, todo cuidado é pouco e toda precaução não é excesso. Afinal é melhor pecar pelo excesso do que pela falta, não é?

Veja também: Como Acabar com Piolhos

Fotos: Sanofi Pasteur