O corpo Lúteo é um cisto derivado do folículo ovulatório, o qual secreta progesterona após a liberação do óvulo. Pode aparecer depois da ovulação e é parte fundamental para que a gravidez aconteça. Pode parecer algo muito complicado, mas não é não! Muitas pessoas nem tem ideia de que o corpo lúteo exista e muito menos para que ele serve. Porém, para quem está tentando engravidar, é uma informação muito relevante!

corpo lúteo pós ovulação

Imagem de ovário aumentado com um corpo lúteo grande. O cisto Lúteo é a parte amarela e o ovário a de baixo.

Para entendermos o que é o corpo lúteo, vamos começar do principio. Vamos entender a ovulação em si e verificar a funcionalidade dessa personagem ilustre mas pouco conhecida. Tudo começa quando a mulher menstrua, logo após essa menstruação começa a indução de novos folículos para uma ovulação no período fértil da mulher. Na primeira fase, os hormônios são liderados pelo estrogênio e FSH que fazem acontecer o crescimento do endométrio e também dos óvulos.

O ciclo possui 3 etapas: fase folicular, fase fértil e fase lútea. Em um ciclo normal de ovulação, é muito comum acontecer estimulação de 10 a 20 pequenos óvulos. Quando um deles se desenvolve mais rápido ou fica maior do que os outros, pode-se tornar um ótimo candidato para ser o óvulo folículo dominante. Esse folículo após crescer e amadurecer, quando chega a cerca de 21mm de espessura, pode ser liberado pelo ovário. Aí então o LH entra em ação fazendo a sua subida para liberação do óvulo. Nesse momento é muito importante saber que o muco clara de ovo é um grande sinal de ovulação. Também, um dos sinais de que a ovulação está prestes a acontecer, são as famosas pontadas em um dos lados do baixo ventre na mulher ou em ambos.

O Corpo Lúteo Pode Confundir Até os Médicos!

Quando o óvulo é liberado finalmente para ser fecundado, a cicatriz que era antes folículo, agora se torna um corpo lúteo. Essa cicatriz que antes ficava o óvulo passa a secretar progesterona para que o endométrio se mantenha grosso e assim possa abrigar uma possível nidação e consequentemente a gravidez em si. Essa fase do ciclo se chama fase lútea. O corpo lúteo é o principal secretor e por isso é tão importante que ele esteja ativo. Normalmente quando vem escrito no laudo da ultrassonografia: Presença de cisto secretor no ovário direito ou esquerdo.

É justamente a presença do corpo lúteo pós ovulatório, e por isso muitas mulheres podem se confundir achando que um cisto é um malefício, mas um cisto funcional temporário pode ser o melhor sinal para quem está procurando a gravidez. O cisto funcional ou corpo lúteo é a certeza de que houve ovulação e com isso uma possível gravidez pode ficar ainda mais próxima de acontecer. Porém o corpo lúteo também pode ser confundido com algum cisto demoide, pelo seu formato até pelos médicos.

Quando o óvulo é fecundado, ele começa a se multiplicar e a se fixar no endométrio, esse processo de chama nidação. Após esse acontecimento, o corpo lúteo passa a secretar ainda mais progesterona e faz aparecerem os sintomas da gravidez.

Também resulta para algumas mulheres, as famosas pontadas e incômodos relatados, dores nos seios e outros sintomas tão comuns. Contudo, se não acontece a fecundação,ou acontecer mas não houver implantação, o corpo lúteo começa a se desfazer e vai embora junto com o endométrio no sangramento menstrual, e ai inicia-se um novo ciclo.

Mulheres que estão tentando engravidar ficam mais sensíveis para os sinais de uma possível gravidez. Por isso, as dores da atividade de secreção hormonal do corpo lúteo, podem ser mais percebidas e os sintomas ficarem mais evidentes e mais parecidos com os da gravidez. Mas os sintomas, podem ser somente reflexo de uma ovulação e do aumento da progesterona produzida pelo corpo lúteo, após a liberação do folículo. Devemos lembrar que para se levar os sintomas em consideração, o tempo é fundamental, se o atraso acontece e os sintomas continuam, é bem provável que a ovulação possa ter resultado em uma gravidez, basta ter paciência e esperar o tempo certo para realizar o teste.

Veja também: Sintomas de Gravidez – Quais são e Quando Levar em Consideração? e Calculadora de gravidez

Foto:  ed uthman