Qualquer imprevisto na gravidez pode dar um susto enorme! E um desses casos é quando aparece o corrimento marrom ou borra de café. O primeiro pensamento que nos vem à cabeça é o risco de aborto ou algo parecido. Mas fique tranquila, pois essa secreção amarronzada pode significar outras condições também. De qualquer forma, ela é um sinal de alerta.

A gravidade do corrimento marrom vai depender da intensidade em que ele acontece e da fase da gestação que a mulher se encontra. Quanto mais intenso for e se acontecer ainda no primeiro trimestre da gestação, pode trazer uma preocupação maior. Nesta fase pode estar relacionado à perda do endométrio onde o bebê está fixado.





Corrimento marrom no início da gestação

Se o corrimento surgir no início da gestação, pode ser que esteja relacionado ao sangramento de implantação conhecido como nidação. Embora não seja em todas as gestações que esse sangramento marrom aconteça, 25% das gestantes o têm durante o início da gravidez. Esse sangramento não deve ser intenso e nem ter fluxo ou pedaços. Caso haja, não é sinal de que seja de implantação e sim por algum outro motivo.

Outro motivo que leva ao corrimento marrom claro na gravidez é a baixa hormonal. Caso a gravidez seja recente, ou mesmo até o segundo trimestre, secreções dessa cor podem ter natureza hormonal. Ou seja, o corpo não está produzindo uma quantidade suficiente de hormônios, e então não há o suporte hormonal necessário. Esses sangramentos são o corpo mostrando brechas hormonais e outros problemas que devem ser tratados o quanto antes. O descolamento de saco gestacional, o famoso hematoma subcoriônico que acomete as gestações e pode resultar em um aborto, deve ser tratado bem de perto pelo médico.

Corrimento marrom no terceiro trimestre

Normalmente, mulheres que são portadoras de endometriose podem ter corrimentos marrons (também conhecido como borra de café) até o final da gravidez. Outro fator que pode causar esses escapes de sangue com coagulação diferente são problemas como placenta prévia. Mulheres que têm placenta prévia podem ter sangramentos vermelho vivo, mas também em cores amarronzadas.

IMPORTANTE: Nem todo corrimento marrom é sinal de risco. Em caso de dúvidas procure um pronto atendimento para avaliação do caso.

Principais causas da borra de café na gravidez

Alguns fatores pouco comentados são:

  • Rotura de vasa prévia: A ruptura de parte do cordão umbilical que é ligado à placenta.
  • Rotura do seio marginal: Pedacinhos de placenta que se desprendem precocemente.
  • Descolamento de placenta: Quando parte da placenta se desloca da parede uterina e causa problemas para fornecer nutrientes e oxigenação para o bebê.

Riscos

Esses são casos especialmente mais graves, que precisam de intervenção médica e algumas vezes podem induzir ao parto mesmo que prematuro. Por isso devemos saber que todo sangramento – marrom ou não – durante a gravidez deve ser investigado. Por toda a gestação pode haver corrimento marrom por outros motivos, como a infecção de colo de útero.

Essas infecções trazem um sangramento pastoso e marrom, além de ardor ao urinar e ao ter relações. Dependendo do tempo que a infecção está naquele local, o sangramento marrom pode tornar-se intenso e assustar a gestante. A infecção urinária também é um fator que pode trazer o corrimento marrom na gravidez. Mulheres com altos índices de hemácias na urina tendem a formar um muco marrom semelhante ao de implantação. Caso sinta muita dor ao urinar ou mesmo apenas um desconforto, a gestante deve pedir ao médico um exame para averiguar a existência de cistite.

Corrimento marrom após relação sexual

Durante o segundo e terceiro trimestre de gravidez, o corrimento marrom pode aparecer durante ou depois da relação sexual. Isso pode ser sinal de ruptura de vasos da região vaginal e não significa risco algum. Porém, se o sangramento se intensificar e vier acompanhado de dores intensas, o ginecologista deve ser consultado imediatamente.

Todo e qualquer sangramento ou sintoma diferente deve ser reportado ao obstetra da gestante imediatamente. Se você não tiver o número de telefone dele, faça uma visita ao pronto socorro da maternidade. Nem todo sangramento ou corrimento marrom na gravidez é prejudicial, porém, prevenir é melhor que remediar.

Uma dica para melhorar a relação sexual durante a fase da gravidez é utilizar lubrificantes. Existem géis lubrificantes à base de água, que fazem o papel do muco feminino, aumentando a umidade vaginal, como é o caso do FamiGel. Além de fazer o papel de muco, ajuda a controlar o PH vaginal, mantendo a área mais saudável.

Dúvidas das Leitoras:

Corrimento marrom pode ser gravidez?

Sim, o corrimento marrom pode ser indicativo que está grávida já que pode ser sinal da famosa nidação. Porém em caso de dúvidas faça um teste de gravidez ou procure seu ginecologista para avaliação ou até mesmo solicitação para o exame de sangue.

Como tratar o corrimento marrom na gravidez?

Normalmente não existe tratamento para o corrimento marrom, desde que ele não seja sintoma de algum outro problema. Se for um corrimento comum, ele desaparecerá sozinho. Se for devido a outros problemas, o seu obstetra deverá indicar o tratamento adequado para o problema, e consequentemente o corrimento marrom desaparecerá.

Pílula do dia seguinte provoca corrimento marrom?

Sim, normalmente após ingerir a pílula do dia seguinte é bem comum ocorrer escapes ou o aparecimento de corrimentos marrons decorrentes da “bomba” hormonal que a pílula é.

Dica Importante: Para saber se o muco marrom é ou não sinal de gravidez, é recomendável fazer um teste de gravidez eficiente. Por isso, indico um que tem a melhor sensibilidade, que é capaz de detectar a grvidez até mesmo antes do atraso menstrual. Você consegue comprar o teste de gravidez Famivita aqui.

Veja também: Infecção no Colo do Útero – Como Descobrir?

Foto: Christopher William