Todo o processo de ter um filho pode ser muito desgastante para uma mulher. Desde a ansiedade que ela passa na época de tentante até o momento do parto que pode ser muito cansativo, ocorre muita preocupação.

Coisas como a ansiedade pela chegada do bebê, diversos tipos de sintomas e uma infinidade de mudanças tanto físicas quanto psicológicas que fazem com que o mundo da mulher vire de cabeça para baixo. Mas se engana quem pensa que as preocupações com o próprio corpo acabam depois do parto.

Algumas questões podem ficar em aberto, como quando há o corte da cesárea dormente, por exemplo. É algo que preocupa muitas mulheres, mas será que é perigoso? O que isso significa? Existe algum tratamento? Iremos investigar todas essas questões no texto de hoje, mas antes, precisamos explicar com mais detalhes como uma cirurgia cesariana é feita.

Como é Feita a Cesariana?

Cesariana é o nome dado à cirurgia feita para que o parto aconteça, sem ser pelas vias naturais. Ela é frequentemente indicada para mulheres que podem ter problemas com o parto normal, quando isso pode oferecer algum risco para a mulher ou para o bebê.

Esse tipo de procedimento normalmente é marcado antes, mas também pode acabar acontecendo durante o trabalho de parto, caso seja necessário. A cesariana possui alguns passos para ser feita. Eles são:

  • Anestesia: Nessa etapa, a mulher é anestesiada para que a cirurgia possa ser feita sem dor. A anestesia é aplicada na coluna vertebral, além de uma sonda para conter a urina também.
  • Corte: Nesta etapa, o médico realiza um corte que, geralmente vai de 10 a 12cm e que passa por 6 camadas de pele para chegar até o local onde o bebê está.
  • Retirada do bebê: Quando os cortes já estão feitos, o médico, com cuidado, retira o bebê do ventre da mãe. É um processo indolor e relativamente rápido. O médico avalia se o bebê está respirando normalmente e depois disso a mãe já pode ver seu filho. Antes de ela poder amamentar, o bebê deverá ser limpo e pesado.
  • Fechamento do corte: É a última etapa, quando o médico costura todas as camadas de pele abertas para a retirada do bebê. Também é indolor e costuma ser um processo relativamente rápido.

Antigamente, o corte da cesariana era feito de maneira mais agressiva, o que deixava uma cicatriz não só maior, mas também mais difícil de cuidar. Hoje em dia esse processo se modernizou e, além da cicatriz ser menos perceptível, seus cuidados com ela também são mais fáceis de lidar.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!

Esse avanço da medicina também ajudou esteticamente, já que antigamente muitas mulheres não se sentiam confortáveis com os próprios corpos por conta da cicatriz que se estendia por toda área abdominal, pegando até a área do umbigo.

bebe nascendo

Depois do parto, é muito importante que a mulher saiba como cuidar do seu corte para que ele cicatrize de forma saudável, não inflame ou gere nenhum problema. Esse é um cuidado que deve ser tomado com qualquer tipo de corte, mas a atenção precisa ser dobrada nesse caso, já que é um momento onde você possui um recém-nascido que depende de você para muitas coisas.

Para falarmos de como cuidar do corte da cesárea, é necessário entendermos que o processo de recuperação é do corpo como um todo e não apenas do corte. Você está saindo de uma gravidez que durou cerca de 42 semanas e o seu corpo está se adaptando a uma nova realidade agora. Os cuidados mais importantes para que tudo volte ao normal tem que ser feito durante os primeiros 15 dias.

A principal coisa a se fazer é repousar. Deixe o corpo se acostumar sozinho. Esse descanso nos primeiros 15 dias é imprescindível para que o processo de cicatrização do seu corte ocorra da melhor maneira possível.

Lavar bem o corte com água e sabão também é extremamente importante para evitar infecções. Não utilize nenhum tipo de creme ou loção em cima dele, já que pode irritar a sua pele.

Não retome sua rotina de uma vez, vá aos poucos. Entenda quais são os seus limites e não faça nenhum esforço em excesso. Respeitando essas condições, você vai perceber que, aos poucos, seu corpo vai voltar ao normal e o seu corte também vai cicatrizar de forma natural sem nenhum problema.

As dificuldades aparecem quando você pensa em como precisa cuidar do bebê e em como isso pode atrapalhar esse seu processo de recuperação. Nesse momento é importante contar com a ajuda do pai e de quem mais puder te auxiliar.

Corte da Cesárea Dormente é Normal?

Agora que você já entendeu como funciona esse tipo de procedimento e quais são os cuidados necessários para com o corte, já podemos falar sobre os problemas que podem surgir. Quando falamos em corte da cesárea dormente, falamos sobre algo bastante comum e que não é exatamente negativo.

Essa dormência acontece geralmente por conta da forma agressiva de como a cirurgia é feita. Ela é rápida, corta muitas camadas de pele e conta com uma forte anestesia. Sim, o corte da cesárea dormente é normal, mas mesmo assim isso causa incômodo em muitas mulheres.

Quanto Tempo Isso Pode Durar?

Não existe um tempo certo para que essa dormência suma. Existem casos onde ela durou apenas algumas semanas, alguns meses, alguns anos e até mesmo casos em que essa dormência durou a vida toda.

Isso é algo que depende de diversos fatores, entre eles a forma como o corpo da mulher se recupera, suas tendências genéticas e reações do corpo à anestesia, além de diversos outros.

Existem Formas de Tratar ou Reverter?

Apesar de muitas mulheres recorrem a cirurgias plásticas para acabar com o corte da cesárea dormente, não existe nenhuma comprovação científica que esse é um método que dá resultados.

É verdade que, em alguns casos, acaba resolvendo, mas, como já falamos anteriormente, existem uma infinidade de fatores que podem influenciar para que essa dormência despareça ou não e exatamente por isso não podemos afirmar que nenhum método pode com certeza fazer com que os resultados esperados apareçam.

Ter o corte da cesárea dormente não é o fim do mundo. Na realidade, é algo que acontece com muitas mulheres e faz parte de um processo natural do seu corpo muitas vezes. Ainda assim é preocupante e pode até causar desespero para muitas.

O que se tem a fazer é pesquisar muito bem sobre a situação para que você possa compreender que isso é uma coisa normal e que não há possiblidade de riscos maiores para sua saúde. E se mesmo assim você ainda tiver com dúvidas, é recomendável conversar com seu médico para que todas as suas preocupações possam ser aliviadas.

Veja Também: Cesárea Inflamada
Foto: Matt Burtchaell