Criar os nossos filhos nunca é uma tarefa fácil. Muitos encaram, na verdade, como o grande desafio da vida e não deixa de ser, já que você está colocando no mundo uma pessoa para viver na sociedade. E quando paramos para pensar sobre isso, as preocupações parecem só aumentar, ainda mais quando precisamos lidar com problemas que os filhos trazem, como o que ocorre com uma criança mentirosa, por exemplo.

Medo dos Pais

Muitos pais vão a loucura tentando entender como fazer para os filhos melhorarem nessa questão. Mas qual será a solução? Será que é realmente necessário procurar um especialista? É possível resolver esse tipo de problema sozinho?

Uma criança mentirosa pode gerar consequências graves no futuro? Todas essas dúvidas são pertinentes e muito comuns em pais que têm problemas com mentiras. Mas para entender melhor como lidar com esse problema, precisamos primeiro entender por que isso está ocorrendo.

Até Aonde é Normal Uma Criança Mentir?

Por volta dos 3-4 anos, quando a criança está vivendo em um “mundo da fantasia” é muito comum que ela invente histórias que não são reais. Não é algo que cause problema e essas mentiras se caracterizam muito mais como exploração do mundo do que algo feito com más intenções. Porém, essa fase passa e é necessário tomar cuidado para saber se a criança está mentindo já com consciência do que está fazendo ou se ainda está fantasiando.

Em muitos casos, crianças mentem para evitar algum tipo de repressão dos pais. É o tipo de caso que começa a gerar preocupação, pois nós conseguimos perceber que não é verdade e ao mesmo tempo diversas duvidas surgem sobre como lidar com esse tipo de situação.

Como Lidar Com Uma Criança Mentirosa?

Se uma criança está mentindo para evitar algum tipo de repressão severa, provavelmente ela já experimentou essa repressão, por isso, repreender não parece ser o caminho mais correto para lidar com esse problema. Mas deixar de lado também não é saudável, já que a criança pode começar a pensar que pode se livrar dos problemas dessa forma.

Grávida após 3 anos!
"Após 3 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." Lidyane, grávida de 3 meses
Saiba mais!

O mais recomendável, nesses casos, é tratar a criança com sinceridade e explicar que a mentira é algo ruim. Lembre-se: A criança geralmente faz o que você dá de exemplo e não o que você diz, por isso é importante ser um exemplo dentro de cada para agir contra as mentiras que ela conta.

Efeito Contrário da Repressão

O fato de a criança contar uma mentira não deve ser marcado como um momento horrível em sua vida. Isso significa que repressões severas costumam gerar mais efeitos negativos do que positivos. Por exemplo, uma criança que se sente humilhada por tomar uma bronca em público vai se sentir muito mal pela situação, o que vai gerar muito mais um sentimento de raia do que de vingança.

Explicar com calma que o que ela está fazendo é errado e dar à criança a oportunidade de dizer a verdade pode gerar mais resultados positivos, já que ela vai perceber que vai ter a chance de ter um diálogo aberto com você.

Por Que Está Mentindo?

É importante descobrir porque a criança mentirosa faz o que faz. Nem sempre a resposta é óbvia, mas também não é sempre que precisamos de um profissional para nos ajudar a lidar com esse problema. As causas mais comuns, são, como já citamos aqui, as mentiras inventadas para se livrar de situações onde elas possam ser repreendidas.

Se você perceber que seu filho está passando por uma fase do tipo, evite fazer perguntas que o pressionem demais. Por exemplo, se ele deveria ter tomado banho e não tomou, ao invés de perguntar “você tomou banho?” prefira usar perguntas como “por que você não tomou banho?”, isso vai tirar da criança a possibilidade de contar alguma mentira, além de a acostumar a enfrentar esse tipo de situação com a verdade.

Tratamento Para Mentira Compulsiva

Existem alguns casos onde crianças acabam desenvolvendo a mitomania, ou a mentira compulsiva, são casos mais raros em que um tratamento psicológico é necessário. Ela ocorre geralmente por conta de um conjunto de fatores que vão desde o genético até as formas de relação social que a criança tem com o mundo e está geralmente relacionada com a necessidade de atenção da criança.

Por isso, muitos pais precisam se perguntar se estão dando a devida atenção para seus filhos antes de os culpar pelas mentiras em excesso. E apesar disso, é necessário saber que é muito comum que crianças inventam histórias fantasiosas, como já citamos anteriormente, e não se deve confundir isso com a mentira compulsiva, que apresenta consequências muito mais graves.

Apesar de ser necessário um tratamento com um profissional para que a mitomania não atrapalhe a vida da criança, os pais têm um papel fundamental para que ela seja totalmente curada, dado exemplo e seguindo os conselhos dados aqui nesse artigo.

Problemas Que a Mentira Pode Gerar no Futuro

Repreender demais por causa das mentiras ou deixar isso passar como se não fosse nada pode ser prejudicial para a formação psicológica da criança. Quando ela começa a crescer, vai entender que fazer isso é errado, mas vai continuar pensando que é uma forma legítima de se livrar de certos tipos de situação ou de responsabilidades.

A consequência é que ela pode se tornar um adulto que prefere fugir das situações por atalhos como a mentira do que enfrenta-las. O problema é que, no futuro, isso pode ser muito prejudicial, pois mentiras descobertas na escola ou no trabalho, por exemplo, podem acarretar em situações muito complicadas para a pessoa. Por isso é tão importante a ensinar, com exemplo, como lidar com as situações sem mentir.

Lidar com uma criança mentirosa pode ser um verdadeiro desafio para os pais, mas é necessário entender as razões de tal problema estar acontecendo antes de tomar decisões que podem afetar negativamente a criança.

Nem sempre a culpa é de quem está criando, apesar de que, muitas vezes problemas com crianças são reflexos de problemas com os pais. É sempre recomendável buscar ajuda profissional se o problema se tornar algo mais grave, mas também deve-se prestar atenção no que pode estar gerando esse tipo de problema para entender qual é a melhor forma de resolve-lo.

Contar mentiras pode gerar consequências negativas tanto para a criança quanto para os pais a longo prazo, por isso, tente resolver isso o mais rápido possível, antes que o problema se torno algo maior.

Veja Também: Como Educar um Filho – Existe Fórmula Secreta?
Foto: Pezibear