Uma sequência de espirros que começa aparentemente do nada, inchaços na pele que surgem de uma vez e que tiram todo o seu sossego, dores que surgem sem explicação e que impedem que você realize até mesmo as tarefas mais simples do seu dia. Todas essas situações podem se encaixar em uma crise alérgica. No texto de hoje vamos abordar todos os pontos que você precisa saber para entender melhor o que desencadeia essas crises, por que elas ocorrem e como evitar que elas atrapalhem a sua vida. Mas antes, é preciso entender com mais profundidade o que é uma alergia.

O que é uma Alergia?

Pode-se definir alergia como qualquer reação causada por uma hipersensibilidade do sistema imunológico, que reage a determinado agente em uma parte do corpo. As alergias mais comuns são as respiratórias, alimentares e as de pele, embora possam existir outros tipos também. No geral, as alergias não são muito nocivas e representam um perigo pequeno para nossa saúde. Porém, existem casos em que elas podem gerar diversas complicações e até mesmo a morte, dependendo do nível de sensibilidade de cada sistema imunológico.

Apesar de muitas vezes as alergias não representarem grande perigo, elas podem acabar atrapalhando as tarefas do nosso dia a dia e serem um grande incômodo, principalmente quando temos uma crise alérgica. Por essa razão, é sempre importante evitar que uma alergia se manifeste ou, quando isso não for possível, saber como trata-la.

Tipos de Crises Alérgicas

Como dissemos, as alergias podem se manifestar de diversas maneiras. Cada tipo de crise alérgica apresenta diferentes sintomas e exige cuidados diferentes também. Os principais tipos de crises alérgicas são:

Vamos falar separadamente sobre como cada uma delas se manifesta e também quais são os cuidados que se pode tomar para tratar de cada tipo de alergia.

Alergia Alimentar

As alergias alimentares normalmente são causadas porque um alimento ingerido possui algum tipo de substância que o organismo da pessoa não consegue digerir, ou mesmo que irrita o sistema digestório. É o que acontece, por exemplo, quando alguém possui intolerância à lactose.

Alguns dos principais sintomas das crises alérgicas geradas por alergia alimentar são:

  • Dores de barriga
  • Diarreia
  • Vômitos
  • Mal-estar geral

Quando uma pessoa descobre a que alimentos ela é alérgica, fica muito mais fácil de evitar o ingerir e, consequentemente, evitar as crises. Isso pode ser feito através de exames com um médico alergista.

Alergia de Pele

As alergias de pele podem se manifestar de diversas formas diferentes, já que existem muitos tipos. Uma vez que a pele é o maior órgão do nosso corpo, é fácil imaginar que elas podem aparecer praticamente em qualquer lugar e de maneiras distintas. Algumas das principais alergias na pele são a urticária, a dermatite de contato e a angioedema.

Alguns dos principais sintomas que uma crise alérgica causada por alergia de pele pode apresentar são:

  • Coceira incessante
  • Manchas vermelhas na pele
  • Erupções na pele, que podem ou não coçar
  • Pequenas feridas na pele
  • Inchaço nas mãos ou nos pés
  • Sensação de queimação

Por se tratar de um tipo de alergia que se ramifica em muitos outros, encontrar o agente causador da alergia de pele nem sempre é uma tarefa fácil. Por isso, é recomendável se consultar com um médico para que você possa descobrir e fazer um tratamento adequado para o seu caso em específico.

bolhas nas mãos

Alergia Respiratória

Assim como as alergias de pele, as alergias respiratórias podem ser várias, como a rinite, a bronquite, a asma e a sinusite. Alguns dos sintomas mais comuns desse tipo de alergia são:

  • Falta de ar
  • Espirros constantes
  • Crise de tosse
  • Nariz entupido
  • Aperto no peito
  • Dificuldades para respirar

Como esse tipo de alergia pode ser muito perigosa, além dos medicamentos mais convencionais, muitas vezes um médico também receita as famosas “bombinhas” que ajudam uma pessoa a respirar, principalmente quando se trata de asma ou bronquite.

Por que as Crises Alérgicas ocorrem?

Crises alérgicas costumam ocorrer principalmente por dois motivos. O primeiro, obviamente, é o contato com o agente causador da alergia, normalmente em grande quantidade ou por muito tempo. O segundo fator, que é primordial para entendermos, é o não tratamento dos primeiros sintomas. Alergias normalmente costumam aparecer de maneira mais sútil e piorar conforme o contato com o agente causador se mantém. Quando uma pessoa deixa de se tratar, as crises podem acontecer.

É claro que isso não é uma regra, até porque uma crise alérgica pode ocorrer por conta de um único contato. Por exemplo, quando alguém que possui alergia à picada de abelha toma muitas picadas de uma só vez, pode apresentar uma crise mais grave. Porém, tais crises costumam surgir de maneira muito mais comum pela falta de tratamento e por isso é importante que apontemos isso aqui.

Como evitar uma Crise Alérgica?

Como você já pôde perceber, a principal forma de combater qualquer tipo de alergia é evitar o contato com o agente causador dela. Porém, muitas vezes isso não é possível, seja por conta das condições climáticas do ambiente onde a pessoa vive ou por um simples descuido ou desinformação.

Por isso frisamos aqui a importância de saber exatamente quais são as alergias que você possui e conversar com o seu médico sobre quais são as melhores maneiras de tratar desse problema e evitar que ele atrapalhe sua vida.

Crises alérgicas podem ser bastante ruins e incômodas, mesmo que as alergias não apresentem um perigo tão grande para a nossa saúde. De qualquer maneira, é importante conhecer quais são os tipos existentes e entender também a gravidade de cada uma, já que dessa maneira você acaba tendo mais consciência sobre seus próprios limites. Cuidar da própria saúde em todos os detalhes significa ter uma qualidade de vida melhor.