O período da gestação é um momento extremamente delicado na vida de uma mulher. Com o corpo sofrendo constantes mudanças, os hormônios à flor da pele e todo o preparo psicológico que uma mulher precisa ter enquanto está grávida, é normal que a vida vire de cabeça para baixo e que as coisas às vezes fiquem um pouco confusas.

Mas é exatamente nesse período que certos cuidados que normalmente a mulher tem com seu corpo precisam ser redobrados. A atenção com a higiene íntima, por exemplo, é um deles. Com o corpo mudando, as formas de realizar a sua higiene íntima mudam um pouco.

Algumas coisas que você não fazia devem começar a ser feitas e outras devem ser deixadasde fazer. Tudo isso é necessário para que o seu corpo esteja preparado da maneira mais confortável e saudável possível para a chegada do seu bebê.

Higiene Intima Afeta a Saúde?

Pode até parecer que não, mas a forma como você realiza a sua higiene íntima afeta sua saúde diretamente. Uma higiene íntima feita de forma correta durante a gravidez previne a mulher de desenvolver doenças como a candidíase, por exemplo, que é muito mais comum em grávidas do que se imagina.

Os cuidados que uma mulher deve ter com a higiene íntima durante a gravidez podem refletir em quão confortável será o parto e, principalmente, proporcionará uma gravidez saudável e sem riscos tanto para a mãe quanto para o bebê.

Principais Dúvidas das Gestantes Sobre Higiene Íntima

E levando em conta que a gravidez é muitas vezes cercada de dúvidas, principalmente quando falamos de mães de primeira viagem, abordaremos alguns tópicos que esclarecerão as principais dúvidas sobre o processo de higiene íntima durante a gravidez, como:

  • Qual a melhor maneira de realizar a higiene íntima durante a gravidez
  • O que fazer ou deixar de fazer
  • Como isso pode afetar sua saúde
  • Os cuidados no pós-parto

Conhecendo todos esses passos e os seguindo corretamente, a sua higiene íntima estará tranquila e livre de grandes problemas durante a sua gravidez.

Como realizar a higiene íntima durante a gravidez?

Primeiramente, alguns cuidados devem ser tomados. Um deles é a questão da lavagem da região genital, que deve ser feita de frente para trás, para evitar que bactérias se espalhem do ânus para a vagina. Ainda falando de lavagem, priorize o uso de sabonete líquido neutro ou até mesmo o uso de sabonetes íntimos, pouco perfumado e sem cor. Lavar a sua região íntima uma vez ao dia é o suficiente.

Ao usar o banheiro, a mulher grávida deve usar papel higiênico branco e sem perfume ou se higienizar com lenços umedecidos apropriados para a área intima, mas de preferência, sempre lavar a região anal ao invés de usar papel higiênico.Também deve-se prestar atenção na hora de lavar as mãos, sempre antes e depois de usar o banheiro, quando chegar em casa da rua e antes das refeições.

Em relação a roupas, prefira o uso de calcinhas de algodão, aquelas feitas especialmente para grávidas. Tente sempre usar calças largas e confortáveis que não apertam muito a região vaginal, quanto menos pressão sobre a vagina, menos risco de contrair bactérias você tem. Além disso, não use biquínis molhados por muito tempo, isso pode atrair fungos e bactérias que poderão prejudicar a sua saúde.

O que não devo fazer?

Não é recomendado pelos ginecologistas em geral que a mulher grávida faça depilação total da virilha, pois os pelos são uma forma de proteção natural do nosso corpo. Porém, pode ser feito a aparação dos pelo de forma higiênica.

Além disso, é altamente contraindicado que você realize higiene íntima com ducha, pois ela pode facilitar que bactérias entrem em seu organismo chegando até o útero, podendo causar complicações na gravidez e até mesmo um parto prematuro.

Como isso afetará minha saúde?

Como já dissemos acima, tomar os cuidados corretos com a higiene íntima durante a gravidez serve como prevenção de doenças, e é a principal arma para proteger seu corpo de bactérias que podem te trazer doenças e infecções mais sérias.

É claro que, mesmo tomando todas as precauções, uma possível doença ainda pode acontecer, mas é muito menos provável do que se você não realizar a higiene íntima de forma correta. É importante ressaltar que apenas se cuidar não vai te deixar totalmente protegida de adquirir doenças durante a gravidez. Você deve ter um acompanhamento médico e realizar todos os exames da maneira correta para ter certeza de que a sua saúde e a saúde do seu bebê estão em dia.

IMPORTANTE: Ao identificar alguma doença ou anomalia, procure imediatamente um médico e de forma alguma tente se automedicar. Além de ser perigoso para você e poder piorar o seu estado clínico, alguns medicamentos também podem fazer mal para o bebê.

Os cuidados no pós-parto

Após a gravidez, principalmente se tratando de partos normais, a região genital da mulher tende a ficar mais sensível e vulnerável. Por isso também é extremamente importante continuar com a atenção redobrada com a higiene íntima mesmo depois do parto. Imagine você com todas as preocupações de cuidar do seu filho recém-nascido e ainda ter que lidar com doenças ou com infecções na região íntima.

Existem algumas mulheres que sofrem com a laceração da região após o parto normal, por isso, a recomendação geral é que, após utilizar o banheiro, a mulher se higienize com águae sabão neutro em vez de papel higiênico, exatamente para evitar irritar essa região que já está muito sensível.

Cuidados com a Lavagem Íntima

Também é recomendável que a mulher faça a lavagem com um pouco mais de frequência, principalmente nos primeiros dias depois do parto normal. Isso porque o corpo libera uma secreção parecida com a da menstruação, que funciona como uma espécie de limpeza do sistema reprodutivo da mulher depois de ter um filho.

Por isso, realizar a troca de absorvente e fazer a lavagem íntima com mais frequência é importante. É muito comum que mulheres se assustem com tantas informações e cuidados coma higiene íntima que devem ser tomados durante a gravidez, mas aos poucos, você vai perceber que são coisas simples que vão te ajudar a não ter grandes problemas e ter uma gestação mais confortável.

Também é perfeitamente natural que a resistência do organismo da mulher fique mais baixa durante a gestação, o nosso corpo reserva mais energias para proteger o bebê e para fazer o possível para que a gestação ocorra de maneira saudável.

É apenas mais uma entre tantas mudanças que ocorrem com o corpo da mulher nesse período. Seguir esses passos, junto com um bom acompanhamento médico com certeza te deixarão mais tranquila e o seu corpo irá te agradecer no futuro por ter tomado todas essas precauções.

Veja Também: Grávida Pode Fazer Tatuagem?

Foto: brusavalte