O nascimento é um momento muito esperado pela mamãe. Ver seu milagre tomar forma é uma sensação incrível! Esse acontecimento pode ser acontecer de diversas formas, uma delas é o parto cesárea. O parto cesárea é a grande maioria dos procedimentos para nascimentos no Brasil. Apesar de ser seguro, é certamente uma cirurgia de grande porte e que devem ser cuidadas como tal, não se deve tratar como um procedimento simples e banal após o nascimento do bebê.

O procedimento cesariana, se trata de cortar 7 camadas de pele e tecidos para retirada do bebê no baixo ventre, aproximadamente na linha do biquíni, na pelve. Após o nascimento e limpeza dos resíduos no útero, como a placenta e sangue endometrial, o médico responsável pela cirurgia, começa a fazer a sutura (costura) do corte nas camadas.

Após o nascimento, a mamãe pode se sentir estranha no local da cirurgia Alguns médicos colocam uma fita estilo band-aid no local do corte, o qual é retirado no primeiro banho da parturiente. Outros médicos preferem não utilizar essa fita, mas deve-se tomar cuidado com infecção na área logo após o parto.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Quanto à dor, ela é relativa, o fato é que cada pessoa lida com a dor de uma forma diferente, por isso, não é possível saber exatamente como seu organismo vai reagir. Algumas mulheres relatam sentir dores no local, outras dizem não sentir dor, apenas uma sensação de repuxo e ardor na região do corte. Não ceda aos terrorismos que possam aparecer oportunamente às vésperas do parto cesárea. A dor não é igual para todas e deve-se sempre lembrar que existem medicamentos contra dor ok? Normalmente o pós-parto tem que ser de resguardo e alguns cuidados para uma boa recuperação e alguns desses cuidados são esses:

Pegar Peso e se movimentar: algumas vezes nos sentimos tão bem após o parto, que acabamos nos esquecendo da cirurgia. Não é incomum ver alguma mamãe alguns dias depois da cirurgia ou ainda na maternidade, se aventurando a pegar um peso, seja uma mala, uma outra criança maior no colo etc. Isso não é nada recomendável porque os pontos estão muito recentes e podem inflamar ou estourar com a força feita para pegar o peso.

Quanto aos movimentos, pode ser incomodo inicialmente, mas quanto mais a mamãe andar, melhor será. Ficar parada traz acumulo de gases e inchaço, má circulação. Por isso é importante se movimentar. Caso não se sinta à vontade, pergunte ao médico se pode fazer uso da cinta pós parto, ela ajudará a não sentir tanto na hora de sentar e levantar. Porém use com moderação pelo risco de pressionar os vasos sanguíneos na região pélvica. Subir e descer escadas não é um problema grave, mas deve-se evitar o sobe e desce nos primeiros dias após o parto, o ideal é ter alguém para ajudar caso precise subir ou descer ou manter as coisas à mão em um dos andares da casa.

Lavar corretamente o local: Sabão e água. É o recomendado para limpar o local do corte logo após o procedimento e alguns dias após. Não é preciso passar nada mais no lugar a não ser que o médico indique alguma pomada ou medicamento a ser ingerido.

Tomar todos os medicamentos nos horários certos:  Este é um dos pontos mais importantes a ser ressaltados. Além da medicação anti inflamatória e para a dor, é imprescindível que a parturiente não se esqueça de tomar o antibiótico caso o médico tenha receitado. A medicação para dor, embora algumas vezes pareça ser desnecessária, é uma medida para que você consiga cuidar do seu bebê com mais disposição e sem tantos incômodos, então, se o seu medico recomendou, use sem medo. Normalmente eles receitam para o pós parto Lisador ou alguma outra medicação que a mulher possa utilizar sem que seja alérgica.

Observar os pontos: Quando os pontos estão sequinhos é um ótimo sinal. Porém quando há secreção, vermelhidão, ardência intensa em um dos lados ou ambos, e também que esteja mais quente que o normal, deve-se ver o médico o quanto antes. Esses são sinais de que alguma coisa pode estar errada. Mesmo que a cirurgia for colada por fora, por dentro ela foi suturada e há pontos. Nesse caso sentir é mais importante, se sente que há alguma coisa anormal, procure o seu médico. É possível que a mulher tenha alergia a linha usada, e neste caso a recuperação parece ser muito mais demorada e ter muito mais secreção, se for o seu caso, também converse com seu medico o quanto antes.

Relato de Recuperação Após o Parto Cesárea

Em 2002 tive minha primeira cesariana. Me recuperei muito bem, apesar dos incômodos normais da cirurgia. Não tive tonturas nem dores, mas ainda sim sentia o local mais duro, talvez pelos pontos e ao longo do tempo foi voltando ao normal, menos a sensibilidade local. A recuperação da cesárea foi ótima, após 15 dias, parecia que não havia passado por nenhum procedimento, com a exceção da falta de sensibilidade no local.

Em 2006, passei por mais um procedimento cesárea. Assim como a primeira vez, foi tudo bem, mas com 2 dias de pós parto, comecei a sentir um ardor do lado direito da cirurgia. Os pontos estavam mais vermelhos e quentes e começavam a doer de dentro para fora. Fui ao médico que me orientou a tomar um remédio antibiótico, o qual era apropriado para o pós parto pois estava com inicio de inflamação dos pontos devido ao esforço feito após o parto. Não me foi receitado nenhum tipo de medicamento anti inflamatórios ou antibióticos no momento da alta como da primeira vez. Após 10 dias de uso da medicação, o corte secou e cicatrizou muito bem.

Da terceira vez, o procedimento, apesar de tranquilo me deixou mais debilitada na recuperação. Senti mais dores após o pós parto devido ao ajuste na pele da pelve feito pelo médico e também pela laqueadura, que sim, ardia mais que os pontos do corte da cesárea em si. Levei mais tempo desta vez, acredito que cerca de 20, 25 dias para ficar como os 15 dias das outras duas vezes, mas foi uma dor equivalente, nem maior nem menor, apenas me dediquei a tomar a medicação corretamente para não acontecer como no segundo parto.

Veja também: A Polêmica Barriga Pós-Parto

Fotos: Remon Rijper, Neal Gillis