Quando planejamos ter um filho, muitas coisas surgem na nossa cabeça e muitos planos começam a ser feitos. Desde pequenas coisas como a compra de roupinhas e enxoval no geral até discussões sobre o nome do bebê tomam os dias e as noites dos pais em um misto de ansiedade e preocupação com o momento que está para chegar.

Mas há também aqueles que esperam e que querem um bebê de um determinado sexo e planejam e criam esperanças em cima disso mesmo antes mesmo de saber se o bebê vai ser um menino ou uma menina.

É nessas horas que pode surgir uma decepção com o sexo do bebê, que pode ser muito negativa para a mãe que ainda está no período de gestação e também para o pai que está acompanhando todo o processo. E como lidar com esse tipo de frustração? Qual é a melhor forma de superar a decepção?

Não é Só Com Você

O primeiro passo para aprender a lidar com a sua decepção com o sexo do bebê é entender que isso não é algo que acontece unicamente com você. Esse problema pode ocorrer com diversos pais e mães em todo o mundo e é muito comum se sentir frustrado por ter um bebê menino ou menina.

É claro que apenas aceitar não vai fazer com que você supere essa frustração de uma vez, mas é um primeiro passo muito importante para você seguir adiante.

Aceite suas Emoções

Uma das piores sensações de quem está decepcionado com o sexo do bebê é o sentimento de culpa por achar errado querer ter outra pessoa que não a que está se formando nesse exato momento. Como rota de fuga, muitas pessoas acabam reprimindo as emoções e não se abrindo realmente para o que sentem, o que pode piorar tudo. Portanto, se isso acontecer com você, a melhor coisa que você pode fazer é aceitar suas emoções. Aceitar que você realmente queria um bebê de outro sexo e aceitar que está triste por causa disso. Esse é um trabalho mental que é muito difícil de ser feito, mas que é muito importante para começar essa jornada de superação da decepção com o sexo do bebê.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!

Como Superar a Decepção do Sexo do Bebê

Ao compreender que você não é a única pessoa que sente isso e ao aceitar suas emoções, você vai estar pronta para seguir em frente para superar a decepção de estar com um bebê de um sexo que você não esperava.

Quando você entender que o seu amor materno vai sempre falar mais alto, você também vai começar a superar isso e ver o lado bom de ter um bebê de outro sexo. Ler sobre as vantagens e as maravilhas de ter um bebê do sexo já confirmado vão te fazer se sentir bem e até mesmo ansiosa para a chegada dele ou dela.

Outra forma de lidar com essa decepção é conversar com mães de meninos e de meninas e perceber que, independente do sexo do seu bebê, vai ser maravilhoso ter um filho. Quem sabe pensar na possibilidade de uma próxima gravidez depois de alguns anos?

Trabalhe suas Expectativas

Uma das melhores formas de fazer com que você não se frustre, é abrir a sua cabeça e não esperar ter apenas o bebê de um determinado sexo. Fazer esse trabalho com as expectativas faz com que você concentre suas energias no que realmente importa, que é na saúde e no bem-estar do seu futuro bebê, seja uma menina ou um menino.

É claro que isso não é algo tão fácil quanto se imagina, mas se tiver essa ideia na cabeça desde o início, vai ser melhor para não ter uma decepção com o sexo do bebê tão grande.

Quando Procurar Ajuda?

Existem casos em que a decepção com o sexo do bebê é tão grande que vai ser necessário procurar uma psicóloga para que o problema seja resolvido. Para ter certeza que esse é o caso, é necessário verificar se essa frustração está atrapalhando a gravidez da mulher de alguma forma ou a amamentação e cuidados, caso a criança já tenha nascido.

Se sim, com certeza é hora de visitar uma psicóloga e trabalhar essa questão, mesmo que você já tenha lido muito sobre o assunto e ouvido outras pessoas falarem, passar por esse tipo de tratamento é necessário para que a vida do bebê também não seja afetada.

Todos nós criamos expectativas sobre muitas coisas durante toda a vida. E isso não é diferente na hora de ter um bebê, nós sempre queremos que algo aconteça, mas nem sempre é possível que tudo ocorra da forma que queremos.
Por isso trabalhar as expectativas para não se importar com o sexo do bebê é o melhor a se fazer antes mesmo de começar o planejamento de ter filhos. Deixe o seu amor materno falar mais alto e vai perceber que não importa qual o sexo da criança, desde que ela esteja bem e com você.

Veja Também: Método Ramzi – A Posição da Placenta Influência no Sexo do Bebê?
Foto: George Hodan