A dermatologista é uma profissional da saúde formada em medicina e especializada nos cuidados com a pele. Os estudos para se tornar uma dermatologista duram em média 8 anos, incluindo a graduação e a residência em dermatologia. Apesar de necessitar de muitos estudos, a dermatologia é uma das áreas mais rentáveis para estudantes de medicina, o que acaba atraindo cada vez mais jovens.

Mulheres no Mercado de Dermatologia

Historicamente, as mulheres sempre foram maioria entre os dermatologistas e o número que temos hoje em dia continua mostrando isso. São 74,4% entre os profissionais da área e o número vem crescendo, principalmente entre os mais jovens. É interessante observar que o mercado de trabalho para as dermatologistas, mesmo acostumado com a presença feminina, vem se abrindo cada vez mais e criando novas oportunidades para essas médicas.

null

Maior Procura de Mulheres para a Área

Não se sabe exatamente o motivo pelo qual tantas mulheres optam por se especializar em dermatologia. Muito se especula que, pela falta de interesse de médicos homens com os cuidados da pele, essa acabou sendo uma área mais aceitável para as mulheres, mas também não se descarta o fato de as profissionais do sexo feminino geralmente têm muito mais interesse pelos cuidados da pele.

O mercado de trabalho para dermatologistas hoje em dia no Brasil não é ruim. Em muitas regiões, há grande necessidade desse tipo de profissional em hospitais públicos, além de novos mercados e possibilidades estarem se abrindo nos últimos anos, como o da estética, onde muitas dermatologistas estão construindo suas carreiras. Além disso, a área acadêmica sempre precisa de novos membros, principalmente para as pesquisas referentes ao câncer de pele.

Qual o Perfil de uma Dermatologista?

A médica que opta por se especializar em dermatologia geralmente gosta mais de trabalhar em consultórios do que em hospitais. O número de dermatologistas que fazem esse tipo de serviço é de 96,4%, um número muito acima da média de outras especialidades, que fica em torno dos 36%.

Talvez essa seja uma das razões para uma mulher escolher a especialização em dermatologia, mas os interesses pelos cuidados com a pele também contam muito. Dermatologistas, em geral, são profissionais muito atenciosas e que acompanham os tratamentos de seus pacientes de perto.

Características do Profissional

Outra característica comum às dermatologistas é o gosto pela estética e beleza. São duas coisas que dependem muito da saúde e, principalmente, do conhecimento em dermatologia para que tratamentos estéticos façam o efeito esperado.

O Que Faz uma Dermatologista?

Como já citamos acima, todos os tipos de cuidados com a pele pertencem à dermatologista, desde manchas e sardas, passando por problemas no couro cabeludo, até casos de doenças mais graves como o câncer de pele e hanseníase, por exemplo. Além desses cuidados, também é especialidade das dermatologistas fazer a prevenção e tratamento de certas doenças que envolvam a boca, pelos, unhas, cabelos e até mesmo órgãos genitais, desde que tenham alguma ligação com a pele.

Especializações da Dermatologia

Apesar da dermatologia já ser uma especialização da profissional formada em medicina, ainda existem especializações dentro desse ramo, o que oferece ainda mais oportunidades para a atuação desse tipo de profissional. Algumas das especializações são:

  • Cosmiatria
  • Hansenologia
  • Cirurgia Dermatológica

Essas especialidades podem dar uma nova visão da carreira para dermatologistas, principalmente do ponto de vista de local de trabalho, já que a área de atuação se amplia.

Cosmiatria

A cosmiatria é a área da dermatologia que se ocupa com as alterações estéticas da pele. A especialista em cosmiatria ajuda a prevenir e fazer o tratamento de doenças da pele sempre visando a beleza e a estética.

Esse tipo de profissional analisará alterações cutâneas nos pacientes e prescreverá os produtos certos para serem usados em cada tipo de pele. A importância da cosmiatria é cada vez mais levada em conta pelos pacientes, que entendem que a beleza e a saúde andam sempre juntas.

Como o mercado da estética vem crescendo consideravelmente no Brasil, muitas profissionais que optam pela cosmiatria acabam encontrando um mercado receptivo e com muitas oportunidades.

Os motivos desse crescimento se deve às evoluções sociais que tivemos nos últimos anos: Se antigamente apenas as mulheres procuravam profissionais para tratar de problemas referentes à estética, hoje o número de homens que busca esse tipo de tratamento vem se multiplicando a cada ano.

Hansenologia

É o ramo da dermatologia que estuda a hanseníase, uma das doenças mais perigosas para a pele do ser humano. A especialista na doença conhece profundamente todas as suas causas, possíveis complicações e os diversos tipos de tratamento.

Uma especialista em hansenologia pode atuar tanto em hospitais e clínicas particulares quanto em órgãos especializados em saúde pública, promovendo campanhas para a prevenção e tratamento da doença.

Cirurgia Dermatológica

A especialista em cirurgia dermatológica pode atuar tanto no ramo da saúde quanto no ramo da estética. Quando se fala em dermatologia, muitas vezes as duas áreas se unem e é impossível de separar uma coisa da outra.

Quem domina as técnicas cirúrgicas dermatológicas, está apto a realizar a remoção de pintas e sinais, cirurgia de preenchimentos, cirurgia de unha, procedimentos a laser e até mesmo transplante capilar. Com uma área de atuação específica, mas que engloba diversos tipos de cirurgia, é comum que profissionais da área precisem aprofundar seus conhecimentos também em fisiologia, para que possa oferecer tratamento completo aos pacientes.

Como se Tornar uma Dermatologista?

O primeiro passo para quem deseja se tornar uma dermatologista, é ingressar em uma faculdade de medicina. Os seis primeiros anos são os que vão formar uma clínica geral, capaz de diagnosticar doenças e realizar consultas, encaminhando os pacientes para os médicos especialistas.

Após obter o diploma e o registro no CRM (Conselho Regional de Medicina), a médica deve fazer a chamada residência em dermatologia ou um curso de especialização em dermatologia.

Tanto o curso de especialização quanto a residência têm duração média de 2 a 3 anos. A médica que se formar, ainda irá precisar de um certificado emitido pela CNRM (Comissão Nacional de Residência Médica).

Principais Faculdades de Medicina no Brasil

  • Universidade de São Paulo – São Paulo (SP)
  • Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa São Paulo – São Paulo (SP)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Porto Alegre (RS)
  • Universidade de Brasília – Brasília (DF)
  • Universidade Estadual de Londrina – Londrina (PR)
  • Universidade Federal de São Paulo – São Paulo (SP)
  • Universidade Estadual de Maringá – Maringá (PR)
  • Universidade Estadual de Campinas – Campinas (SP)
  • Universidade Católica de Pelotas – Pelotas (RS)
  • PUC RS – Porto Alegre (RS)

Principais Instituições de Pós-Graduação em Dermatologia no Brasil

Quase todas as faculdades citadas acima oferecem a pós-graduação que capacita seus alunos a serem dermatologistas, mas além das instituições brasileiras, uma aluna também pode se especializar em dermatologia fora do país, aumentando assim o seu conhecimento.  Algumas das principais delas são:

  • CardiffUniversity – Cardiff – País de Gales
  • University College Dublin – Dublin – Irlanda
  • Utrecht University – Utrech – Holanda
  • Central South University – Changsha – China
  • Universuty of Nottingham – Nottingham – Inglaterra
  • Texas StateUniversity – San Marcos – Estados Unidos

É claro que existem muitas outras oportunidades em outros lugares do mundo, mas essas com certezas são instituições reconhecidas pela excelência em suas áreas específicas.

Quanto Ganha uma Dermatologista?

Os salários de dermatologistas estão entre os mais altos do ramo da medicina. O motivo disso talvez esteja na possiblidade de uma dermatologista atuar de diversas maneiras dentro da área da saúde, podendo complementar sua renda e ter uma média salarial alta. A média salarial das dermatologistas clínicas é de R$ 9.384,00.

Uma média alta se comparada com a de outras profissões no Brasil.  Já os salários para quem está ingressando na área da dermatologia ficam em torno de R$ 3.350,00, um ótimo salário para quem está começando. Já as médicas residentes têm um ganho salarial de R$ 2.975,00.

Porém, é importante saber que as fontes de renda de cada dermatologista são diferentes. Alguns trabalham em plantões e recebem mais por isso, outros atuam apenas em atendimentos clínicos e alguns nas duas coisas. Por isso os ganhos de uma dermatologista podem ser ainda maiores do que os dados divulgados por pesquisas.

Especializar-se em dermatologia é uma boa escolha para as mulheres que pensam em poder atuar em diferentes lugares dentro da medicina. Com possiblidades de fazer atendimento, plantões, cirurgias e até seguir no ramo da estética, a dermatologia com certeza é atraente para quem gosta de ter segurança no mercado de trabalho e, ao mesmo tempo, liberdade para mudar os ares e seguir novos caminhos dentro da profissão.

Veja Também: Direitos da Gestante e Mãe – Projeto Com Licença da Bia Siqueira

Foto: Agencia Brasilia