A gravidez é uma fase em que a preocupação com a estética pode ficar muito evidente para uma mulher. As constantes mudanças em seu corpo, combinadas com um mar de hormônios, fazem com que, muitas vezes, uma mulher não se sinta bem com o próprio corpo durante esse período, o que acaba as levando a realizar diversos tipos de tratamentos estéticos com os pelos, como descolorir pelos na gravidez ou até mesmo depilação.

Diversos tratamentos com a pele como hidratação e esfoliação, por exemplo, e também tratamentos com o cabelo, como escovas progressivas, definitivas e afins, entre muitas outras coisas que poderíamos citar aqui.

É claro que tal preocupação com a beleza não é exclusividade das grávidas. Há uma construção social em que a maioria dos tratamentos existentes hoje são voltados para o público feminino e a grande verdade é que as mulheres consomem muito esse tipo de serviço.

Depilar ou Descolorir

A preocupação com os pelos, por exemplo, foi por muito tempo uma questão exclusivamente feminina, principalmente no que diz respeito à depilação. Mas quando se está grávida e a vontade de realizar algum tratamento estético é grande, deve-se tomar cuidado com o que pode afetar tanto a mãe quanto o bebê mesmo que seja só para descolorir pelos, já que se trata de um período muito delicado para o corpo da mulher.

Saber se é permitido ou saudável descolorir pelos na gravidez é uma das perguntas mais feitas pelas mulheres que desejam realizar tratamentos estéticos durante o período de gestação, não importa qual seja o motivo.

Mas para ter essa pergunta respondida de uma forma clara e que todas compreendam bem, é necessário entender alguns conceitos, como o que é exatamente a descoloração dos pelos e quais os efeitos que ela tem em nossos corpos.

O que é a Descoloração de Pelos?

A descoloração dos pelos nada é mais do que um tipo de processo de tingimento, que transforma a cor dos pelos, geralmente escuros, em pelos mais claros, daí o termo “descolorir”.

Principais Riscos do Descoloramento de Pelos

Uma mulher que passa por um processo desse tipo corre diversos riscos, como:

  • Queimaduras
  • Manchas na pele
  • Vermelhidão e coceira
  • Alergia
  • Eczema
  • Urticária

Tais problemas ocorrem porque diversas substâncias químicas são usadas no processo de descoloração dos pelos e muitos desses produtos podem ser prejudiciais para a pele, principalmente se combinados com alguns outros aspectos.

Primeiramente o tempo, já que o risco de queimadura é muito maior e quase certo se a mulher que está descolorindo os pelos deixa os produtos no corpo mais tempo do que o indicado.

Em segundo lugar, a exposição ao sol, que também pode ser um grande problema, embora muitos digam que isso pode ajudar a intensificar o aspecto loiro dos pelos. Nesse caso, o excesso de exposição ao sol também pode trazer vários problemas quando combinado com os elementos químicos desses produtos.

Por essas razões, muitas mulheres indicam tratamentos estéticos alternativos, como a depilação com cera, por exemplo, que causará muito menos danos à pele a longo prazo do que descolorir os pelos, principalmente na região do rosto, onde as marcas de uma aplicação errada de produtos químicos pode virar até mesmo cicatrizes que durarão o resto da vida.

Descolorir Pelos na Gravidez é Prejudicial?

Como já citamos anteriormente, esse tipo de processo pode ser prejudicial para a mulher até mesmo quando não está grávida. Então a maior questão aqui é: Descolorir pelos na gravidez é prejudicial para o bebê? Bem, é o que vamos analisar agora.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que não há pesquisas suficientes sobre o assunto para darmos um veredicto se esse processo é ou não prejudicial para o bebê. Mas apesar disso, existem provas que apontam para os resultados mais prováveis e por isso os médicos recomendam para as mulheres a não descolorir pelos na gravidez.

Primeiramente por causa dos também já citados produtos químicos utilizados nesse tipo de tratamento. Muitos deles podem conter amônia, uma substância tóxica que em contato com o sangue, pode causar má formação do feto.

Inclusive, é por esse mesmo motivo que os médicos não recomendam que as gestantes pintem o cabelo. Mesmo com a falta de estudos específicos sobre o tema, o risco a ser corrido é muito grande para uma mulher realizar o tratamento e por isso a recomendação é de não fazê-lo, pelo menos não da forma convencional.

Descolorante Para Grávidas

Ainda que existam as contraindicações, muitas mulheres grávidas ainda desejam ter os seus pelos descoloridos, tanto para se sentir bem consigo mesmas quanto para não perderem um costume que já tinham a vida inteira.
Nesses casos, existem algumas alternativas que, às vezes, podem não ser tão eficientes, mas que garantem tanto a saúde da mãe quanto a do bebê. As principais alternativas são:

  • Chá de Camomila
  • Água Oxigenada

Chá de Camomila

Para quem tem pelos não muito escuros, essa é a opção perfeita. O chá de camomila aplicado durante alguns minutos nos pelos faz com que uma mulher possa descolorir pelos na gravidez sem correr nenhum tipo de risco. Infelizmente, para aquelas que tem pelos muito escuro essa alternativa não pode ajudar muito.

Água Oxigenada

É importante dizer que nem todos os tipos de água oxigenada são recomendados para as mulheres grávidas, apenas os mais fracos que não contém amônia. Estar em um ambiente bem ventilado ajuda no processo e impede que qualquer queimadura, por menor que seja, ocorra.

Fazer alguns tratamentos estéticos faz parte da rotina de muitas mulheres e é um choque para algumas quando tais tratamentos precisam ser interrompidos por conta da gravidez. É sempre importante lembrar que existem alternativas para muitos desses processos estéticos e que, não importa qual seja o motivo, há possibilidades de se realizar diversos tipos de tratamentos sem agredir a sua saúde e nem a do bebê.

Apesar de ser muito importante e de não pode ser deixado de lado, o cuidado estético ainda precisa estar em segundo plano, pois quando se trata de sua saúde durante a gravidez, trata-se também de uma outra vida dentro de você.

E é por isso que descolorir pelos na gravidez se torna uma questão tão complexa, embora as alternativas citadas aqui possam ajudar a mulher que realmente quer fazer esse tipo de tratamento estético.

Veja Também: O Que Mulheres Grávidas Podem e Não Podem Fazer?
Foto: Free-Photos