Os bebês passam por um longo processo de desenvolvimento, em diversos fatores e sentidos. Todos eles estão interligados de alguma forma, os cinco sentidos se desenvolvem para ajudar cada um deles a acontecerem com naturalidade. Mas dentro todos esses, um dos mais interessantes que podemos observar é o desenvolvimento do tato do bebê.

A Importância do Tato

O tato tem uma função muito importante para o bebê porque não está ligado apenas ao desenvolvimento tátil e motor do bebê, mas também ao emocional. Isso porque o tato está ligado diretamente ao afeto que o bebê sente.

A consequência da estimulação do tato no bebê, portanto, não se dá apenas no campo físico, mas também no psicológico. Estudos apontam que crianças que receberam mais afeto durante o desenvolvimento do tato, apresentam um crescimento maior do hipocampo no cérebro, uma área ligada a memória e ao aprendizado. Em outras palavras, estimular o tato do seu filho é mais do que essencial e pode trazer diversos benefícios.

Como Ocorre o Desenvolvimento do Tato no Bebê?

O tato é o primeiro dos sentidos que se desenvolve em uma pessoa. Ele começa ainda dentro da barriga da mãe, por volta da sétima semana de gestação e começa a se desenvolver lá dentro. Já fora da barriga, o desenvolvimento ainda passa por diversas fases para amadurecer. Podemos separar essas fases em:

  • Vida Intrauterina
  • Recém-Nascido
  • Primeiros Meses
  • De 6 a 8 meses
  • Um ano

Vamos falar mais profundamente sobre cada uma dessas etapas do desenvolvimento do tato do bebê e explicar o que ocorre em cada uma delas.

Vida Intrauterina

A partir da sétima semana de gestação, o bebê começa a sentir o toque, inicialmente no contorno da boca. Aos poucos, ele sente a palma das mãos e as solas dos pés. Por volta da vigésima semana de gestação, ele já está sentindo o corpo todo, sendo capaz de agarrar e até mesmo de chupar o próprio dedo.
Além disso, a partir do 4º mês de gravidez, os bebês já são capazes de sentir carícias vindas do exterior da barriga, ou seja, já é possível fazer carinho e eles costumam responder a esses estímulos.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!

Recém-Nascido

Um recém-nascido tem a pele extremamente sensível, algumas áreas mais e outras menos. O contato com outras pessoas é reconfortante para eles, além de também ser fundamental para a criação do vínculo, principalmente entre mãe e filho.

É através do tato também que alguns reflexos do bebê são testados para comprovar que seu sistema neurológico está funcionando corretamente.

Primeiros Meses

Entre os 2 e 3 meses, os bebês gostam de ser tocados, seja para brincar ou para os cuidados, além de eles também poderem colocar diversos objetos na boca. Isso acontece porque a língua é cheia de terminações nervosas e ele pode sentir com mais clareza a textura de cada objeto.

A partir dos 4 meses, os bebês começam a conseguir esticar os braços e pegar objetos sozinhos e a partir dos 5, ele consegue até mesmo levantar alguns e domina-los com certa facilidade.

De 6 a 8 Meses

É nessa fase que os bebês costumam gostar de brinquedos com os quais ele consiga interagir. Também é nessa fase que muitos começam a se arrastar ou até mesmo a engatinhar, já que os músculos estão mais desenvolvidos, além de eles também terem uma melhor noção de espaço.

Um ano

Nessa fase do desenvolvimento do tato do bebê a boca já não é mais a forma principal de interação do bebê com objetos e ele já consegue sentir todo tipo de textura com as mãos e outras partes do corpo. Nessa idade muito bebês já conseguem andar e se agarrar em diversas coisas.

Benefícios do Tato para o Bebê

A estimulação do tato gera uma série de benefícios diferentes para o bebê, ajudando também no desenvolvimento de outras áreas do corpo, tanto internas quanto externas. Os principais benefícios são:

  • Estabelecimento de vínculos
  • Regulação do sistema hormonal dos bebês
  • Reforço do sistema imunológico
  • Estimulo da produção de endorfina
  • Melhora a digestão
  • Ajuda a reduzir o período de choro de um bebê

Todos esses benefícios podem ser alcançados com os estímulos corretos. Mas como estimular o tato de um bebê?

Como Estimular o Tato do Bebê?

O estimulo do tato é basicamente tudo aquilo que ajuda o bebê a sentir as partes do seu corpo e as diferentes texturas que existem no mundo. Fazer carinho no bebê, dar a amamentação correta e banhos corretos, fazem com que o bebê se sinta bem, é importante tocar todas as partes de seu corpo para que ela possa sentir.

O estimulo com brinquedos de diferentes formatos e texturas é também muito importante, já que possibilita o bebê de sentir diferentes tipos de superfícies. O tato, assim como todos os outros sentidos, tem uma importância enorme que ajuda o bebê por todo o resto de sua vida.

Por isso é tão importante saber dessas informações e saber como ocorre o desenvolvimento do tato do bebê, além de também entender quais são as melhores formas de estimulá-lo. Assim você tem mais um item para garantir que seu bebê cresça de forma saudável.

Veja Também: Recém Nascidos e Seus 5 Sentidos
Foto: szymonpacek