O grande dia chegou! Finalmente você conheceu aquele pequeno ser que tornou sua vida diferente, deu mais cor a sua história e trouxe mais expectativas a sua vida. Quando chega em casa, cada cantinho e seus detalhes cuidados minuciosamente começam a tomar vida, mas com todo esse encanto o desgaste da mulher após o parto também vem. Será depressão pós-parto? Sono atrasado? Estou com anemia? Afinal o que esta acontecendo comigo? É um cansaço tão grande, uma estafa descontrolada que chega a preocupar. Mas o que esta acontecendo?

As pessoas imaginam que após o nascimento do bebê, tudo voltará ao normal como um passe de mágicas. O peso da barriga não incomodará mais e até as posições tão confortáveis para dormir poderão retornar. A vaidade é obrigatória, assim como o ânimo para todos os eventos, principalmente os em família. Mas já parou para imaginar quantas transformações emocionais e não só físicas uma mulher passa ao longo dos 9 meses?

Estar grávida vai muito além de só gerar ou abrigar um bebê dentro de si. Demanda muito desgaste físico e emocional e muito preparo psicológico para suportar as transformações e incômodos gerados pela gestação e ainda lidar com a pressão e o medo do dia do parto.

Quando o bebê nasce, seu corpo estará em processo de recuperação e por isso a fadiga é inevitável, ainda mais que ao invés de dormir para se recompor você terá que cuidar 24 horas do dia de um recém-nascido que acorda o tempo todo e precisa de cuidados integrais, além da amamentação que é um trabalho bem puxado e da menstruação pós-parto que parece que nunca vai acabar.

Por isso é tão natural escutarmos de mulheres que acabaram de dar a luz, que estão se sentindo um “lixo”. O desgaste da mulher após o parto nem sempre está ligado à falta de vitaminas ou a uma depressão pós-parto. Em grande maioria dos casos, o desgaste está ligado ao cansaço natural de todo o processo que ela viveu e esta vivendo. Para conseguir se recompor e voltar a sua disposição normal pode demorar alguns meses, dependendo de sua rotina, de quanto consegue descansar, do quanto de apoio do seu companheiro e familiares tem e ate mesmo da quantidade de compromissos que possuí.

Se adaptar a nova vida e a nova rotina pode demorar alguns meses, já para algumas mulheres o processo pode ser mais rápido. O importante é não se cobrar demais e nem querer fazer o que não consegue. Pedir ajuda também não é feio e dizer que não consegue muito menos! Sim, mulheres após o parto precisam de ajuda e o que pode ser mínimo para alguns, é uma ajuda em tanto para elas, ainda mais se tiver outros filhos.

Como Amenizar o Desgaste Após o Parto?

Como seu corpo precisa de adaptação após o nascimento do bebê, aquela recomendação que diziam tanto na gravidez será lembrada agora: “Durma o máximo que puder”. A falta de sono após o nascimento do bebê realmente é um dos pontos chaves do desgaste após o parto, já que não existe maneira melhor de se recompor do que dormindo para recarregar suas energias. Vamos a algumas dicas:

  • Bebês recém-nascidos dormem muitas horas seguidas e acordam somente para mamar, trocar fraldas e tomar banho. Aproveite essas longas sonecas para descansar também, incluindo a noite quando colocar ele para dormir, durma cedo também;
  • A amamentação é outro processo que desgasta e muito a mulher, principalmente por ter que acordar durante a noite para alimentar o bebê. Experimente amamentar deitada de lado, onde é possível descansar e relaxar enquanto esta amamentando;
  • Além do sono em dia, se alimentar esta no topo da lista de recuperação das energias. Beber muita água, comer alimentos saudáveis e fazer refeições nos horários corretos proporcionará maior disposição;
  • Peça ajuda a amigos e familiares, principalmente aqueles que se oferecem para te visitar e que você sabe que estão dispostos a ajudar. Ajudar nas tarefas como cozinhar, cuidar dos outros filhos se tiver ou até mesmo ficar com o bebê enquanto você descansa um pouco será uma ajuda em tanto.

Outro ponto que pesa muito na vida das mulheres e trás um desgaste muito grande após o parto, é os afazeres da casa. Relaxe um pouco com a neura com a casa, senão vai pirar de vez! Faça o básico para conserva-la sem se cobrar e se possível e tiver condições contrate alguém para dar uma força pelo menos nos primeiros meses de vida do seu bebê.

Foto: 789083