A gravidez é um período onde muitas dúvidas e preocupações surgem, principalmente quando se é mãe de primeira viagem. Muitas mulheres tentam pesquisar e obter o máximo de informações possível sobre a sua saúde e sobre a do bebê, além de muitas vezes também tentarem entender quais são os melhores métodos para que os primeiros momentos da vida da criança sejam os mais saudáveis possível.

Uma das grandes preocupações das mulheres grávidas é, sem dúvidas, sobre a produção de leite. A maioria das dúvidas gira em torno da questão da produção natural e também qual é a melhor alimentação para a produção do leite. Com isso, é bom aproveitar boas dicas naturais de como aumentar a produção de leite materno de forma saudável.

Lendas e Receitas Milagrosas

Apesar de existirem muitas lendas e receitas milagrosas que se pode encontrar na internet, aumentar a produção de leite materno não é algo impossível nem mesmo muito difícil de ser alcançado.

É claro que vai depender de alguns fatores como a alimentação e hábitos da mãe, além de requerer certo esforço da parte dela também. Mas se a vontade da mulher é essa, esses métodos com certeza valem a pena.

Dúvidas Sobre a Produção de Leite Materno

Para entendermos melhor como é possível aumentar a produção de leite materno, precisamos esclarecer algumas dúvidas como, por exemplo:

  • Por Que Ocorre a Baixa Produção de Leite?
  • O Bebê se prejudica com a Baixa Produção de Leite?
  • Qual a Melhor Forma de Aumentar a Produção de Leite Materno?

Ao esclarecermos essas questões, conseguimos entender melhor como funciona a amamentação, os efeitos negativos que a falta dela traz e como podemos evitar que tais efeitos ocorram conosco. Para isso, vamos analisar uma a uma essas questões e entender melhor como o aumento da produção de leite materno de forma natural pode ser a melhor opção.

Por Que Ocorre a Baixa Produção de Leite?

De início, precisamos entender que a baixa produção de leite não tem apenas uma causa e pode ocorrer por diversos fatores. Cada um deles conta com um tipo de influência no corpo da mulher e pode afetar a produção de leite de formas diferentes. Alguns dos principais fatores são:

  • Problemas de Saúde Prévios
  • Cirurgia na Região das Mamas
  • Estresse

Problemas de Saúde Prévios

Alguns problemas como na tireóideo, obesidade ou diabetes podem contribuir para que a mulher produza leite materno em menor quantidade. Isso pode acontecer muitas vezes por conta de um atraso no organismo, que faz com que a mulher não consiga produzir uma boa quantidade de leite no tempo que o bebê precisa ser amamentado. A boa notícia é que com o tratamento correto dessas doenças, a produção de leite materno pode aumentar e fazer com que a mulher não precisa de nenhum outro método para alimentar seu bebê.

Cirurgia na Região das Mamas

Certos procedimentos cirúrgicos podem afetar diretamente a produção de leite da mãe. O maior exemplo deles é a cirurgia de redução das mamas, que pode eliminar parte do tecido mamário da mulher, fazendo com que seu corpo perca a capacidade de produzir mais leite.

Esse caso é mais delicado, pois não há como exigir mais do corpo da mulher. O que se pode fazer é um teste para saber quanto de leite está sendo produzido e se há possibilidade de aumentar essa produção de forma natural.

Estresse

O estresse é um grande inimigo das grávidas e não é diferente quando o assunto é amamentação. Apesar de ser comprovado que o ato de amamentar ajuda a diminuir o estresse, ele também pode fazer com que a sua produção de leite diminua.

O segredo para isso não ocorrer é nunca deixar de amamentar e manter uma boa relação com a alimentação do bebê, dessa forma o estresse é aliviado de forma natural e nunca se torna um grande vilão para a amamentação.

O Bebê se Prejudica com a Baixa Produção de Leite?

A resposta óbvia para essa pergunta é sim. Mas além disso, precisamos pensar em como o bebê é prejudicado e no que fazer para que isso não ocorra. A falta de leite pode afetar o desenvolvimento da criança, pois ela terá dificuldade para crescer e ganhar peso, o que pode dificultar o desenvolvimento físico e também mental da criança.

Além disso, não tomar a quantidade necessária de leite também pode resultar em desidratação, por isso a importância de saber se a quantidade de leite que está sendo produzida é o suficiente para que o bebê cresça com saúde.

Qual a Melhor Forma de Aumentar a Produção de Leite?

Sem dúvidas, as melhores maneiras de aumentar a produção de leite materno são as naturais, que ajudam o corpo da mãe sem nenhuma intervenção externa, o que faz também com que o corpo também não sofra nenhum efeito colateral. As principais dicas para isso acontecer são:

  • Boa Relação com o Bebê
  • Alimentação Saudável
  • Hidratar-se
  • Trocar o Lado da Amamentação com Frequência
  • Descansar

Boa Relação com o Bebê

A conexão da mãe com a criança ocorre desde o primeiro toque, quando no parto, o bebê procura o leite da mãe. Oferecer o peito para o bebê já nesse momento, funciona também como um sinal de alerta para o organismo acelerar a produção de leite.

Mas manter essa relação é importante, então uma boa dica é sempre dar o peito quando o bebê quiser e não hesitar ou adiar a amamentação, dessa forma o seu corpo vai, de forma natural, produzir a quantidade de leite necessária para o bebê.

Alimentação Saudável

A alimentação influencia diretamente na produção de leite. Então é claro que uma dieta balanceada e correta vai ajudar a mulher a produzir mais e com mais qualidade. Evitar alimentos gordurosos ou muito pesados durante esse período é de boa ajuda para não exigir demais do corpo. Certos tipos de alimentos, principalmente os que contém muita água, também ajudam o corpo a produzir mais leite. O que nos leva diretamente ao próximo tópico.

Hidratar-se

Tomar água com muita frequência, mais do que o normal recomendado, ajuda a mulher a produzir mais leite. É claro que não é só isso que vai fazer com que o problema da baixa produção acabe, mas com certeza é um fator que influencia muito e que pode ser de grande ajuda.

Trocar o Lado da Amamentação com Frequência

Outro hábito que uma mulher precisa ter para evitar problemas com a amamentação é o de trocar o lado da amamentação. É importante trocar o lado três ou mais vezes durante cada mamada, primeiramente porque isso ajuda na sucção, que é um alerta natural para o corpo produzir mais leite. Além disso, trocar o lado também ajuda a manter o bebê concentrado para que ele se alimente de forma correta.

Descansar

Finalmente, é importante saber que, para uma mulher produzir leite com qualidade, ela precisa estar descansada. Enquanto dormimos, o organismo pode trabalhar tranquilamente e, já que é um dos momentos em que a maior produção de leite ocorre, uma mulher que não está descansada, naturalmente também vai produzir menos leite.

Apesar do grande número de dúvidas sobre o processo de amamentação e da baixa produção de leite materno, esse é um problema que muitas vezes é possível de ser superado. Mesmo assim, por ser uma fase determinante no desenvolvimento de uma criança, precisamos estar atentos o tempo todo, mesmo quando o problema já for resolvido, até porque cuidado nunca é demais, principalmente quando se trata de recém-nascidos.

Veja Também: Leite Materno – Da Coleta a Pasteurização
Foto: badarsk