Pessoas com deficiência fazem parte do nosso dia a dia e foi-se o tempo que tinham que viver reclusos em suas casas devido à falta de estrutura para recebe-los. Claro que muito ainda tem que se fazer, mas visivelmente já vemos o avanço em solucionar principalmente as dificuldades das crianças com deficiência física.

Hoje em dia é muito comum vermos pessoas com deficiência visual andando pelas ruas, pessoas com deficiência auditiva trabalhando em estabelecimentos e empresas e, ainda que existam certas dificuldades das crianças com deficiência física, nós as vemos frequentando escolas com todas as outras crianças.

Ter um Filho Deficiente

Ter um filho com deficiência física com certeza não é uma tarefa das mais fáceis, mas a criação se tornou muita mais positiva com os avanços que temos assistido. Não é à toa, que hoje em dia até mesmo o preconceito em torno dessas crianças já diminuiu e tende a se tornar coisa do passado.

A inclusão social para ajudar a lidar com as dificuldades das crianças com deficiência física é hoje, parte da realidade das escolas no mundo e tem se tornado cada vez mais comum também no Brasil.

O que é Considerado Deficiência Física em Crianças?

Segundo a Unicef, uma a cada 20 crianças no mundo sofre com algum tipo de deficiência física, grave ou moderada, o que dá em torno de 93 milhões de crianças no mundo. Por definição, a deficiência física se configura como uma limitação que leva dificuldades para a coordenação, locomoção ou fala de uma criança.

Portanto, qualquer criança que se encaixe dentro dessa definição, tendo nascido assim ou adquirido o problema durante a vida, é considerada uma criança com deficiência física.

Principais Dificuldades das Crianças com Deficiência Física

Crianças com deficiência física enfrentam diversos tipos de desafios todos os dias, porém, a ajuda dos pais é fundamental para que elas consigam aprender a enfrentar algumas dificuldades, enquanto as instituições como escolas, precisam também se adaptar para recebelas de forma que não se sintam excluídas do grupo. As principais dificuldades encontradas por crianças com deficiência físicas são:

  • Locomoção
  • Dificuldades Sociais

Locomoção

Dependendo do tipo de deficiência da criança, a escola pode ser uma grande pista de obstáculos para ela. Se falarmos em crianças que usam cadeiras de rodas, por exemplo, ainda é possível encontrar diversos lugares em que a acessibilidade é muito ruim ou até mesmo inexistente.

Apesar de existirem leis para que esse sistema funcione, muitas vezes as escolas do governo são os primeiros lugares onde as dificuldades das crianças com deficiência física ficarão mais evidentes, como para subir e descer escadas, por exemplo.

Crianças que necessitam de muletas também podem encontrar problemas em lugares onde não há rampas nem elevadores e muitas vezes precisam contar com a ajuda de amigos ou de funcionários do local para se locomover.

Em casos como esse, onde não há formas de acessibilidade para a criança dentro da escola, é de extrema importância que os pais estejam atentos para que a criança receba o tratamento adequado dentro da escola, para que ela não se sinta excluída nem ofendida. Para isso, é preciso que o trabalho pedagógico feito lá dentro aborde também essas questões.

Dificuldades Sociais das Crianças com Deficiência Física

As dificuldades das crianças com deficiência física sociais estão também diretamente relacionadas à forma como os pais lidam com a deficiência para ela se relacionar com as outras. A maior dica é não as tratar de maneira diferente, a não ser que ela realmente precise.

É claro que a criança precisa ter noção de suas limitações, mas muitas vezes a superproteção dos pais faz com que a criança se sinta anormal e excluída de um círculo social, o que pode prejudicar a sua formação.

O mais adequado é deixar que a criança cresça junto com outras crianças dentro de uma escola comum, deficientes ou não, mas que também tenha contato com outras que possuem o mesmo tipo de deficiência que ela ou que também sofrem com os mesmos tipos de problemas.

Isso faz com que a criança, desde pequena, tenha noção de sua realidade sem achar que ela não pode ser parte integral da sociedade. É claro que isso faz parte de um processo de inclusão social que não depende apenas dos pais e que muitas vezes também pode ser longo, mas que quase sempre é eficaz.

Inclusão de Crianças com Deficiência Física

A inclusão de crianças com deficiência física em todos os setores da sociedade não é uma pauta nova, mas que vem sendo discutida e trabalhada constantemente para que se possa construir uma sociedade melhor.

Inclusão do Governo

A inclusão precisa começar, sem dúvida, com o governo. Incentivar e apoiar os pais para que deem as direções certas para a criação de seus filhos é essencial, já que nem todos têm a noção de como lidar com as dificuldades das crianças com deficiência física.

Mas também é de extrema importância conhecer os principais pontos defendidos pelas instituições que lutam pela inclusão social de crianças com deficiência física. Algumas delas são:

  • O combate ao preconceito
  • Eliminar as barreiras que impedem a inclusão como em transportes públicos, escolas e hospitais.
  • Envolver as crianças e adolescentes com deficiência física na tomada de decisões no que lhes diz respeito.
  • Apoiar as famílias
  • Aplicar os conceitos de saúde inclusiva e educação inclusiva

É claro que muitos desses pontos estão mais desenvolvidos em determinadas partes do mundo do que em outras. Falando do Brasil, particularmente, sabemos que nas grandes cidades a inclusão das crianças em lugares como transportes públicos e escolas é maior do que em cidades mais afastadas dos grandes centros e que as dificuldades das crianças com deficiência física são maiores onde não há esse tipo de acesso.

Ainda assim, podemos perceber uma clara melhora em relação ao que havia há alguns anos e a esperança é de que essa evolução continue.

Inclusão Social de Deficientes Físicos na Escola

Crianças com deficiência física tem os mesmos direitos à educação do que qualquer outra, ainda que para elas, eles sejam muitas vezes negados por falta de recursos para que elas possam estudar.

A recomendação mundial é que as crianças não estudem em escolas especiais que as segreguem da sociedade, mas, como já dito anteriormente, sejam criadas como as outras crianças para se sentirem parte importante e com os mesmos direitos que os outros.

É claro que para a educação de crianças com algum tipo de deficiência física seja a ideal, muitas coisas precisam agir em conjunto: Instituições culturais, políticas públicas e, é claro, a criação dos pais, que são parte fundamental para que a deficiência física seja um problema cada vez menor na vida de seus filhos.

Veja Também: Braile – As Palavras nas Pontas dos Dedos
Foto: Journalist 2nd Class Mike Miller