A sexualidade é uma das coisas mais importantes na vida de todo ser humano. Não apenas para a função reprodutiva, que também é muito importante, mas ela exerce uma função psicológica muito forte, que traz bem-estar para as nossas vidas, prazer e muitas vezes mantém o equilíbrio emocional e alivia o estresse do dia a dia.

Com as mulheres não é diferente. Apesar de diversos tabus terem sido quebrados ao longo dos últimos anos, muitas mulheres ainda sofrem para falar abertamente sobre esse tema, seja por muita vergonha, por medo ou por simplesmente não saber como se expressar.

Tabu Social

O grande problema que esse tabu social traz consigo é o silêncio, que pode acabar gerando outros problemas, por exemplo, atrapalhar a vida sexual de uma mulher e, consequentemente, seu bem-estar.

Mas esse tabu e esse silêncio são apenas alguns dos motivos pelos quais as mulheres desenvolvem algum tipo de disfunção sexual. Apesar de não muito comentadas, essas disfunções são mais comuns do que se imagina e afetam um grande número de mulheres todos os anos.

Algumas das causas para que as mulheres desenvolvam tais disfunções são exatamente as psicológicas, como um nível de estresse muito elevado, depressão, preocupação em excesso, entre outras coisas. Porém, também existem os aspectos físicos que contribuem para que isso aconteça.

Principais Causas das Disfunções Sexuais

Apesar de não muito conhecidas por todos, é importante saber quais são disfunções sexuais mais comuns nas mulheres, suas causas e como tratá-las e é sobre isso que vamos falar hoje. Algumas das principais disfunções são:

  • Perturbação no orgasmo
  • Vaginismo
  • Baixo desejo sexual (ou desejo sexual hipoativo)
  • Perturbação da excitação sexual

Cada uma delas afeta um aspecto da vida sexual da mulher e, por essa razão, existe uma maneira diferente para combater cada uma dessas disfunções para que a mulher possa ter uma vida sexual saudável e que lhe proporcione prazer.

Perturbação no Orgasmo

A perturbação no orgasmo é uma das disfunções sexuais mais comuns nas mulheres e muitas não sabem que sofrem com isso. Na perturbação do orgasmo, a mulher tem excitação sexual normalmente, mas nunca (ou quase nunca) consegue chegar ao orgasmo propriamente dito.

Não é raro ouvir falar de mulheres que nunca conseguiram atingir o clímax sexual, mas por que será que isso acontece? Esse problema, especificamente, é quase 100% das vezes de origem psicológica, daqueles tabus sociais que impedem que a mulher possa relaxar e tratar o sexo como algo saudável e não algo pecaminoso.

Porém, outros fatores também podem contribuir para que essa disfunção se desenvolva, como o uso excessivo de álcool, diabetes ou problemas hormonais que afetam o desejo sexual da mulher.

Como combater a perturbação no orgasmo?

Identificar a causa dessa disfunção é com certeza a primeira coisa a se fazer. Se o problema for físico, um tratamento direto no que está gerando o problema pode resolver, como um tratamento de diabetes ou uma terapia hormonal, caso seja o problema.

Mas se o problema for psicológico, é recomendado que a mulher procure um psicólogo para que possa fazer o tratamento de maneira adequada e entender que a vida sexual também afeta a sua saúde.

Vaginismo

O vaginismo é um transtorno de dor sexual e, mais uma vez, tem muita ligação com a parte psicológica da mulher. Esse tipo de disfunção se dá quando ocorrem contrações involuntárias dos músculos da vagina, impedindo a penetração do pênis ou até mesmo do próprio dedo.

Diversas causas podem originar o vaginismo como traumas, forte insegurança, crenças ou informações erradas e negativas sobre a sexualidade e até mesmo a inexperiência que pode originar um medo muito grande. É importante ressaltar que a contração acontece de maneira involuntária, ou seja, a mulher não tem controle sobre o que está acontecendo no momento.

Como Tratar o Vaginismo?

Um tratamento psicológico para descobrir as causas dessa disfunção deve ser feito. Só assim é possível compreender como surge essa contração dos músculos e como fazer para acabar com esse problema.

Baixo Desejo Sexual

O baixo desejo sexual ou até mesmo a falta dele pode ter diversas causas. O mais comum talvez seja o problema de alterações hormonais, que podem fazer com que a mulher não sinta nenhum tipo de desejo.

Tais alterações podem ocorrer por causa de alguma disfunção ou pelo uso de algum medicamente que acaba afetando algumas glândulas. Altos níveis de estresse e transtornos de ansiedade também podem ser a causa do baixo desejo sexual de uma mulher.

Como resolver esse problema?

Mais uma vez, a solução mais adequada é identificar o que está causando esse baixo desejo sexual para conseguir trata-lo. Nem sempre o problema de uma disfunção sexual em uma mulher é psicológico e muitas vezes esses problemas podem ser tratados com medicamentos específicos.

Perturbação da excitação sexual

É uma disfunção que não é exclusiva das mulheres, onde o corpo tem uma resposta insuficiente e acaba não lubrificando a vagina (ou impede a ereção, no caso dos homens) para manter uma relação sexual tranquila, causando dores que incomodam e atrapalham o ato sexual. Apesar de muito comum, muitas mulheres não conseguem identificar que o que estão sentindo é uma disfunção sexual e muitas vezes não procuram nenhum tipo de ajuda para resolver o problema.

Como resolver?

Lubrificantes podem ajudar, já que o desejo sexual continua mesmo com a perturbação da excitação sexual, mas há casos em que um diagnóstico mais sério precisa ser feito, principalmente quando suas relações estão sendo atrapalhadas constantemente.

É importante saber que sexo é saúde e a sua saúde pode ser muito afetada por causa do sexo. Todo ser humano preciso ter diversos aspectos de sua vida em equilíbrio para que possa viver bem e o sexo é um desses aspectos, figurando como um dos mais importantes.

Apesar de muitos de nós termos tido uma educação que condena ou tenta esconder o sexo como parte inerente de nossas vidas, temos que entender que ele faz parte dela para nos fazer bem, que ajuda em nosso bem-estar e que, sem ele, podemos inclusive adquirir diversos outros problemas, principalmente psicológicos.

Por essa razão, quando você apresentar problemas de disfunções sexuais, a primeira coisa que deve fazer é procurar ajuda para resolver e não esconder esse problema. Tratar o sexo como parte da sua saúde vai te ajudar a superar qualquer problema e te proporcionar uma vida mais tranquila.

Veja Também: Falta de Desejo Sexual – O que Está Acontecendo?

Foto: windsing