DIU Funciona de Verdade?!

Para as que já realizaram o sonho de ser mãe ou querem dar uma pausa entre um filho e outro qual é a melhor forma de se prevenir? Atualmente possuímos uma lista extensa de produtos e marcas a fim de prevenir a gravidez, entre anticoncepcionais orais e injetáveis, preservativo, contraceptivo adesivo e DIU pode se escolher o que mais se adapta a sua rotina e ao seu organismo. Mas quando se fala de um contraceptivo seguro e sem ter que ficar se preocupando diariamente apontamos o DIU. Mas será que DIU funciona de forma segura?mulher-de-calcinha

O DIU funciona como um dispositivo introduzido no útero ou intrauterino como é chamado e tem ação contraceptiva. É indicado para mulheres que não desejam ter filho por um período prolongado, já que ele pode ficar no organismo de 5 até 10 anos, claro podendo ser retirado antecipadamente caso deseje. O procedimento para colocação do DIU é feito no próprio consultório medico e é realizado pelo ginecologista, onde o aparelho em forma de T é introduzido no útero a fim de impossibilitar a entrada de espermatozoides até as trompas.

Sempre bom ressaltar que o DIU funciona como forma de prevenção de gravidez e não contra doenças sexualmente transmissíveis, portanto para essa finalidade o uso de camisinha é indispensável. No mercado atualmente possuem dois tipos de DIU, o de cobre e o hormonal (progesterona), sendo ambos de extrema eficácia apontando 99% de segurança contraceptiva. O DIU de cobre impossibilita a locomoção do espermatozoide até a trompa uterina o que dificulta a fecundação do óvulo. Faz com que o endométrio se afine impedindo a fixação do óvulo caso ocorra à fecundação. Já o DIU hormonal também conhecido como SIU (Sistema Intrauterino) além de impossibilitar a locomoção dos espermatozoides até a trompa, impossibilita o crescimento do endométrio o que impede a fecundação do óvulo.

Vantagens e Desvantagens de Utilizar o DIU

Como qualquer método contraceptivo existe seus prós e contras e vai de cada mulher verificar se é viável ou não utilizar deste método, assim como qualquer que seja sua escolha. As vantagens de se utilizar o DIU vão além da grande eficácia que ele proporciona como, por exemplo:

  • Chances mínimas de engravidar, proporcionando 99,8% de eficácia contraceptiva;
  • Não é necessária a preocupação diária em toma-lo e muito menos se esqueceu de algum dia.
  • Colocando no papel o custo com outros métodos anticoncepcionais, o DIU faz uma economia muito grande;
  • É um contraceptivo de longa duração que pode ser utilizado entre 5 e 10 anos;
  • Pode ser solicitada a retirada a qualquer momento.

Só pela comodidade da mulher de colocar o DIU e não ter que se preocupar se esta no período fértil para ter relação sexual ou ficar preocupada se o remédio falhou ou esqueceu de tomar o contraceptivo oral já é uma dádiva. Para as mulheres que vivem numa correria diária com suas vidas profissionais é o método mais indicado que proporcionará além da segurança, muita praticidade. Mas como já citamos, existem também as desvantagens do método que infelizmente são só descobertos depois de colocado e aí é uma decisão que deve ser tomada pela mulher juntamente de seu ginecologista, se deve ou não arriscar.

  • Algumas mulheres após colocar o DIU sofrem com dores uterinas além de sangramentos constantes.
  • Intensidade do sangramento menstrual juntamente da presença de cólicas fortes.
  • Prestar atenção se o DIU não saiu do local exato. Para isso uma pequena cordinha é deixada como direcionamento do DIU dentro do corpo.

Outra desvantagem é que o procedimento de colocação e retirada não pode ser feito pela própria mulher em sua casa. Deve ser realizado em consultório pelo ginecologista e antes de ser marcado a introdução exames complementares devem ser realizados para descartar possíveis problemas como inflamação na pélvis, câncer de ovário ou até mesmo problemas com endometriose que impossibilitariam a colocação do DIU momentaneamente.

Veja também: Qual o Melhor Anticoncepcional? – Fórmulas e Formas

Foto: clarissa rossarola